Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Funcionário do futuro: esse robô realiza demolição e ainda recicla o material retirado

por Bernardo Lopes Frizero | 12/04/2017
Copiado!

Você, engenheiro civil, já imaginou ter à sua disposição um prático robô para demolir paredes, limpar a bagunça e reciclar não apenas o material do entulho, como até mesmo a água? Se a resposta foi sim, aposto que vai gostar do que vai ler agora…

Crédito: ERO


O “robô de reciclagem” – ou ERO, como é chamado – foi projetado para desmontar eficientemente estruturas de concreto sem qualquer desperdício, poeira ou separação e permitir que materiais de construção recuperados sejam reutilizados em construções futuras. Ele faz isso usando um jato de água para rachar a superfície de concreto, separar os resíduos e embalar o material limpo, totalmente livre de poeira!

+Como funciona

Uma frota autônoma de EROs é colocada estrategicamente dentro do local a ser demolido, em seguida varrem os arredores e determinam uma rota com a qual eles serão executados durante a operação. Assim que a ERO começa a trabalhar, ele basicamente “some” com as paredes do local.
Seu princípio de funcionamento utiliza água de alta pressão. Ele suga e separa a mistura de agregado, cimento e água, que é reciclada de volta para o sistema. O agregado limpo é embalado em sacos, que são etiquetados e enviados para estações de concreto para uma próxima reutilização.

Crédito: ERO


O ERO usa menos recursos do que recebe, ou seja, nada é colocado em aterros ou enviado para  um processamento adicional; até mesmo o vergalhão é separado do concreto, poeira e ferrugem, ficando pronto para ser cortado e reutilizado imediatamente. Basicamente, cada parte da estrutura de suporte de carga é reutilizável para novos blocos de construção.

+Técnicas atuais

Hoje, os operadores controlam manualmente a maquinaria pesada de tamanho diferente, que consomem muita energia para esmagar a estrutura de concreto em pedaços empoeirados. A água tem que ser pulverizada constantemente com as mangueiras de fogo para impedir que a poeira prejudicial se espalhe. Após o trabalho feito, máquinas grandes pegam a vergalha e mistura de concreto e transfere para as estações de reciclagem fora da cidade, onde os resíduos são separados manualmente.

Crédito: ERO

+Vídeo

Veja melhor como ele funciona no víde abaixo, em espanhol:

O desafio com este projeto era separar materiais concorrentes com a desconstrução. O concreto é geralmente reforçado com uma malha de metal dentro.
Este projeto é uma excelente solução para a complexidade das técnicas de demolição de hoje, que consomem muita energia para criar um monte de resíduos. O robô de reciclagem simplesmente resolve este problema. Basta saber quando o produto chega de fato ao mercado e os valores envolvidos.
Fonte: IDSA
 

Copiado!

Comentários