Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

CUIDADO! Saiba quais são os tipos mais importantes de Equipamentos de Segurança

por Simone Tagliani | 26/10/2021

A construção civil brasileira ainda é uma grande campeã de registros de acidentes graves em horário de trabalho. Isso é o que os especialistas chamam de ‘riscos mecânicos’ – que inclui quedas de alturas, choque com objetos e máquinas, e muitos mais. Tamanha é a importância deste assunto que indicadores – riscos físicos, químicos, biológicos, mecânicos, entre outros – são analisados por uma própria categoria da Engenharia, que é a Engenharia de Segurança no Trabalho.

O não conhecimento dos riscos por parte de alguns profissionais da área de construção civil – somado ao despreparo e descuido – pode levar a sérias catástrofes. Grandes empreendimentos contam com grupos de prevenção de acidentes e técnicos de segurança em tempo integral para dar orientações aos trabalhadores – aliás, isso é lei quando existem mais de 50 funcionários; e quando ultrapassa 100 é exigido 2 técnicos, um engenheiro e um médico plantonista. Mas mesmo empreendimentos menores também precisam tomar os cuidados necessários. Todos devem ficar atentos às manutenções das máquinas e utilizar equipamentos de proteção individual. Veja a seguir!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

segurança no trabalho
Imagem reproduzida de Blog – Conexa Saúde

Sobre os equipamentos de segurança (EPI)

As condições mínimas para um trabalhador estão descritas na NR-18, do Ministério do Trabalho. Além disso, é importante estar atento ao certificado de aprovação destes equipamentos de segurança – tanto para produtos fabricados no país quanto para os importados. Claro que alguns destes itens já são conhecidos por todos, como o capacete. Mas tem muito mais! Por exemplo, as botas de PVC e couro, as luvas de proteção, os óculos de segurança, o protetor auricular, avental, e muitos outros equipamentos. Eis uma lista básica:

Para a obra em geral

  • Cabo-guia ou de segurança: para ancorar à estrutura onde são fixas as ligações dos cintos de segurança;
  • Limitador de curso: que permite sobreposição segura dos montantes da escada extensível;
  • Gaiola de proteção: item existente na escada fixa do tipo marinheiro para evitar quedas de pessoas envolvidas na obra;
  • Rodapés e guarda-corpos: em passarelas e rampas, impedindo a queda de materiais e pessoas;
  • Plataforma de proteção: no perímetro da construção, para aparar materiais em queda livre;
  • Trava de segurança: sistema para travamento de máquinas e elevadores em momentos de acidente.

Para os funcionários

  • Protetor auricular: garante proteção dos ouvidos contra ruídos (como acima de 85db para oito horas de exposição);
  • Cintos de segurança: abdominal e paraquedista (este segundo, obrigatório para atividades em mais de 2 m de altura);
  • Luvas: para proteção de mãos e punhos (a exemplo dos modelos de neoprene, impermeável e anti transpirantes);
  • Uniformes: para a proteção do tórax e abdômen, além de sinalização de pessoas;
  • Protetor respiratório: para proteger as vias respiratórias da absorção de poeiras;
  • Óculos de proteção: para proteção dos olhos contra poeiras, fagulhas e mais;
  • Botas ou outros sapatos adequados: para proteger os pés de umidade e ácidos, precisam ter solado de poliuretano, podendo ou não ter biqueira de aço;
  • Capacete de segurança: proteção para cabeça durante queda de objetos e impactos, com regulagem para a cabeça.
segurança no trabalho
Imagem reproduzida de afaqalmanzil

Para as ferramentas

  • Mala de ferramentas: feita de nylon, com alça reforçada, estrutura interna de aço, barras emborrachadas, e vários compartimentos, e bolsos internos com zíper.

Veja Também: Economize dinheiro: saiba que ferramentas comprar para montar um kit básico para reformas e reparos

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Comentários

Engenharia 360

Simone Tagliani

Graduada em Arquitetura & Urbanismo e Letras; especialista em Artes Visuais; estudante de Jornalismo Digital e proprietária da empresa Visual Ideias - Redação, Edição e Produção de Conteúdos.