Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

6 melhores linguagens de programação para engenheiros(as)

por Larissa Fereguetti | 05/08/2019
Copiado!

Você já deve saber (e nós já falamos bastante sobre isso aqui no Engenharia 360) que a programação é quase o “idioma” do futuro, principalmente na Engenharia. No entanto, há tantas linguagens diferentes que é normal ficar um pouco perdido. Para te ajudar, fizemos uma listinha com as melhores linguagens de programação para engenheiros(as). Confira!

Linguagens de programação para engenheiros(as)

1| Python

Nós já falamos sobre o Python e como ela pode ser útil na Engenharia. A verdade é que Python faz de tudo um pouco: desde o simples Hello World até análises de dados profundas, estatísticas, banco de dados e redes. Isso sem falar na parte gráfica.

Além disso, Python é intuitiva, fácil de aprender e de alto nível (com instruções mais humanas). Python também é uma linguagem adequada para quem não entende nada de programação e quer começar a aprender.

linguagens de programação para engenheiros
Imagem: imperva.com

2| Java

O Java pode parecer um bicho de sete cabeças para algumas pessoas que não tiveram contato. Porém, é impossível negar que ele está por trás de muita coisa e que saber programar nesta linguagem é uma verdadeira carta na manga. Tanto que ele deveria estar no mesmo nível do Python nesta lista (considere dois números um).

Java está no Android, no Windows, no Mac, no Linux, no Raspberry Pi e em muito mais locais. Além disso, é uma linguagem poderosa.

linguagens de programação para engenheiros
Imagem: developers.redhat.com

3| Matlab

Uma das coisas mais comuns que existem na programação é ouvir que Matlab é coisa de engenheiro(a). Não mentiu. Matlab, a linguagem e o software, são voltados para o cálculo numérico.

Matlab é uma linguagem e faz de tudo um pouco: gráficos, resolve equações e matrizes complexas, análise estatística, simulação de diferentes programas, etc. Além disso, têm várias bibliotecas que poupam tempo de ficar criando as ações que devem ser feitas. Ainda, é uma linguagem prática e favorita de muitos na Engenharia.

linguagens de programação para engenheiros
Imagem: youtube.com

4| C++ e C

Old but gold, nós sabemos. Na verdade, C e C++ poderiam vir separados nesta lista. Porém, por praticidade, elas estão agrupadas. Isso acontece porque, apesar de serem linguagens bem diferentes, a sintaxe é bem parecida. Assim, uma vez que você aprende uma, só precisa entender a lógica da outra, sem se preocupar muito com a mudança da sintaxe.

Uma grande diferença entre elas (e talvez a maior) é que C++ é uma linguagem orientada a objetos (como Java). Por outro lado, o C é mais robusto, bem no estilo “faça você mesmo”/”reinvente a roda”, mas não deixa de ser poderosa. Às vezes, quando nenhuma das linguagens der conta do seu programa (seja por tempo de execução, eficiência e outros motivos), é ao C que você vai precisar recorrer. Então, não subestime o C.

linguagens de programação para engenheiros
Imagem: youtube.com

5| Visual Basic .NET

Visual Basic é uma linguagem de programação estrutura criada pela Microsoft. É uma linguagem considerada versátil e fácil. Além disso, ela é muito usada em empresas de diversos setores, o que a torna uma linguagem importante para quem quer conquistar uma vaga no mercado de trabalho.

linguagens de programação para engenheiros
Imagem: searchsqlserver.techtarget.com

6| SQL

SQL significa Structure Query Language, uma linguagem muito usada para banco de dados. Só esse fato já indica porque ela é tão importante: na era do big data, saber consultar, inserir, atualizar, excluir dados e mais ações em um banco de dados é essencial.

linguagens de programação para engenheiros
Imagem: purplefrogsystems.com
Copiado!
Engenharia 360

Larissa Fereguetti

Doutoranda, mestre e engenheira. Fascinada por tecnologia, curiosidades sem sentido e cultura (in)útil. Viciada em livros, filmes, séries e chocolate. Acredita que o conhecimento é precioso e que o bom humor é uma ferramenta indispensável para a sobrevivência.

Comentários