Engenharia 360

Linguagem de obras: decifrando os principais termos utilizados pelos técnicos

Engenharia 360
por Redação 360
| 14/07/2022 8 min

Linguagem de obras: decifrando os principais termos utilizados pelos técnicos

por Redação 360 | 14/07/2022
Engenharia 360

Quer ser um engenheiro civil ou arquiteto? Ou quem sabe precisará lidar com um engenheiro civil ou arquiteto em algum trabalho, talvez na construção ou reforma de seua casa? Então, seria interessante conhecer certas definições e termos mais utilizados por aqueles envolvidos nas obras. O que acha? Pensando nisso, nós, do Engenharia 360, montamos uma lista especial de palavras, como um mini-dicionário, pensando em te ajudar. Confira!

Os termos mais usados nas obras

Observação: antes de apresentarmos a lista que preparamos, precisamos esclarecer que alguns termos utilizados no canteiro de obras podem ter origem no inglês ou variar de acordo com a região do país em que se vive.

A

  • Adobe – tijolo maciço realizado com argila crua e não cozida.
  • Agregado – areia ou brita utilizada para fabricar o concreto.
  • Água de uma cobertura – plano inclinado de um telhado.
  • Água-furtada: como é chamado o vão entre as tesouras do telhado, como um sótão, com janelas que se abrem num volume para fora do telhado.
  • Alvenaria – estrutura constituída por tijolos, pedras naturais ou artificiais, em peças sobrepostas e ligadas ou não por uma argamassa, usadas na construção de paredes, muros e alicerces.
  • Andaime – plataforma provisória utilizada para que os profissionais da obra possam acessar elementos em alturas não alcançáveis do solo ou de outras plataformas pré-existentes.
  • Alicerce – a fundação, a base da edificação.
  • Argamassa – pasta de cimento e agregados, usada para assentamento de peças e para revestimentos.
  • Amarração – parte da armadura destinada a transmitir os esforços dessa peça para outra.
  • Armadura – estrutura feita com varões de aço, utilizada dentro das peças de concreto armado, de modo a suportar certos esforços.
termos técnicos
Imagem reproduzida de Prêmio Produtividade Do Mesmo Lado

B

  • Baldrame – tipo comum de fundação para pequenas edificações, constituída de uma viga, que pode ser de alvenaria, de concreto simples ou armado construída diretamente no solo, dentro de uma pequena vala, e que é mais empregada em casos de cargas leves, como de residência construídas sobre solo firme.
  • Barrote – elemento prismático de madeira bastante usado em construção civil.
  • Beiral – prolongamento do telhado para além da parede externa, protegendo-a da ação das chuvas.
  • Bate-estacas – equipamento de cravação de estacas por percussão.
  • Betão – o velho e conhecido concreto, material de construção composto por cimento, areia, brita e possivelmente adjuvantes.
  • Betoneira – máquina destinada a fabricar betão ou argamassa.
  • Bloco Cerâmico – elemento de alvenaria cozido, podendo ser classificado como de vedação ou estrutural.
  • Brita – agregado de diâmetro médio superior a 2mm.
termos técnicos
Imagem reproduzida de Tudo Construção

Veja Também: Razões para engenheiro ter proficiência em inglês [+ lista de termos técnicos no idioma]

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Continue Lendo

C

  • Caixilho – parte da esquadria que sustenta os vidros e folhas de portas e janelas.
  • Cal Extinta – nome dado ao Hidróxido de Cálcio (Ca(OH)2), material que é obtido pela junção da Cal Virgem – ao Óxido de Cálcio (CaO) – com água.
  • Corpo de Prova – pequeno espécime retirado de uma peça ou do mesmo “lote” de dado material do qual a peça a ser estudada foi feita, visando a sua caracterização mecânica; os mais comuns são os corpos de prova de concreto, utilizados para determinar a sua resistência à compressão.
  • Chapa – nome que é dado às estruturas laminares que estão sujeitas a esforços em seu plano.
  • Cimento – pó de cor cinza produzido a partir da moagem do Clínquer, juntamente com gesso, constituído por calcário, argila e gesso, entre outros aditivos; aliás CPN é a sigla para Cimento Portland Normal.
  • Cobogó – elemento vazado utilizado para construção de paredes com função decorativa, não estrutural.
  • Cobertura – parte do edifício destinada à sua protecção contra as intempéries.
  • Concreto – o mesmo que Betão.
  • Concreto Armado – o mesmo que Betão Armado.
  • Consistência – propriedade de uma argamassa ter maior ou menor resistência a uma dada deformação, sendo mais seca, plástica ou fluida,
  • Compressão – esforço que faz a peça tende a diminuir sua a dimensão segundo o eixo.
  • Croqui – esboço que os projetistas usam para representar suas primeiras ideias de um projeto.
  • Cunhal – canto de um edifício, onde duas paredes convergem, podendo estar marcado por um pilar ou pilastra de pedras lavradas.

D

  • Demão – nome dado a cada camada de tinta aplicada.
  • Desmonte – processo usado para extrair rochas por meios manuais ou explosivos.
  • Dilatação – diz-se do processo de aumento das dimensões de um material.
  • Drenagem – escoamento de águas através de drenos.
  • Drenos – estruturas, como tubos ou valas, destinadas a recolher e escoar águas.
  • Drywall – paredes executadas com gesso acartonado.
  • Duto – pequeno espaço que liga várias zonas do edifício onde se instalam tubos, cabos, entre outros.
termos técnicos
Imagem reproduzida de Jornal Cruzeiro do Sul

E

  • Eixo – nome da linha em torno da qual um objeto roda.
  • Emboço – é o revestimento da parede, feito com massa grossa.
  • Emulsão – é uma mistura heterogênea de dois ou mais líquidos, os quais normalmente não se dissolvem um no outro, mas, quando são mantidos em suspensão por agitação ou, mais freqüentemente, por pequenas quantidades de substâncias conhecidas como emulsificantes, formam uma mistura estável.
  • Escora – barra sujeita essencialmente a esforços axiais de compressão ou elemento de sustentação provisório, metálico ou de madeira, disposto sob as lajes e vigas, das estruturas de concreto, durante o seu processo de amadurecimento.
  • Esforços Axiais – esforços de tração ou compressão, que se geram na peça segundo o seu eixo.
  • Esforços Transversos – esforços que se geram na peça segundo um plano perpendicular ao seu eixo.
  • Estacas – um tipo de função usada em terrenos onde a resistência do solo é boa um locais muito profundo.

F

  • Fio de Prumo – dispositivo simples utilizado para verificar a verticalidade de uma superfície.
  • Flecha – distância entre o ponto em que uma laje ou viga não sofre deformação ideial e o ponto em que naturalmente ela sofre a deformação.
  • Flexão- esforço que faz tender a peça a comprimir-se acima do seu eixo e a estender-se abaixo ou vice-versa.
  • Fluência – aumento da deformação de uma peça ao longo do tempo, quando se aplica uma carga constante.
  • Fundação – infra-estrutura, direta ou indireta, de uma construção que recebe os esforços da estrutura e transmite-os ao solo.

G

  • Gabarito – traves de madeira implantadas ao redor da obra nas suas limitações, para auxílio da marcação e locação de elementos da construção.
  • Geminadas – designação dada a duas casas que têm uma parede comum ou igual, contudo, espelhada.
  • Gesso – material de construção obtido por junção de Sulfato de Cálcio moído com água.
  • Granito – rocha ígnea de várias cores constituída por quartzo, feldspato e micas, largamente usado na construção civil.
termos técnicos
Imagem reproduzida de Diário de Trás-os-Montes

Veja Também: Vai construir? Saiba o que levar em conta na etapa de planejamento [e evite os erros]

H

  • Habite-se – documento emitido pela prefeitura com a aprovação final de uma obra, permitindo ser habitada.
  • Hall de Entrada – pequena divisão do edifício situado à entrada e que dá acesso às demais divisões.

J

  • Junta de dilatação – espaço preenchido por materiais elásticos, destinado a absorver os movimentos provocados por dilatações e retrações dos materiais envolventes.

L

  • Laje – estrutura bidimensional plana destinada a receber esforços preferencialmente perpendicularmente ao seu plano, usada como pavimentação de pisos ou como cobertura.
  • Lambril – faixa inferior das paredes, na sua interface com o pavimento, também designado de rodapé.

M

  • Momentos Fletores – esforços que se geram na seção transversal da peça devido à sua flexão.
  • Momentos Torsores – esforços que se geram na seção transversal da peça devido à sua torção.
  • Montante – na hidráulica, no sentido da nascente ou direção oposta ao sentido do fluxo.
  • Muro de suporte – estrutura de contenção de terras.

N

  • Nível – aparelho utilizado para verificar a horizontalidade de uma superfície.
termos técnicos
Imagem reproduzida de Portal Construção Fácil

O

  • Ombreira – peças colocadas nas faces laterais da abertura da porta, que sustentam a cadeira.
  • Ogival – forma das abóbadas góticas.

Veja Também: Time da construção: conheça as 5 equipes de profissionais que atuam em canteiros de obras

P

  • Platibanda – acabamento superior das edificações, formado pelo prolongamento das paredes externas, acima do forro.
  • Palafita – colunas de madeira onde se constroem casas a distância do solo
  • Pé-direito – altura, medida pelo interior, entre o pavimento e a cobertura de um piso.
  • Pé direito duplo – pé-direito com altura próxima ou igual a 2x a altura do pé direito adotado como padrão da edificação.
  • Peitoril – base inferior de abertura de janelas, usualmente em mármores ou granitos, e geralmente assentados com a função de acabamento e impermeabilização.
  • Peitoril – também chamado de parapeito ou guarda corpo, parte inferior do vão de uma janela parede ou grade de proteção com medida até a altura do peito, à borda de janelas, varandas e terraços.
  • Perfil Metálico – nome dado às barras metálicas obtidas por laminação.
  • Permeabilidade – é a propriedade de um material de se deixar atravessar por líquidos e gases, controlando pela quantidade e tipo de aglomerante empregado.
  • Pilar – elemento de eixo vertical que submetido essencialmente esforços axiais.
  • Piso a piso (Brasil) – Altura, entre faces superiores, de pavimentos subsequentes
  • Placa – nome dado na gíria às lajes, estrutura bidimensional colocada na vertical e destinadas a receber esforços no seu plano.
  • Platibanda – faixa horizontal que emoldura a parte superior de uma edificação, com a função de esconder o telhado.
  • Plasticidade – é a propriedade que permite à argamassa deformar-se e reter certas deformações após a redução das tensões que lhe foram impostas; esta propriedade está ligada diretamente à coesão, consistência e retenção de água.
  • Platô – planície ou área plana em relação ao eixo horizontal.

Q

  • Quadriângulo – instrumento usado para retificação e verificação da esquadria de uma fundação e/ou paredes numa edificação.

R

  • Reboco – é um tipo de argamassa com que se alisam a paredes, preparando-a para receber a cal ou a pintura
  • Retração – quando um material tende a diminuir as suas dimensões.
  • Ripa – elemento colocado sobre as varas, onde apoiam as telhas da cobertura.
  • Rodapé – ornamento situado à junção das paredes com o piso, geralmente do mesmo material deste, cuja finalidade é a de proteger da água as paredes, além da função estética.
  • Roda-meio – semelhante ao rodapé, só que situado à cota média da parede.
  • Roda-teto – semelhante ao rodapé, situa-se à junção do teto com as paredes.
termos técnicos
Imagem reproduzida de Blok Impermeabilizantes

S

  • Sapata – estrutura contínua ou isolada, de interface entre os pilares ou paredes e a fundação.
  • Seção transversal ou seção perpendicular – representação da seção obtida por um corte segundo um plano perpendicular ao eixo da peça.
  • Sifão – dispositivo muito utilizado em lavatórios, para transportar um líquido de uma altura para outra mais baixa, passando por um ponto mais alto.
  • Soleira – parte inferior do vão de uma porta.

Veja Também: Por dentro da lei: saiba quais são as 6 responsabilidades técnicas envolvendo obras de construção civil

T

  • Tavela – tijolo cerâmico utilizado na fabricação de lages mistas, normalmente é apoiado entre as vigotas e não tem função estrutural, apenas de preenchimento.
  • Talude – plano inclinado que limita um aterro
  • Terça – elemento da cobertura que liga as tesouras.

V

  • Vão – espaço livre sob uma viga ou outro qualquer elemento estrutural.
  • Vara – elemento da cobertura colocado sobre as terças e perpendicularmente a estas.
  • Verga – juntamente da contraverga, elemento estrutura que auxiliam na distribuição de carga e tensões em uma construção, normalmente em portas e janelas.
  • Viga – elemento estrutural de eixo horizontal submetido essencialmente à flexão.
  • Vigota – viga de pequena secção transversal, normalmente pré-esforçada.
termos técnicos
Imagem reproduzida de Revista AdNormas

Fontes: Wikipedia, ArqWeb.

Engenharia 360

Redação 360

Somos uma equipe de apaixonados por inovação, com “DNA” na Engenharia. Nosso objetivo é mostrar ao mundo a presença e beleza das engenharias em nossas vidas e toda transformação que podem promover na sociedade.

Comentários



Assine nossa newsletter
e receba
uma curadoria exclusiva de conteúdos:

Continue lendo