Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Colmeia robótica e a importância das abelhas para a vida na Terra

por Redação 360 | 27/08/2021

Sem a polinização das abelhas, toda a cadeia alimentar do planeta seria afetada! Reflita sobre isso! Mas, antes, conheça essa versão moderna de colmeia!

Para que se entenda a importância da história de projeto que narraremos a seguir, é necessário compreender antes a importância das abelhas para a vida no planeta Terra.

Só para resumir, esses pequenos seres vivos são essenciais para a produção de alimentos e para a manutenção da biodiversidade!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A principal tarefa desses insetos é a polinização; e sem isso toda a cadeia alimentar seria afetada. Ao buscarem por alimento, seu pólen gruda nos seus pelos; e, desta forma, as abelhas transportam os minúsculos grãos de uma flor para a parte feminina de outra flor. E essa transferência é determinante na formação de muitas plantas, na geração de flores, frutos e sementes.

robótica
Imagem reproduzida de MF Magazine – MF Rural

O risco de extinção das abelhas

Ano após ano, o número de abelhas no mundo vem diminuindo. Isto se deve, em grande parte, ao aumento de lavouras destinadas a suprir a alimentação humana e que, para atingir o grau desejado de produtividade e lucratividade, empregam o uso de agrotóxicos e pesticidas. Outro fator igualmente importante são as alterações climáticas, que causam, entre outros problemas, a escassez de alimentos de outros animais que acabam se alimentando das abelhas. É um ciclo de massacre sem fim!

robótica
Imagem reproduzida de G.Bio

A colmeia de última geração

No mundo inteiro, pesquisadores lutam para encontrar alternativas que viabilizem a sobrevivência das abelhas perante tantos desafios. Tecnologias são desenvolvidas para evitar a extinção destes adoráveis insetos.

A empresa israelense Bee Tech Beewise já arrecadou 10 milhões de dólares (cerca de 52 milhões de reais) em forma de financiamento junto a outras empresas do país para desenvolver a sua colmeia automatizada. Assim surgiu a Beehome, como é chamado o dispositivo que abriga até 24 colônias, podendo ser operado de forma remota. O pequeno abrigo necessita de pouca intervenção humana para seu funcionamento, utilizando sistema robótico alimentado por inteligência artificial (AI). E nas laterais, as colmeias possuem aberturas com códigos de cores que permitem que as abelhas entrem e saiam livremente.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Com essa solução de automatização das colmeias, a Beewise pretende manter as abelhas vivas, salvas dos fatores de risco, permitindo que elas prosperem, polinizem e produzam mel.

robótica
Imagem reproduzida de Haaretz
robótica
Imagem reproduzida de Time Magazine
automóveis
Fragmento de imagem extraída de beewise.ag

Versão robótica

As colmeias automatizadas, já povoadas com suas abelhas, são colocadas no campo e alimentadas por energia solar. O robô, instalado dentro da mesma, cuida das abelhas em tempo real, faça chuva ou faça sol. E ainda é possível acessar os seus dados de forma remota, como se estivesse perto da própria colmeia.

A programação de inteligência artificial consegue identificar se há uma movimentação diferente na colmeia – como a formação de um enxame, por exemplo -, e ajustar as condições da mesma. Assim, os apicultores podem ficar tranquilos sabendo que suas colônias estão sendo monitoradas e que permanecem no mesmo lugar.

robótica
Imagem reproduzida de www.beewise.ag

Parte da tarefa da colmeia robótica é identificar quando os favos estão cheios e o mel pronto para ser coletado. Cada recipiente tem capacidade para 100 galões de mel e o apicultor é avisado para vir esvaziá-lo, mantendo o processo sempre limpo e eficiente.

A Beehome possui um braço robótico que, equipado com visão computacional e câmeras, desliza entre os favos realizando o monitoramento, inspeção em busca de doenças, aplicação de remédios, colheita de mel, combinação ou divisão de colmeias. Segundo os fabricantes, o mecanismo robótico pode fazer qualquer coisa que um apicultor faria. E, em tese, o barulho feito pelo braço robótico parece não atrapalhar as abelhas, já que o zumbido feito por elas abafa o som.

automóveis
Imagem reproduzida de Haaretz
robótica
Imagem reproduzida de Sunday Punch

Utilizando a colmeia robótica

Mais de 100 dos sistemas de colmeia robótica fabricados pela Bee Tech Beewise estão sendo utilizados, agora, em Israel e nos Estados Unidos. Saiba mais no vídeo a seguir:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Vale lembrar que todo o esforço para preservar a natureza do planeta ainda é pouco!


Fontes: G1, Terra, Bee Wise, Finder Startup Nationcentral.

Comentários

Engenharia 360

Redação 360

Engenharia para todos.