Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Já ouviu falar sobre Dragagem? Entenda o que é e como é feita!

por Guilherme Menezes | 26/02/2021

Esse processo é realizado em rios, oceanos e barragens por todo o Brasil

A dragagem é processo é muito antigo e bastante utilizado e que consiste na remoção de sedimentos, sejam eles formados por rochas, lixo, areia ou terra. Esse processo é realizado no fundo de rios, lagos, portos, oceanos, lagos e até mesmo em barragens.

Os historiadores relatam que este processo é realizado há muitos anos. Era realizado há milhares de anos antes de Cristo, com técnicas primitivas ao redor do mundo. Na Grécia antiga foram construídos canais artificiais com finalidade de abastecimento e irrigação.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Alguns exemplos históricos que podemos usar como referência é a construção do canal da Babilônia, onde o rei Nabucodonosor foi o responsável e, dessa maneira, unia os rios Tigre e Eufrates. Outros indicadores foram de traços encontrados na Grécia, onde canais ligavam o Rio Nilo ao Mar Vermelho.

O mais longo e mais velho canal ainda existe, e é o Grande Canal da China, que possui mais de 1.600 km de extensão e a sua construção levou cerca de 2.000 anos.

Imagem do grande canal da china
Fonte: Magnus Mundi

Na Europa, os primeiros a construírem canais artificiais foram os italianos, mas os franceses possuem grande quantidade de canais e elevada extensão. A Holanda até hoje investe em tecnologia para a dragagem. E vale ressaltar que todos os grandes sistemas hídricos do norte da Europa estão conectados por canais artificiais.

Qual o objetivo da dragagem e quais equipamentos são utilizados?

A dragagem é dividida em quatro tipos, com diferentes objetivos. Um deles é para implantação e aprofundamento que é realizado para o desenvolvimento portuário. E o que isso quer dizer? Devido à necessidade de receber navios com maiores calados, é evidente a necessidade de maiores profundidades de lâminas d’água nos canais de navegação, assim sendo necessária a dragagem.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Outro tipo deste processo é a dragagem de manutenção, que é de grande necessidade pois garante a profundidade da lâmina d’água, que ao longo do tempo é diminuída devido o assoreamento. Se feita a devida manutenção, a navegabilidade e execução de manobras podem ser realizadas sem risco à segurança da navegação.

Outro setor em que é utilizada a dragagem é o da mineração, no qual esse processo é realizado para a extração de minerais com valor econômico.

E por fim, mas não menos importante, o processo de dragagem pode ser utilizado também para a recuperação ambiental, onde é feita a limpeza de áreas contaminadas, realizando a remoção de materiais a partir de equipamentos especializados, assim evitando a suspensão destes materiais.

Imagem de draga em operação
Fonte: Portos E Navios

Para realizar o processo de dragagem, o equipamento a ser utilizado varia conforme a tipologia dos sedimentos. Pode se utilizar 3 tipos de draga, que são:

  • Mecânicas: utilizadas para remoção de cascalho, areia e sedimentos muito coesivos como argila e silte altamente consolidado;
  • Hidráulicas: utilizada para a remoção de areia e silte pouco consolidado;
  • Sucção: método análogo a um aspirador de pó, onde a partir de um jato de água o material é desagregado e por meio de um bocal de aspiração ele é aspirado e levado junto com a água aos tubos de sucção.

E no Brasil, onde se aplica?

No Brasil, o processo de dragagem pode ser realizado em todo território nacional, como, por exemplo, para a realização de aprofundamento dos leitos dos rios para garantir sua navegabilidade, assim como em regiões portuárias, onde também há a necessidade de garantir profundidade adequada do leito.

Draga em operação em Barragem
Fonte: Vale

Na área de mineração, esse processo já é muito utilizado e bastante difundido, sendo importante destacar seu papel na realização da manutenção de barragens de rejeito, com o objetivo de manter a segurança estrutural e evitar acidentes, como observados nos últimos anos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Importante considerar processos de dragagem para recuperação ambiental, além dos rios e portos que podem ter sua capacidade logística ampliada através de obras de aprofundamento e manutenção de seus leitos.

Leia também: O que precisa ser feito para solucionar os problemas decorrentes das enchentes?

E você, já conhecia esse processo? Comente!

Comentários

Engenharia 360

Guilherme Menezes

Engenheiro Civil, nascido e criado em São Paulo. Atua na área de projetos de Infraestrutura, estruturas e portuária. Se interessa por economia, atualidades e inovação.