Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Honda Civic Touring 1.5 turbo: nossas impressões ao dirigir essa máquina | Review 360

por Eduardo Mikail | 30/04/2020
Copiado!

O Honda Civic surgiu na década de 70 e, desde então, passou por várias remodelações. Em sua oitava geração, por volta de 2007, ele apareceu com um visual renovado que agradou muita gente. Hoje, em sua décima geração, o carro segue com um visual imponente e com grandes melhorias. Vem conferir o que nós achamos do Honda Civic Touring 1.5 turbo!

Motor e performance

O motor é em alumínio 1.5l Turbo 16V DOHC Duplo VTC com injeção direta, com 173 cavalos de potência a 5500 rmp e 22,4 kgfm de torque. Na cidade, o consumo de gasolina é cerca de 11,8 km/l. Na estrada, esse valor é de aproximadamente 14,4k/l.

A transmissão é automática do tipo CVT com paddle shifts e 7 velocidades. A suspensão dianteira é MacPherson e a traseira é Multi-link, ambas com coxins hidráulicos. Ainda, há tração dianteira.

No quesito dirigibilidade, o conjunto todo oferece grande conforto e experiência, principalmente para trajetos mais longos como em estrada onde frequentemente exige-se tempo de resposta e retomada do motor.

Design

O Honda Civic Touring 1.5 segue com o seu design ousado e poderoso, pouca coisa mudou nesse sentido. Nas dimensões, o veículo possui 4,641 m de comprimento,  2,70 m de distância entre-eixos, 1,799 m de largura e 1,433 m de altura.

Os faróis são full LED com acendimento automático (sensor crepuscular). As lanternas traseiras, os faróis de neblina e a luz de placa também são em LED. As rodas são liga leve 17” e os pneus 215/50R17.

Por dentro, Civic não deixa a desejar: há couro e materiais macios ao toque por várias partes. O porta-malas é espaçoso e nele cabem 517 litros (e tem comando elétrico de abertura interna).

Ele também deixa motorista e passageiros contentes com o espaço interno e o conforto. O banco traseiro possui apoio de braço central e porta-copos, bem como o console central elevado.

Tecnologia e segurança

No quesito tecnologia, há interface para Apple CarPlay e Android auto, duas entradas USB, conexão HDMI, áudio premium com 10 alto-falantes, display multimída com 7” multi-touchscreen com navegador GPS com condições de trânsito, controle de áudio no volante, carregador por indução para celular no console central [item este, lançado nas versões mais recentes], bluetooth para ligações e reprodução de música.

Também há piloto automático, sensores de estacionamento dianteiros e traseiros com aviso sonoro e luminoso, freios de estacionamento eletrônico (EPB – Eletronic Parking Brake) com função Brake Hold, botão de travamento de portas e chave de seta com one-touch.

Dentre os itens de segurança, o Honda Civic Touring 1.5 Turbo possui:

  • Estrutura de deformação progressiva ACE (Advanced Compatibility Engineering)
  • Alarme de segurança com imobilizador ECU
  • Freios com sistemas ABS e EBD (Anti-Lock Braking System / Electronic Brake Distribution)
  • EBA (Emergency Brake Assist)
  • Sistema VSA (Vehicle Stability Assist – Assistente de tração e estabilidade)
  • Sistema HSA (Hill Start Assist – Assistente de partidas em aclive)
  • Sistema AHA (Agile Handling Assist – Assistente de dirigibilidade ágil)
  • ESS (Emergency Stop Signal – Sistema de luzes de emergência)
  • Airbags frontais, laterais e de cortina (6 airbags)
  • Cinto de segurança de 3 pontos e encosto de cabeça para todos os ocupantes
  • Cinto de segurança dianteiro com sistema de tensionamento e regulagem de altura
  • Lembrete de afivelamento dos cintos dianteiros
  • Trava infantil nas portas traseiras
  • Sistema ISOFIX de fixação para cadeirinhas infantis
  • Câmera de ré multivisão (três vistas) com linhas dinâmicas
  • Sistema Honda LaneWatch – Assistente para redução de ponto cego
  • TPMS /(alerta de pressão do pneu/)

Preço

O Honda Civic Touring 1.5 sai a partir de R$136.700,00 no Brasil.

Nossas impressões

No geral, o Civic Touring 2020 é uma boa opção para quem busca esportividade, performance e economia de combustível. As rodas escuras deram um ar exclusivo e combinou muito com o estilo do carro. A suspensão traseira independente contribuiu para um melhor conforto para dirigir e o sistema de partida remota é um excelente recurso, principalmente, quando o veículo fica por muito tempo sob o sol.

O design dos bancos em couro, particularmente, eu não gostei muito. E as lanternas de freio, pisca e freio poderiam seguir o padrão das demais e ser todas em LED.

E aí, o que você achou? Compraria ou iria com algum outro concorrente direto do Civic (Jetta RLine, Corolla ou Cruze)? Deixe aqui nos comentários.

Leia também: Honda CR-V 2019: confira as novidades da nova versão e nossas impressões ao dirigir

Copiado!
Engenharia 360

Eduardo Mikail

Engenheiro Civil, empresário e empreendedor digital. É fundador do Engenharia 360 e sócio-fundador da Bronks content., produtora de conteúdo e projetos digitais. Formado em Engenharia Civil e Administração com especialização em Marketing pela ESPM, já trabalhou em uma das maiores construtoras do país e hoje está à frente da Mikail Arquitetura e Engenharia. Interessado por tecnologia, iGadgets e nas horas vagas curte viagens, música e fotografia. Segue lá no Instagram @eduardomikail

Comentários