Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Nova frequência de Wi-fi de 6 GHz é anunciada nos EUA e deve estar disponível em breve

por Luana Espindola Ribeiro Aguiar | 30/04/2020
Copiado!

Após 21 anos sem atualizações, a Comissão Federal de Comunicações dos EUA apresenta ao mundo o novo Wi-fi 6E

Com a pandemia, lives, home office e aulas online, a internet se tornou o único meio das pessoas se manterem próximas, trabalharem e darem continuidade em suas rotinas mesmo em quarentena. Em meio a todo esse cenário a FCC – Comissão Federal de Comunicações dos Estados unidos, o equivalente a Anatel aqui no Brasil, anunciou no dia 23 de abril uma grande atualização no tipo de rede sem fio, o tão amado Wi-fi.

Atualizações de frequência do Wireless (Wi-fi) não eram realizadas há 21 anos, desde 1999. O anúncio é a respeito do novo Wifi 6E (parece até atualização de nome Iphone, rs) é de um novo padrão para dispositivos e roteadores operarem na frequência de 6 GHz.

Como funcionará o Wi-fi 6E ?

O novo Wi-fi 6E possui velocidade máxima em torno de 9,6 GB/s podendo sofrer otimizações com o tempo. Além de possuir suporte de 6 GHz, continuará suportando as frequências de 2,5 GHz e 5 GHz, aos quais já utilizamos em alguns de nossos dispositivos. A frequência de 6 GHz pretende permitir maior resolução de streaming de vídeos, reproduzindo até em resolução 4K, menor latência para games e downloads mais rápidos.

Conexão de dispositivos

A grande vantagem do novo tipo de conexão wireless pode ser comparada às já existentes, que são as frequências de 2,5 GHz e 5GHz utilizadas atualmente no Brasil. Cada uma dessas frequências possui os chamados números de canais. O Wi-fi 6E promete 6 canais de 160 MHz cada.

A frequência de 2,5 GHz possui 13 desses canais com espectro de 20MHz cada, além de ser um tipo de frequência suportada pela maioria dos dispositivos. Quando esses 13 canais são sobrecarregados, provocam interferência na rede de cada uma das pessoas que estão conectadas.

Já a frequência de 5 GHZ possibilita um número maior de canais e espectro, além de menos dispositivos possuírem compatibilidade com essa rede, o que dificulta sua sobrecarga. Pensando nisso, alguns sites passaram a vender adaptadores em formato USB para ampliarem a capacidade de dispositivos de alcançarem a frequência de 5 GHz, permitindo assim que o dispositivo se conecte a tal frequência.

Símbolo da conexão Wi-fi
Símbolo da conexão Wi-fi

Mas toda essa novidade possui um porém. Cada país possui um órgão regulador sobre o uso do espectro da rede. Segundo o FCC dos EUA, haverá 1.200 MHz de espectro adicional ao Wi-fi 6, o que permitirá alcance de frequências em tono de 5,925 GHz a 7,125 GHz e menos interferências por sobreposição de canais. Na Europa só serão liberados 500 MHz de espectro até o final do ano.

No Brasil, a frequência gira em tono de 6,430 GHz a 7,110 GHz, porém somente para acesso de serviços de comunicação via satélite. Segundo o Tecno Blog a Anatel, ainda não se pronunciou sobre como funcionará essa grande atualização do Wi-fi em terras brasileiras. Esperamos ansiosamente pela atualização e para nos conectarmos cada vez melhor em meio a pandemia.

Será que o Wi-fi 6 GHz vai demorar para chegar no Brasil? Deixe sua opinião!

Fontes: TecnoBlog , BlogDigital.

Copiado!
Engenharia 360

Luana Espindola Ribeiro Aguiar

Engenheira Civil ,pesquisadora , sonhadora, redatora, colecionadora nerd e apaixonada pela Marvel. Mestranda em Engenharia Geotécnica, Pós-graduanda no MBA em Gestão e Engenharia de Custos e Pós-graduanda no MBA em Gerenciamento de Obras.Produtora de conteúdo para o meu IG Profissional @luanaribeiroeng no Instragram.

Comentários