Engenharia 360

Mercado de trabalho: a importância da programação no cenário contemporâneo

Engenharia 360
por Redação 360
| 19/08/2022 | Atualizado em 26/08/2022 3 min

Mercado de trabalho: a importância da programação no cenário contemporâneo

por Redação 360 | 19/08/2022 | Atualizado em 26/08/2022
Engenharia 360

Mais uma vez, o Engenharia 360 traz um conteúdo compartilhado, ou seja, construído com auxílio da opinião de seus redatores colaboradores, profissionais experientes nas áreas das engenharias e afins. Desta vez, a pergunta lançada no grupo partiu da colega Anny Caroline Assis Herculano. Ela gostaria de saber “(…) frente ao cenário dos avanços tecnológicos, e aliado a abertura das empresas para profissionais da programação, se essa área pode ser considerada a de maior potencial na contemporaneidade”.

Bem, na verdade, Anny destaca que tudo vai depender da área de busca de ofertas em questão. Mas que, no geral, a maioria das vagas de empregos lançadas no mercado recentemente considera atividades voltadas às linguagens como PHP, JS, C++, entre outras. Outro colega nosso, Daniel dos Santos Silva, ainda lembrou da programação Delphi, CLP e CNC. Então, pensando nisso tudo, qual será a relevância de se ter tal conhecimento na contemporaneidade? Afinal, por que seria interessante aprendermos a programar?

programação
Imagem reproduzida de Programador Viking

O que é programar, nos dias de hoje?

Nosso colega Rafael Rosa refletiu sobre essa questão também. Na opinião dele, hoje em dia, programar seria como, na comparação, o que foi um webdesigner no início dos anos 2000. Ou seja, não falta serviço para quem quer trabalhar na área. Mas a questão é que, infelizmente, falta mão-de-obra bem capacitada no mercado, apesar de haver vários cursos completos para quem quer seguir a carreira.

“Tenho um conhecido que largou Engenharia da Computação em uma renomada instituição do Brasil e foi morar na Europa, contratado por uma empresa para trabalhar com programação.”,

“Mês passado, voltou a morar de volta no nosso país, continuando a desempenhar suas atividades remotamente, meio período na empresa do exterior e outro período em uma empresa de Santa Catarina.”,

“Esta história é um exemplo de que, sim, tem muita oportunidade para quem quer programar!”

– disse Eduardo Mikail.

Daniel Silva diz que ele também já ouviu vários relatos da grande demanda de profissionais na área, que consequentemente inflaciona a remuneração dos mesmos. Portanto, é um nicho de mercado que pode-se considerar com muito carinho a entrar!

programação
Imagem reproduzida de Brasil Code

Por que profissionais deveriam aprender a programar?

Joana Patrícia de Matos Santos crê que os engenheiros, de modo geral, deveriam saber pelo menos o básico de programação, uma vez que é essencial à sua profissão e o mercado exige cada vez mais esse conhecimento, sobretudo se pensarmos na Indústria 4.0. Nesse caso, com o avanço da tecnologia, a programação seria uma grande aliada no desenvolvimento de métodos.

“Não consigo precisar se é área com maior potencial atualmente, mas certamente ele é gigantesco! A tecnologia sempre foi fator de otimização de processos. E estamos vivendo e presenciando revoluções profundas em todas as áreas. Então, com certeza é uma área que vale direcionar esforço e atenção!” – disse Cristiano Oliveira da Silva.

“Acho que a linguagem de programação é o menos importante, porque a linguagem se aprende qualquer uma depois que tiver a base em programação, o domínio da sua lógica, e mais. Nos anos 90, fiz colegial técnico de processamento de dados. E as linguagens que aprendi na época nem são mais utilizadas, mas a lógica ainda levo para minha vida em qualquer área que atuo.” – disse Rafael Rosa.

Veja Também:

Engenharia 360

Redação 360

Somos uma equipe de apaixonados por inovação, com “DNA” na Engenharia. Nosso objetivo é mostrar ao mundo a presença e beleza das engenharias em nossas vidas e toda transformação que podem promover na sociedade.

Comentários

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo