Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Tesla está trabalhando em ventiladores pulmonares feitos com partes de carros

por Kamila Jessie | 07/04/2020
Copiado!

O Engenharia 360 tem acompanhado, desde o início, o posicionamento do CEO da Tesla, Elon Musk, sobre a questão do coronavírus. Apesar de, a princípio, cético quanto à pandemia, Musk cedeu e foi pessoalmente requisitado a colaborar. Agora, o bilionário está direcionando uma das fábricas da Tesla para produzir ventiladores pulmonares. O diferencial é que ele inclui componentes de veículos da montadora.

Fluxograma com o design do ventilador pulmonar da Tesla. Blocos em laranja indicam componentes de veículos da montadora. Imagem: Tesla via Youtube.
Fluxograma com o design do ventilador pulmonar. Blocos em laranja indicam componentes de veículos da montadora. Imagem: Tesla via Youtube.

Ficamos sabendo desse detalhe relacionado ao uso de partes dos carros da Tesla nos ventiladores porque a montadora divulgou um vídeo mostrando o backstage do processo de design. Mas não é de se surpreender que esse tipo de abordagem seja tomada pela empresa, dado que Elon considera a ideia de aproveitar (e reaproveitar) componentes até para foguetes da SpaceX.

O pequeno vídeo apresenta vários engenheiros da Tesla, incluindo Joseph Mardall, diretor de engenharia da empresa e também o pessoal responsável pelos sistemas de ventilação, arrefecimento e condicionamento de ar nos veículos da empresa. Foi essa equipe que mostrou o protótipo do ventilador.

Câmara de mistura do ventilador pulmonar, utilizando componente do Tesla Modelo 3. Imagem: Tesla via Youtube.
Câmara de mistura do ventilador pulmonar, utilizando componente do Tesla Modelo 3. Imagem: Tesla via Youtube.

Que tipo de peças são essas?

O time de funcionários está tentando usar o máximo de peças proveniente de veículos da empresa (o que não quer dizer peças usadas!) para agilizar o processo de design e fabricação. Isso porque esse pessoal já conhece como esses componentes funcionam, em termos de mecanismo e rendimento, o que pode acelerar o projeto e disponibilizar os ventiladores pulmonares de forma mais breve.

Por exemplo, o ventilador da Tesla usa o sistema de coleta de informação e computador de bordo do Tesla Modelo 3 para controlar um coletor de fluxo de ar. Um tanque de ar de suspensão é usado como uma câmara de mistura de oxigênio. Entre outras partes, a equipe também está empregando uma tela de toque Modelo 3 como controlador, daí a interface é aquele tablet enorme de interface dos veículos da marca.

Tesla Modelo 3. Imagem: giphy
Tesla Modelo 3. Imagem: giphy

Pisa no freio

Embora eles tenham um protótipo funcional, o equipamento não parece estar pronto para entrar em produção.

Sensores do ventilador pulmonar derivado de partes de veículos da Tesla. Imagem: Tesla via Youtube.
Sensores do ventilador pulmonar derivado de partes de veículos da empresa. Imagem: Tesla via Youtube.

Um dos engenheiros da Tesla apresentados no vídeo disse:

Ainda há muito trabalho a fazer, mas estamos nos esforçando para garantir que possamos ajudar algumas pessoas por aí“.

A montadora não disse quando acredita que será possível começar a produzir e entregar o novo dispositivo em maior escala para hospitais.

Em solo BR, estamos acompanhando iniciativas similares, mas que estão partindo de universidades públicas, agindo sem solicitações diretas, como ocorreu com o bilionário Elon Musk. Aqui você pode ler sobre o ventilador pulmonar mecânico proposto pela UFRJ e também sobre o “Inspire”, um ventilador aberto desenvolvido por engenheiros da Poli-USP.

Quer saber a história desde o começo? Leia: O que Elon Musk tem dito e feito sobre COVID-19?

Fontes: Techcrunch. Electrek.

Copiado!
Engenharia 360

Kamila Jessie

Engenheira ambiental e sanitarista, MSc. e atualmente doutoranda em Engenharia Hidráulica e Saneamento pela Universidade de São Paulo. http://orcid.org/0000-0002-6881-4217

Comentários