Engenharia 360

Plantas Forrageiras Híbridas: Nutrindo o Gado e Reabilitando Terras Agrícolas

Engenharia 360
por Redação 360
| 11/08/2023 4 min
Imagem reproduzida de Compre Rural

Plantas Forrageiras Híbridas: Nutrindo o Gado e Reabilitando Terras Agrícolas

por Redação 360 | 11/08/2023
Imagem reproduzida de Compre Rural
Engenharia 360

Nas últimas décadas, o Brasil se tornou o maior produtor, consumidor e exportador de sementes de plantas forrageiras no mundo, graças a avanços tecnológicos e ao desenvolvimento de sementes híbridas. A saber, essas espécies melhoram a produtividade das lavouras, são resistentes e ajudam a recuperar terras degradadas. Saiba mais sobre elas neste texto do Engenharia 360!

Plantas Forrageiras Híbridas
Imagem reprodução Wolf Sementes, via Jornal da USP

Veja Também: Canabidiol: a Engenharia explorando o potencial de planta como matéria-prima para papel e pólvora

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Qual é o objetivo do uso das plantas forrageiras na agricultura?

O objetivo do uso de forrageiras na agricultura é alimentar o gado, proporcionando uma fonte de alimento para o rebanho. No entanto, com os avanços das tecnologias de aperfeiçoamento de sementes, as forrageiras também têm se mostrado úteis na agricultura em geral. Quando semeadas sem (ou pouco) revolvimento de terra, elas tornam o plantio mais eficiente, preservam a saúde do solo e aumentam a rentabilidade das lavouras.

Inclusive, vale destacar que as forrageiras híbridas são especiais em comparação com as tradicionais devido ao cruzamento de espécies que originou essas sementes. Elas possuem características aprimoradas, como raízes mais longas e maior valor proteico.

Plantas Forrageiras Híbridas
Imagem reproduzida de Norte Agropecuário Noticias

Benefícios diversos

Os benefícios das forrageiras para o solo e a produtividade das lavouras são diversos. Elas têm raízes mais longas, o que permite uma absorção maior de água e nutrientes do solo. Isso faz com que as plantas cresçam de forma robusta e saudável. Além disso, o cultivo de forrageiras protege o solo durante o período entre a colheita e a semeadura de uma cultura, evitando a exposição do solo às intempéries e mantendo-o mais rico em nutrientes.

Veja Também: Como se Tornar um Especialista em Agrocomputação: Dicas e Recursos

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Como o uso de forrageiras pode aumentar a produção de proteína animal?

O uso de forrageiras se apresenta como uma alternativa promissora para aumentar a produção de proteína animal de forma sustentável e eficiente, contribuindo para sistemas agroalimentares mais resilientes e produtivos.

Com uma maior quantidade de proteínas nas forrageiras, os animais que se alimentam delas recebem uma dieta mais nutritiva, o que resulta em um aumento da produção de carne e leite. Isso é especialmente relevante para a pecuária, onde os animais alimentados com forrageiras de maior qualidade apresentam um melhor desempenho produtivo.

Plantas Forrageiras Híbridas
Imagem reproduzida de Portal do Agronegócio

Veja Também:

Conheça a história do agricultor suíço que ensina os brasileiros a "plantar água"

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Como as forrageiras híbridas podem ajudar na recuperação de solos degradados?

O cultivo de forrageiras tradicionais já protege o solo entre o período de colheita e o novo plantio de outras culturas de várias maneiras, incluindo a cobertura do solo, a retenção de água, a ciclagem de nutrientes e a supressão de plantas invasoras.

As forrageiras híbridas são especialmente mais eficazes na recuperação de solos degradados, que permitem acessar nutrientes e água em camadas mais profundas do solo, e maior resistência a condições adversas, como secas e pragas.

Como dito antes, o uso de forrageiras híbridas em rotação de culturas prepara o solo para o plantio de outras culturas posteriormente, como a soja. Além disso, pode dispensar o uso de arado, reduzindo a necessidade de insumos e melhorando a eficiência do processo de plantio.

Plantas Forrageiras Híbridas
Imagem reprodução Wolf Sementes, via Jornal da USP

Portanto, o uso de forrageiras - sobretudo híbridas - é uma prática importante para melhorar a saúde e fertilidade do solo, aumentar a produtividade das lavouras em áreas degradadas e contribuir para sistemas agroalimentares mais sustentáveis e produtivos.

Observação: chama-se sistema 'integração lavoura-pecuária-floresta' (ILPF) a realização de cultivo de forrageiras híbridas, que se tornam aliadas poderosas na busca por sistemas agroalimentares mais sustentáveis, aumentando a rentabilidade e diversificando a produção.

Veja Também:


Fontes: NeoFeed.

Imagens: Todos os Créditos reservados aos respectivos proprietários (sem direitos autorais pretendidos). Caso eventualmente você se considere titular de direitos sobre algumas das imagens em questão, por favor entre em contato com [email protected] para que possa ser atribuído o respectivo crédito ou providenciada a sua remoção, conforme o caso.

Comentários

Engenharia 360

Eduardo Mikail

Somos uma equipe de apaixonados por inovação, liderada pelo engenheiro Eduardo Mikail, e com “DNA” na Engenharia. Nosso objetivo é mostrar ao mundo a presença e beleza das engenharias em nossas vidas e toda transformação que podem promover na sociedade.

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo