Engenharia 360

Como escolher a pós-graduação em Engenharia ideal para você

Engenharia 360
por Victor Peron
| 04/07/2023 | Atualizado em 22/01/2024 5 min
Imagem de prostooleh em Freepik

Como escolher a pós-graduação em Engenharia ideal para você

por Victor Peron | 04/07/2023 | Atualizado em 22/01/2024
Imagem de prostooleh em Freepik
Engenharia 360

A pós-graduação em Engenharia é uma ótima forma de se atualizar, se especializar e impulsionar sua carreira. No entanto, com tantas opções disponíveis no mercado, pode ser difícil saber qual curso é o ideal para você.

No Engenharia 360, já discutimos sobre "Qual tipo de pós-graduação devo fazer?" e "Como se preparar para um mestrado em Engenharia?". Ainda mais recentemente, exploramos cursos alinhados às demandas do mercado, fornecendo conhecimentos atualizados das tecnologias em nosso cotidiano.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Neste artigo, destacamos a a ampla variedade de cursos de pós disponíveis atualmente, com ofertas de cursos das mais diversas faixas de preço e em instituições das mais diversas especialidades. Vamos ajudá-lo a escolher a pós-graduação em Engenharia ideal para você. E vamos discutir os principais fatores a considerar, como tipo de curso, instituição, metodologia e custo. Confira!

pós-graduação em Engenharia
Imagem de DCStudio em Freepik

Os tipos de cursos de graduação em Engenharia na modalidade EAD

Antes de considerar que tipo de curso que você deseja fazer, é preciso esclarecer que existem dois tipos principais de pós-graduação em Engenharia:

  • Lato sensu: também conhecida como especialização, é uma pós-graduação de curta duração, geralmente de 1 a 2 anos. Oferece uma formação mais abrangente, com foco nas aplicações práticas da Engenharia.
  • Stricto sensu: também conhecida como mestrado ou doutorado, é uma pós-graduação de longa duração, geralmente de 2 a 5 anos. Oferece uma formação mais aprofundada, com foco na pesquisa e na produção científica.

O Engenharia 360 teve a oportunidade de entrevistar o Prof. Dr. Mauro Moraes de Souza, Coordenador dos cursos de pós-graduação Lato Sensu do Centro Universitário da Faculdade de Engenharia Industrial (FEI). Ele compartilhou sobre a renovação completa da oferta de cursos de MBA Tech, que se baseia nos nichos de especialização da instituição para desenvolver cursos atualizados, alinhados com as demandas do mercado e da sociedade.

A partir dessa conversa, pudemos esclarecer nossos objetivos e obter insights valiosos. O Prof. Mauro nos ajudou a desmistificar um tema que causa certa controvérsia na Engenharia, que é a qualidade dos cursos EAD de graduação.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Evolução dos cursos EAD no Brasil

Vale ressaltar que, por exemplo, desde os anos de 1980, já existem na Europa cursos de graduação em Engenharia por correspondência. Eles têm auxiliado estudantes que moram em regiões de difícil acesso ou que possuem recursos financeiros limitados para frequentar um curso tradicional. É importante dizer também que essa modalidade tem formado grandes engenheiros desde aquela época. Em resumo, trazendo para a nossa realidade, este fato não permite avaliar se os cursos EAD de Engenharia do Brasil são bons, apenas nos dá uma ideia de que é possível haver cursos bons de Engenharia à distância.

Veja Também:

Marco na história: USP é classificada entre as 100 melhores universidades do mundo em ranking global

Os principais fatores a considerar na hora de escolher a pós-graduação em Engenharia

Já citamos no tópico anterior as duas modalidades de pós-graduação em Engenharia que existem. Na hora de escolher o curso ideal, você também deve considerar outros fatores, incluindo:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

  • Instituição: Escolha uma instituição de ensino reconhecida, com um bom corpo docente e uma infraestrutura adequada.
  • Metodologia: Escolha um curso que utilize uma metodologia ativa, que estimule a participação dos alunos e a construção do conhecimento de forma significativa.
  • Custo: Os valores variam de acordo com a instituição, o tipo de curso e a duração.
  • Área de atuação: Escolha um curso que seja relevante para a área em que você deseja atuar.
  • Objetivos profissionais: Defina seus objetivos profissionais e escolha um curso que o ajude a alcançá-los.
  • Disponibilidade de tempo: Por fim, considere sua disponibilidade de tempo para estudar e concluir o curso.

A importância da formação de competências nos alunos

Atualmente, as instituições de ensino, tanto de graduação quanto de pós-graduação em Engenharia e outras áreas do mercado, devem concentrar seus esforços em formar competências nos alunos, ao invés de uma aprendizagem puramente conteudista e teórica.

O foco deve ser desenvolver habilidades e capacidades que sejam relevantes e aplicáveis no mercado de trabalho!

Metodologia ativa

Um conceito importante mencionado pelo professor é o da metodologia ativa. Através dessa abordagem, os estudantes são encorajados a serem protagonistas do próprio aprendizado, engajando-se em atividades práticas, discussões, projetos e resolução de problemas reais. Enfim, a metodologia ativa estimula a participação dos alunos, promovendo a construção do conhecimento de forma mais significativa e colaborativa.

pós-graduação em Engenharia
Imagem de ijeab em Freepik

Veja Também: 10 áreas mais promissoras em que um engenheiro pode atuar

A qualidade dos cursos de pós-graduação disponíveis no mercado

Em um artigo anterior, discutimos os melhores cursos de pós-graduação em Engenharia disponíveis no mercado e destacamos a ampla gama de opções. Desde instituições renomadas, que geralmente oferecem uma seleção mais limitada de cursos, até instituições mais recentes, que tendem a oferecer uma variedade maior de cursos. Percebemos, claro, que há diferenças significativas nos valores cobrados. E essa diversidade justamente pode gerar dúvidas na escolha adequada.

O Prof. Mauro ressalta a importância de ter uma visão abrangente das diferentes opções, pois elas se enquadram em um espectro. Assim, os cursos de menor duração e em instituições mais recentes podem ser vistos como cursos de pós-graduação "iniciais", que proporcionam uma visão geral do assunto e são mais indicados para engenheiros em busca de competências diferentes ou para explorar áreas nas quais ainda não atuam.

Porém, os cursos de pós-graduação em Engenharia oferecidos por instituições especializadas no assunto devem ser considerados como programas mais avançados, com conteúdo aprofundado e maior relevância para o mercado. Esses cursos são altamente recomendados para profissionais que já atuam no setor e possuem experiência nas demandas específicas do nicho em questão.

pós-graduação em Engenharia
Imagem de Freepik

Considerações Finais

Diante desse panorama, é fundamental que os profissionais interessados em uma pós-graduação em Engenharia analisem cuidadosamente suas necessidades, objetivos e disponibilidade de recursos.

Além disso, é essencial pesquisar melhores as instituições, como sua situação diante do MEC, sua reputação, corpo docente qualificado e a metodologia de ensino adotada. Assim, será possível tomar uma decisão informada e optar pelo curso que melhor atenda às expectativas e contribua para o seu desenvolvimento profissional.

Se você tiver alguma dúvida ou sugestão sobre o tema de pós-graduação em Engenharia, não hesite em compartilhá-la nos comentários! Estamos aqui para ajudar e ansiosos para ouvir sua opinião.

Veja Também:


Imagens: Todos os Créditos reservados aos respectivos proprietários (sem direitos autorais pretendidos). Caso eventualmente você se considere titular de direitos sobre algumas das imagens em questão, por favor entre em contato com contato@engenharia360.com para que possa ser atribuído o respectivo crédito ou providenciada a sua remoção, conforme o caso.

Comentários

Engenharia 360

Victor Peron

Engenheiro Mecânico formado pela Fundação Educacional Inaciana (FEI); especialista em Administração Industrial; com mestrado com ênfase em Energia de Fluidos pela Escola Politécnica da USP; formação extracurricular em Matemática Aplicada no curso da Prandiano; e também experiência em CFD, utilizando principalmente o método dos elementos espectrais em solvers de código aberto.

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo