Engenharia 360

12 lugares no Rio de Janeiro que provam que a Engenharia vive na cidade

Engenharia 360
por Simone Tagliani
| 27/05/2022 | Atualizado em 14/11/2022 8 min

12 lugares no Rio de Janeiro que provam que a Engenharia vive na cidade

por Simone Tagliani | 27/05/2022 | Atualizado em 14/11/2022
Engenharia 360

Passei anos da minha vida ouvindo sobre o Rio de Janeiro. Quando chegou a oportunidade de visitar a cidade, não hesitei. A região é violenta? Claro, pois todas as cidades do mundo têm problemas e lá não diferiria, claro. Só que, em contrapartida, voltaria sim e recomendaria milhões de vezes a visita ao Rio para quem aprecia história, ciência, arquitetura, urbanismo e além. Fiquei encantada com a quantidade de pontos turísticos culturais relacionados às engenharias. E resolvi compartilhar um pouco disso com o público do 360. Então, pega papel e caneta e anote as indicações apresentadas na lista a seguir!

1. Aeroporto Santos Dumont

Chegando na cidade, seja de carro, avião, barco ou ônibus, é claro que você começa a receber uma aula de Engenharia e Urbanismo. Só essa experiência já é válida, principalmente se sua origem é uma cidade menor, menos populosa. O contraste é grande e admirável. No meu caso, cheguei no Rio pelo SDU ou Aeroporto Santos Dumont.

Rio de Janeiro
Imagem de Simone Tagliani

2. Cristo Redentor

As imagens do Cristo Redentor não traduzem a beleza dessa obra, só compreendida vista de perto. E é um exemplo de Engenharia. Para quem não sabe, a estrutura do Cristo foi idealizada por engenheiros. Ela é feita de concreto armado, revestido com pedra sabão, e com armação interna de ferro.

Rio de Janeiro
Imagem de Simone Tagliani

3. Forte de Copacabana – Museu Histórico do Exército

Esse Forte, construído em 1914, é o ponto do Rio de Janeiro que eu mais gostei. Para começar, na minha opinião, é o local com a melhor vista da cidade. De lá, dá para ver o mar – inclusive tendo a impressão de se estar dentro de um navio -, ver os prédios de luxo, mais perto da orla, e também algumas comunidades. Mas vamos falar da Engenharia. Ela está presente já na estrutura do pórtico ou Portão de Armas até a Câmara de Tiro. Por lá, é possível ver canhões de verdade, máquinas de todo tipo que ajudavam, no passado, no esquema da artilharia – inclusive com alguns detalhamentos de plantas baixas em quadros nas paredes -, revólveres, lunetas e muito mais – sendo que algumas peças expostas na parte do museu foram utilizadas em diversas operações de guerras com participação do Brasil.

4. Casa dos Pilões – Jardim Botânico

Este local do Jardim Botânico tem, mais uma vez, conforme a minha opinião, o melhor aroma do Rio – poderia dizer que é uma mistura de terra úmida, jaca e algo parecido com uva, incrível mesmo. Esse casarão, hoje um pequeno museu arqueológico, já foi a Real Fábrica de Pólvora no Período Colonial. E muita coisa dessa arquitetura e engenharia está cuidadosamente bem exposta por lá. Ou seja, super vale a pena conferir!

5. Estádio Jornalista Mário Filho – Maracanã

Óbvio que não se faz turismo no Rio sem dar uma passadinha no Maracanã, não é mesmo? Essa belíssima estrutura de concreto também é resultado de muita Engenharia, claro.

Rio de Janeiro
Imagem de Simone Tagliani

Veja Também: Conheça as técnicas utilizadas na construção da nova ciclovia no Rio de Janeiro

6. Monumento Nacional aos Mortos da Segunda Guerra Mundial

Esse ponto no Rio é incrível. Contudo, desconfio que poucas pessoas conhecem e se preocupam de colocar na lista de turismo. Em volta, o parque e a praia são muito bonitos. Mas o que eu queria destacar é a exposição de objetos que realmente pertenceram aos combatentes. A saber, o Brasil ajudou os americanos na libertação da Itália do exército alemão na Segunda Guerra. Foram 25 mil homens da FEB, 42 pilotos e 400 homens de apoio da FAB. Infelizmente, alguns desses estão enterrados no subsolo deste edifício. Outros, desaparecidos, são representados no local por uma cruz trazida direto do campo de batalha. Meu bisavô foi da Marinha; então, para mim, o significado de estar neste local é indescritível.

