Engenharia 360

Marinha do Brasil incorpora à sua frota importante submarino, o 'Riachuelo'

Engenharia 360
por Redação 360
| 06/09/2022 | Atualizado em 11/09/2022 3 min

Marinha do Brasil incorpora à sua frota importante submarino, o 'Riachuelo'

por Redação 360 | 06/09/2022 | Atualizado em 11/09/2022
Engenharia 360

Para reforçar a defesa de 8,5 mil km de costa marítima, a Marinha do Brasil recentemente incorporou à sua frota, na Base da Ilha da Madeira, no Complexo Naval de Itaguaí, no Rio de Janeiro, o primeiro dos quatro submarinos do tipo convencional adquiridos através do Programa de Desenvolvimento de Submarinos (Prosub). Infelizmente, não podemos comemorar muito, pois a entrega ocorreu cinco anos após o prazo previsto em cronograma, impactando também a entrega dos demais submarinos. Mesmo assim, apesar de os pesares, na solenidade estavam presentes o atual Ministro da Defesa, além de representantes do Exército e da Marinha.

submarino S-BR1 riachuelo
Imagem reproduzida de O GLOBO

Veja Também: Os 10 maiores porta-aviões do mundo [e o mais recente lançamento da China]

O novo submarino do Brasil

O S-BR1 – também chamado de ‘Riachuelo’, em homenagem à Batalha Naval do Riachuelo, ocorrida em 1865, durante a Guerra da Tríplice Aliança -, opera com propulsão diesel-elétrica. Ele possui seis tubos lançadores de armas, com capacidade para lançamento de torpedos eletroacústicos pesados, mísseis táticos do tipo submarino-superfície e minas de fundo. Eis os seus dados gerais:

  • 70,62 metros de comprimento,
  • 62 metros de diâmetro,
  • 1740 toneladas de deslocamento na superfície, e
  • 1900 toneladas de deslocamento de imersão.

A saber, esse modelo de submarino, S-BR, é derivado da classe francesa Scorpène. Inclusive, faz parte de um projeto original da empresa Naval Group. Só que teve seu projeto original modificado por engenheiros brasileiros e fabricado no parque industrial do Complexo Naval de Itaguaí pela Itaguaí Construções Navais (ICN). Pode-se dizer que a construção da embarcação só foi possível graças à realização da parceria estabelecida entre o Brasil e a França, e o programa que se propõe à ampliação da capacidade de proteção da chamada Amazônia Azul, área com dimensões de 5,7 milhões de km².

submarino S-BR1 riachuelo
Imagem reproduzida de Defesa Aérea & Naval
submarino S-BR1 riachuelo
Imagem reproduzida de Wikipédia

Veja Também: Os maiores, mais luxuosos e surpreendentes superiates do mundo

As perspectivas do Prosub

O Programa de Desenvolvimento de Submarinos (Prosub) integra um conjunto de estratégias da Marinha para o futuro do Brasil. Por hora, ter o S-BR já é considerado um salto tecnológico para o nosso país. Mas também está previsto no projeto a construção de um submarino armado com propulsão nuclear – também chamado pela sigla SCPN; sendo que, para isso, será necessário o apoio de uma Unidade de Fabricação de Estruturas Metálicas (UFEM), um Estaleiro de Construção (ESC) e outro de Manutenção (ESM), além de uma Base Naval. Fora que a Política Nacional de Defesa já impulsiona a capacitação de pessoal e contribui para a soberania nacional, em sua expressão tecnológica.

submarino S-BR1 riachuelo
Imagem reproduzida de Gazeta do Povo

Fontes: Yahoo.

Engenharia 360

Redação 360

Somos uma equipe de apaixonados por inovação, com “DNA” na Engenharia. Nosso objetivo é mostrar ao mundo a presença e beleza das engenharias em nossas vidas e toda transformação que podem promover na sociedade.

Comentários

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo