Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Curva ABC na prática do Gerenciamento de Estoques

Engenharia 360

2 min

POR Jéssica Dias 17/11/2014

A curva ABC é uma técnica usada em gerenciamento de estoques quando se precisa analisar uma variedade de produtos que possuem diferentes níveis de significância e que precisam ser controlados ou manipulados de forma diferente.
O princípio por trás desta análise é o Princípio de Pareto, também conhecido como Regra 80/20, que significa que poucos (20%) são vitais e muitos (80%) são triviais. Este princípio tem sido aplicado em diversas áreas e, quando se refere à gestão dos estoques, significa que poucos itens representam 80% do valor do inventário.

estoque-blog-da-engenharia

Fonte: orplan.com.br


Como esta curva é gerada?

Para gerar a curva é preciso recolher os dados. O mais utilizado é o gasto anual por item, que pode incluir ou não os custos de manutenção e de pedido. Em seguida, os itens são organizados em ordem decrescente de impacto: dos que custam mais aos que custam menos.
Usando uma tabela no Excel, o impacto acumulado é calculado e então o estoque é dividido em classes.

gráfico-curva-ABC-blog-da-engenharia

Fonte: pingobox.com.br


Assim, ao aplicar este princípio e gerar a curva, teremos três classificações:
Categoria A: geralmente representa 15-20% dos itens, porém representa 80% do valor do estoque. Dando a devida atenção a estes produtos e procurando sempre sua otimização, é possível minimizar o aumento dos custos do estoque.
Categoria B: representa 30-35% dos itens em estoque e em média 15% do valor. Estes produtos podem ser gerenciados em estoque periódico e um sistema de inventário formal pode ser usado.
Categoria C: representa 50% dos itens, mas somente 5% do valor total. Muitas organizações podem usar um processo relativamente mais simples em torno desses itens.
A partir da classificação ABC inicia-se então a análise. O objetivo é encontrar áreas onde possa ocorrer renegociação de contratos, consolidação de fornecedores, mudança de metodologia ou estratégica sourcing, entre outros. Tudo isso podem proporcionar uma economia significativa ou garantir em estoque a disponibilidade dos itens de volume alto. De forma geral, esta análise pode levar a mudanças simples que podem trazer grandes benefícios e redução de custos a curto e médio prazo.
 

Referências:

BusinessDictionary, Purchasing Procurement Center.com, Management.about

Curva ABC
Engenharia de Produção
Gerenciamento de Estoques
Gráfico de Pareto

Jéssica Dias

Formada em Engenharia de Produção, apaixonada por melhoria de processos e tecnologia. Adoro ler e compartilhar aprendizados.

mais
Engenharia 360 Engenharia 360

VEJA TAMBÉM

6 Resultados
ENEL realiza consumo médio de energia durante a pandemia: aprenda a fazer a medição
Saiba como medir a capacidade produtiva
Volkswagen lança seu novo modelo CUV, o Nivus
Lançamento da primeira missão tripulada da SpaceX em parceria com a NASA é adiado por mau tempo
Conheça a cidade de Seattle nos Estados Unidos
3 programas para visualização de todos os seus aplicativos sociais em um só lugar | Lista 360
Podcast 360

Ouça ou baixe podcasts exclusivos da engenharia

Ver Todos

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