Engenharia 360

Quando dar baixa na ART?

Engenharia 360
por Redação 360
| 27/08/2021 | Atualizado em 17/01/2023 3 min

A ART é um instrumento importante na etapa inicial de um serviço. Mas se algo acontece e os planos mudam, é preciso fazer a sua baixa. Saiba mais!

Quando dar baixa na ART?

por Redação 360 | 27/08/2021 | Atualizado em 17/01/2023

A ART é um instrumento importante na etapa inicial de um serviço. Mas se algo acontece e os planos mudam, é preciso fazer a sua baixa. Saiba mais!

Engenharia 360

A Anotação de Responsabilidade Técnica é um importante instrumento do trabalho do Engenheiro. Já fizemos alguns textos bem bacanas sobre o tema, confira a seguir:

Agora, no texto a seguir, vamos entender como dar baixa no documento de Anotação de Responsabilidade Técnica, e por que isso é importante. Confira!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

ART
Imagem extraída de Portal da Engenharia

O que significa ‘Baixa’ de ART?

Realizar o processo de ‘Baixa’ de ART – Resolução 1025/09 do CONFEA – é a melhor maneira do profissional informar ao Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA) a conclusão da obra ou distrato de um contrato. Ou seja, que encerrou a sua participação em uma determinada atividade, garantindo os seus direitos autorais e definindo os limites da responsabilidade técnica. 

Por que dar baixa?

  • quando houver a conclusão da obra/serviço;
  • paralisação;
  • distrato;
  • interrupção por rescisão contratual;
  • substituição do profissional no mesmo contrato; e
  • distrato.

Importância

Alguns especialistas consideram a Baixa da ART tão importante quanto o registro da ART. Isso porque deixar essa documentação aberta, em situação anormal, pode trazer problemas no futuro.

“A ART é um documento que possui data de início e fim, valendo durante este período. Assim, se ocorrer o fim da atividade e não ocorrer a baixa, a responsabilidade do profissional permanece em aberto.”,

“(…) o procedimento não exime o profissional ou a pessoa jurídica contratada das responsabilidades administrativa, civil ou penal pelos serviços executados.”

– gerente do Crea-MG, engenheiro civil Luís Pimenta.

Quais as opções de Baixa?

As opções de baixa de uma Anotação de Responsabilidade Técnica são:

  • Conclusão de Obra/Serviço  Quando ocorre a conclusão da obra/serviço objeto do contrato anotado na ART (neste caso a ART deverá estar quitada);
  • Duplicidade de ART – Cancelar ART’s preenchidas em duplicidade, devendo informar a ART válida.
  • Distrato Total – Para cancelar uma ART onde a obra ou serviço NÃO FOI INICIADO. Neste caso deverá ser preenchido o campo para atualização de endereço, informando, números, ponto de referência (informações que facilitem a localização da obra).

Quem pode solicitar a Baixa?

Podem fazer o pedido de Baixa de Anotação de Responsabilidade Técnica os profissionais devidamente habilitados com registro ou visto no CREA.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Local para solicitação

A Baixa de uma Anotação de Responsabilidade Técnica deve ser feita por meio eletrônico, dentro do site do CREA – melhor dizendo, dentro do CreaNet Profissional. Este é o único órgão responsável por emitir os formulários necessários para isso. O caminho correto é acessar a área de preenchimento de ART, clicando em ‘Tipo de ART’, depois ‘Distrato de Contrato’, registrando as atividades já executadas. E, neste caso, a ART anterior será baixada automaticamente.


O Engenharia 360 tem muito mais a compartilhar com você! Confira ao webstories a seguir!


Fontes: CREA-MG, Portal CREA-SC.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Imagens: Todos os Créditos reservados aos respectivos proprietários (sem direitos autorais pretendidos). Caso eventualmente você se considere titular de direitos sobre algumas das imagens em questão, por favor entre em contato com [email protected] para que possa ser atribuído o respectivo crédito ou providenciada a sua remoção, conforme o caso.

Engenharia 360

Redação 360

Somos uma equipe de apaixonados por inovação, com “DNA” na Engenharia. Nosso objetivo é mostrar ao mundo a presença e beleza das engenharias em nossas vidas e toda transformação que podem promover na sociedade.

Comentários

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo