Portal Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Mulheres que mudaram a engenharia e a ciência: Hertha Ayrton

Engenharia 360

05/09/2018

POR Eduardo Slabocicor Cavalcanti 05/09/2018

  • engenheira
  • Hertha Ayrton
  • inventora
  • marie curie
  • Matemática
  • mulher
  • mulheres inventoras
  • mulheres inventoras que mudaram a engenharia e a ciência
  • mulheres na engenharia
  • mulheres que mudaram a engenharia
  • mulheres que mudaram o mundo

Nós já falamos várias vezes aqui no Blog da Engenharia sobre o tema mulheres e engenharia. A verdade é que, infelizmente, as mulheres sempre precisam provar que homens e elas são igualmente capazes de realizar qualquer tarefa. Nos últimos anos, a situação está mudando e há mais mulheres ingressando em cursos de engenharia. O problema é que a mudança é lenta e o preconceito está sempre enraizado. Para mostrar que não é de hoje que as mulheres estão revolucionando a engenharia, nós vamos fazer uma série especial de textos com as mulheres que mudaram a engenharia e a ciência. A primeira delas é Hertha Ayrton.

Hertha Ayrton

Imagem: bbc.co.uk

+ Mulheres inventoras que mudaram a engenharia e a ciência

Quando pensamos sobre uma mulher cientista/inventora/engenheira, o primeiro nome que temos em mente é Marie Curie. Isso não é um problema, já que ela foi brilhante. Porém, pouquíssimas pessoas conseguem nomear mais mulheres. Não é que as outras, como Hertha Ayrton, fossem menos brilhantes que Marie Curie. O problema é a falta de reconhecimento que as mulheres têm no meio científico de modo geral.

Há uma infinidade de mulheres que fizeram e que fazem ciência espalhadas por aí. Há mulheres dominando áreas da tecnologia tão bem como os famosos Elon Musk, Bill Gates, Mark Zuckenberg e outros, mas que não têm os nomes reconhecidos.

Hertha Ayrton, como nós vamos mostrar, lutava pelo devido reconhecimento das mulheres na ciência. Esse reconhecimento é importante porque ele mostra para outras mulheres, principalmente para as meninas que sonham em entrar na carreira científica, que as elas podem, sim, fazer o que quiserem.

Hertha Ayrton

Imagem: insight.ieeeusa.org

+ Quem foi Hertha Ayrton?

Hertha Ayrton nasceu em 1854 como Phoebe Sarah Marks, no Reino Unido. Ela foi uma engenheira, matemática e inventora inglesa. Ainda criança, ajudou a mãe a criar os irmãos quando seu pai faleceu. Aos 9 anos, foi para Londres estudar em um colégio que as tias dirigiam. Aos 16, ela já trabalhava como governanta para se sustentar e conseguir continuar estudando.

Em Cambridge, Hertha Ayrton estudou matemática, aprendeu física e participou de várias atividades. Porém, a universidade não fornecia diploma de graduação às mulheres. Em 1881, ela fez uma prova na Universidade de Londres e conseguiu o bacharelado em Ciências.

Hertha Ayrton

Imagem: jewishcurrents.org

Em 1885, Hertha casou-se com William Edward Ayrton, um físico e engenheiro eletricista que a influenciou na ciência. Foi auxiliando o marido que ela começou aprofundou seus estudos no arco elétrico. Dez anos mais tarde, ela publicou vários artigos descrevendo o fenômeno que explicava o problema de os arcos elétricos cintilarem e sibilarem.

Em 1899, Hertha Ayrton foi a primeira mulher a ler seu trabalho – um artigo chamado “The Hissing of the Electric Arc” – na Institution of Electrical Engineers (IEE). Mais tarde, ela foi a primeira mulher membro da instituição (a próxima mulher só conseguiu entrar em 1958). Ela também foi a primeira mulher a receber um prêmio Royal Society, mas não pode ler o seu trabalho diante da instituição justamente por ser mulher.

As pesquisas de Hertha Ayrton também ganharam o mundo. Ela faleceu em 1923, aos 69 anos, devido a uma picada de inseto.

+ Como Hertha Ayrton mudou a engenharia e a ciência?

Hertha Ayrton não teve uma vida fácil e batalhou muito para conquistar lugares que, na época, não aceitavam mulheres. Mesmo depois das dificuldades, ela não desistiu de estudar e provou, com determinação, que era capaz de fazer qualquer coisa.

Hertha Ayrton

Imagem: deviantart.com

Em 1884, a inventora patenteou uma linha divisória, um instrumento de desenho para dividir uma linha em qualquer número de partes iguais e ampliar ou reduzir figuras. Essa foi a primeira de muitas patentes que viriam a seguir. Ao total, Hertha Ayrton teve 26 patentes registradas em seu nome. Foram 13 de lâmpadas de arcos e eletrodos, 5 em divisores matemáticos e 8 em propulsão a ar.

Foi o sucesso dos trabalhos de Hertha Ayrton que permitiu que, posteriormente, outras mulheres pudessem ingressar em um mundo estritamente masculino. Suas pesquisas e invenções foram importantíssimas para diversas áreas da ciência. Um exemplo são seus trabalhos com o arco elétrico, os quais foram importantíssimos para a engenharia elétrica.

Hertha Ayrton

Imagem: artstation.com

Hertha Ayrton batalhava pelo reconhecimento das mulheres na ciência. Ela também era amiga de Marie Curie e lutou para que os trabalhos da cientista fossem atribuídos a ela e não somente ao marido. Enfim, Hertha Ayrton fez história e merece ser lembrada todas as vezes que procurarmos por grandes exemplos de mulheres na engenharia e na ciência.

Referências: Interesting Engineering; Wired; Independent; All About Circuits.

engenheira
Hertha Ayrton
inventora
marie curie
Matemática
mulher
mulheres inventoras
mulheres inventoras que mudaram a engenharia e a ciência
mulheres na engenharia
mulheres que mudaram a engenharia
mulheres que mudaram o mundo

Eduardo Slabocicor Cavalcanti

Escreve para a internet desde 2008 e tem paixão por consumir informação e descobrir coisas. Adora gatos, inovação e é curitibana – fala “duas vinas”, mas dá “bom dia” no elevador.

mais
Engenharia 360 Engenharia 360

VEJA TAMBÉM

20 Resultados
6 motivos para você conhecer o SOLIDWORKS World 2019
6 coisas que estudantes de engenharia podem fazer para aproveitar as férias
Lista de aplicativos para engenharia de Dezembro! Confira!
Telescópio com espelho de 39 metros de diâmetro está em construção no Chile
10 árvores de Natal feitas (certamente) por engenheiros(as)
7 filmes (não natalinos) para ver na Netflix no final de ano
7 coisas que engenheiros/estudantes de engenharia passam no Natal em família
O projeto de Pontes em Concreto
HP50G x TI NSpire - Quais as principais diferenças dessas duas calculadoras para engenharia?
BDE Explica: O que é cota de arrasamento?
Bioengenharia: conheça o rim artificial que promete substituir a hemodiálise
Startup fundada por brasileiro cria nanosatélite que promete soluções para a agricultura
Terminei a faculdade, e agora?
BDE Review: Scanner Portátil EPSON ES-300W para engenheiros
Como a Samsung DeX e o Galaxy S9 mudaram completamente o dia a dia de um engenheiro
Brasil perde R$56 bilhões por ano por falta de investimento em saneamento
Testamos o novo Motorola One. Confira nossa opinião!
Aplicativos para Engenharia: Confira nossa lista de Novembro!
Testamos a nova e incrível Xiaomi Mi Band 3, a pulseira inteligente chinesa
Descubra como usar a HP para o cálculo de vigas com o VigaG
Podcast 360
Ouça ou baixe podcasts
exclusivos da engenharia
Ver Todos

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ

20 Resultados
Titulo do Post
Titulo do Post
Titulo do Post
Titulo do Post
Titulo do Post
Titulo do Post
Escolha a engenharia do seu interesse