7. Museu Naval

Um pequeno edifício, super charmoso, de belíssima arquitetura e pouquíssimo valorizado pela população, guarda um dos acervos históricos mais lindos que já vi. O mesmo conta, por meio de peças originais e protótipos, além de pinturas e esculturas, a história da exploração marítima realizada pelo povo brasileiro. Passando pela descoberta do nosso território pelos portugueses, as guerras que participamos – como a Batalha Naval do Riachuelo -, e as missões humanitárias mais recentes. Detalhes, nesse museu, dá para ver balas, morteiros, bombas, canhões e outros itens de verdade. Muito legal!

8. Museu Histórico Nacional

Infelizmente, quando fui ao Rio, o Museu Nacional, na Quinta da Boa Vista, já tinha sido destruído pelo incêndio de 2018. Contudo, visitei o Museu Histórico Nacional, que é outro ponto turístico incrível. Dentro do edifício, e em seus pátios, temos um relato completo da história do Brasil, desde a pré-história até os dias atuais. Há salas de exposições com elementos indígenas e outras do período colonial, algumas produzidas por escravos. De Engenharia, tem, por exemplo, itens de batalhas, velhos artigos industriais e agrícolas, além de peças para o lar e veículos.

9. Paço Imperial – Antiga Agência Central dos Correios e Telégrafos

Esse foi o primeiro endereço da Família Real Portuguesa no Brasil. Hoje, funciona como centro cultural. Contudo, ao longo dos anos, foi também o Real Armazém, serviu de instalações para Casa da Moeda e para a Agência Central dos Correios e Telégrafos. Com relação ao uso como Casa da Moeda, resquícios disso foram preservados e deixados em exposição no primeiro piso do edifício.

10. Pão de Açúcar

Óbvio que a estrutura do bondinho do Pão de Açúcar, no Morro da Urca, inaugurado em 1912, é um excelente exemplo de Engenharia. Exemplares dos carros teleféricos mais antigos, inclusive o primeiro – feito de madeira e sem janelas de proteção – estão expostos na primeira estação. É impressionante ver, encravados nas pedras, os pinos deixados pelos operários escaladores que levaram as peças até às duas alturas, fora toda a engrenagem que guia as cabines de um ponto a outro e mais estruturas, como dos mirantes e tapados das estações. Lembrando que, lá de cima, ainda dá para ver muito da cidade, incluindo o Instituto Militar de Engenharia.

11. Porto Maravilha

Resolvi agrupar vários itens de Engenharia nesse item, pois eles fazem parte do Porto Maravilha, que é uma zona revitalizada da Região Portuária do Rio de Janeiro. Primeiro, destaco as estruturas impressionantes do Museu do Amanhã e do Museu de Arte (MAR), respectivamente com projetos arquitetônicos de Santiago Calatrava e Bernardes + Jacobsen. E é legal poder ver de perto também os transatlânticos atracados, a estrutura da roda gigante Yup Star, os trilhos do VLT (Veículo Leve sobre Trilhos) e as réplicas das Naus Portuguesas do Museu da Marinha.

12. Praça Quinze de Novembro

Para finalizar, quero destacar a oportunidade que eu tive de ver, no centro do Rio, diversas embarcações, inclusive as barcas que vão em direção à Niterói. Aliás, de dentro de uma dessas barcas, eu registrei – apesar da chuva, que comprometeu um pouco as fotos – uma estação de petróleo da Petrobras. E não posso deixar de contar que, para ir à Niterói, percorri de ônibus o maior vão em linha reta do mundo e o maior conjunto de estruturas protendidas da América, que é a Ponte Presidente Costa e Silva ou Ponte Rio Niterói, inaugurada em 1974.

Então, é óbvio que deve haver vários outros bons exemplos de Engenharia espalhados pelo Rio. Eu mesma gostaria de ter imagens de algumas estações de metrô e túneis da cidade para compartilhar aqui. Fica a dica: conhecer a lindíssima Estação Cardeal Arcoverde, em Copacabana, pegar o trem e descer na Estação Jardim Oceânico, na Barra da Tijuca; ou ainda cruzar pelo Túnel do Leme e seguir em direção ao Bairro do Botafogo, para conhecer o campos da UFRJ, uma das melhores universidades do Brasil.

Mas se você também conhece o Rio e lembra de outros pontos turísticos bacanas relacionados às engenharias, compartilhe conosco nos comentários!

Engenharia 360

Simone Tagliani

Graduada em Arquitetura & Urbanismo e Letras; técnica em Publicidade; pós-graduada em Artes Visuais e Jornalismo Digital; estudante de Marketing; e proprietária da empresa Visual Ideias.

Comentários

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo