Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Engenheiros criam tecnologia para automatizar estação na Antártica

Engenharia 360

2 min

POR Larissa Fereguetti 22/07/2019

Por mais inóspita que a Antártica (ou Antártida, se você preferir) pareça, ela é um importante centro de estudo de pesquisas no mundo todo. Um exemplo é de uma estação de pesquisa remota e desocupada que fez medições importantes referentes ao clima. Tudo isso só foi possível graças a uma tecnologia inovadora desenvolvida por alguns engenheiros.

Os pesquisadores responsáveis pela tecnologia são da British Antartic Survey (BAS). Ela foi desenvolvida para que a estação pudesse continuar sua operação durante os meses de inverno.

O problema que motivou a solução foi que algumas rachaduras na plataforma de gelo tornaram a permanência dos pesquisadores durante o inverno perigosa. Com isso, a equipe que deixou o local no verão, em fevereiro, instalou um sistema de energia autônomo capaz de gerar até 30kW de potência e executar os instrumentos de medição. Alguns exemplos das medições que ela faz são relacionadas ao clima e ao ozônio.

Antártica
Imagem: phys.org

Para isso, foi usada uma micro-turbina Capstone C30 parecida com um motor a jato. Tal turbina fica em um contêiner de temperatura que foi especialmente projetado para a engenhoca. Há alimentação contínua de combustível. Todo o sistema pode ser controlado da sede da  British Antartic Survey (que fica em Cambridge).

Tal obra de engenharia permitiu que a coleta de dados fosse realizada durante os meses frios e escuros. O maior desafio é manter o fornecimento contínuo de combustível e garantir a estabilidade da temperatura. O fato de ter continuado sem falhas até o inverno é uma grande conquista para a ciência e para a engenharia.

A perspectiva é de que, agora, locais mais remotos possam ser controlados da mesma maneira. Além disso, outras medições podem ser feitas em diferentes locais. É quase uma situação semelhante ao controle de satélites no espaço, porém no gelo (e sem sair da terra firme – ou melhor, gelo firme).

E mais uma vez, o dia foi salvo pelos(as) engenheiros(as).

Referências: Phys.org

Antártica
Antártida
estação antartida
expedição
medições climáticas

Larissa Fereguetti

Doutoranda, mestre e engenheira. Fascinada por tecnologia, curiosidades sem sentido e cultura (in)útil. Viciada em livros, filmes, séries e chocolate. Acredita que o conhecimento é precioso e que o bom humor é uma ferramenta indispensável para a sobrevivência.

mais
Engenharia 360 Engenharia 360

VEJA TAMBÉM

6 Resultados
3 coisas que um engenheiro deveria olhar ao comprar um fone de ouvido
Pesquisadores desenvolvem ferramenta portátil para detecção de cianotoxinas
Substituição no anodo de grafite pode melhorar as baterias recarregáveis
Bombeamento de água subterrânea interfere na vazão de rios: veja efeitos nos EUA
Curso de especialização na Europa pode ser mais barato que um MBA no Brasil
Novo sistema de prótese manual promete maior precisão e treinamento mínimo
Podcast 360
Ouça ou baixe podcasts
exclusivos da engenharia
Ver Todos

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ

6 Resultados