Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Como usar sua nota do ENEM para cursar engenharia? | 360 Explica

por Clara Ribeiro | 06/08/2020
Copiado!

Será que o seu desempenho no ENEM pode te dar uma mãozinha para entrar na faculdade de engenharia? Confira!

Muitos se perguntam sobre a possibilidade de usar a nota do ENEM para ingressar em cursos de engenharia. Afinal, o Exame Nacional do Ensino Médio se tornou uma das avaliações mais importantes do Brasil. Isso porque, além de constatar o nível de conhecimento dos participantes, o resultado funciona como nota de corte em diversas instituições de ensino.

Atualmente, ter um bom desempenho no ENEM chega a ser mais relevante do que os próprios vestibulares tradicionais. E isso tanto para engenharia quanto para quaisquer áreas acadêmicas.

Ou seja, dá sim para usar a nota do ENEM para estudar engenharia, contanto que a universidade tenha aderido a esse método de seleção. Hoje em dia há como aproveitar de programas especiais do governo e também de iniciativas das próprias faculdades.

CADERNOS DO ENEM

O que acha de conhecer quais são as suas chances de cursar uma graduação aproveitando sua nota do ENEM? Falaremos sobre as possibilidades a seguir!

SiSU para engenharia em universidades públicas

O SiSU – Sistema de Seleção Unificada é um programa do governo federal que oferece vagas em cursos de graduação em universidades públicas de todo o País.

Dá para se candidatar duas vezes ao ano em oportunidades de diversas instituições, sejam federais, estaduais ou municipais. Inclusive nas de engenharias. O programa ocorre no início de cada semestre.

A saber, cada uma apresenta suas próprias normas, como a nota de corte para nivelar as possibilidades de ingresso entre os candidatos. Você utiliza a sua nota do ENEM do ano anterior como base para escolher duas opções de cursos. Lembrando que o SiSU não permite nota zero na redação.

Média de pontuação para engenharias no SISU

As vagas de engenharia ofertadas pelo SISU estão entre as mais concorridas. Sendo assim, as notas de corte tendem a aumentar muito, fazendo com que o ingresso seja bem mais difícil do que para outros cursos.

A saber, conforme os cursos forem sendo escolhidos pelos candidatos durante as inscrições, as notas de corte vão se modificando, ficando mais altas ou mais baixas.

Então, a dica é que você procure se inscrever o quanto antes, de preferência no primeiro dia, para depois ir acompanhando se as vagas solicitadas permanecem dentro do alcance de sua nota do ENEM.

Nos últimos processos do SISU, a média para se candidatar em cursos de engenharia foi de 680 pontos. 830 foi a maior nota de corte vista. Mas tudo vai depender da instituição de ensino, assim como do tipo de engenharia requisitado. A mais concorrida é Engenharia Civil.

Prouni para engenharia em faculdades particulares

Também podemos falar sobre o Prouni – Programa Universidade Para Todos, um dos mais conhecidos pelos participantes do ENEM. Foi o primeiro sistema criado pelo governo para viabilizar o uso da nota do exame para ingresso em faculdades. Ao contrário do SiSU, são vagas de graduação em instituições particulares.

O Prouni oferece bolsas de estudo para quem obteve média maior que 450 pontos nas disciplinas gerais e não zerou na redação. Há bolsas de 50%, nas quais o governo paga a metade das mensalidades, e de 100%, que dá a gratuidade total do curso para os contemplados.

Vale frisar que um dos critérios para poder ser admitido por alguma das bolsas do Prouni é comprovar que não possui condições financeiras para arcar com as mensalidades. Por isso, além da nota do ENEM, são pedidos documentos que atestem a renda familiar e per capita.

Média de pontuação para engenharias no Prouni

Atualmente, pode-se candidatar em cursos de engenharia a distância ou presenciais pelo Prouni. E a média para ingressar em uma das vagas nas diversas engenharias de instituições privadas é de 640 pontos. Há algumas mais concorridas que possuem a nota de corte bem mais alta, entre 800 e 850 pontos, dependendo do tipo de engenharia.

FACULDADE DE ENGENHARIA

FIES para financiar a graduação em engenharia

O FIES – Fundo de Financiamento Estudantil, é mais uma possibilidade para quem deseja estudar engenharia, mas não apresenta condições atuais de arcar com as mensalidades.

Como o nome indica, é um financiamento. Ou seja, você não paga agora, mas deverá acertar as contas posteriormente.

O governo pede que o estudante comece a quitar as dívidas com a faculdade somente após a conclusão do curso. E oferece melhores condições de pagamento, com juros baixos e prazo longo.

Para conseguir fazer parte do programa, assim como o Prouni, é preciso comprovar baixa renda. A nota do ENEM deve ser pelo menos 450 nas disciplinas gerais e mais que zero na redação. Há uma série de requisitados determinados pelo Ministério da Educação.

Média de pontuação para engenharias no Prouni

O FIES não possui uma média muito alta para a nota de corte dos cursos de engenharia. Portanto, é diferente do Prouni e Sisu, os quais vimos até agora. Com 550 pontos geralmente já se consegue uma vaga em alguma faculdade privada. As notas mais altas estão na casa dos 700 pontos.

Nota do ENEM usada como vestibular de engenharia

Muitos estudantes não sabem, mas a nota do ENEM também está sendo utilizada como substituição do vestibular de diversas universidades, tanto públicas quanto particulares.

Nesse caso, em vez de você fazer a prova referente à faculdade que deseja, deve fazer a inscrição e apresentar a sua nota do ENEM do ano anterior. Normalmente pedem pelo menos 800 pontos na redação, o que é bem difícil, e 75% de acertos nas disciplinas gerais.

Engenharia em faculdades de Portugal

Por fim, uma possibilidade que muitos desconhecem do uso da nota do ENEM. Desde 2014 o governo brasileiro e o MEC possuem uma parceria com diversas instituições de ensino superior privadas de Portugal.

As universidades credenciadas no acordo aceitam a candidatura de estudantes recém-formados do ensino médio no Brasil que desejam se graduar no país europeu.

De acordo com informações atuais, a nota do ENEM é aproveitada para que o brasileiro seja aprovado na faculdade. Contudo, não é conferido nenhum benefício financeiro. As mensalidades e demais despesas ficam a cargo do futuro aluno.

E então, ficou animado para se graduar em engenharia com a sua nota do ENEM?

Copiado!
Engenharia 360

Clara Ribeiro

Jornalista especializada em arquitetura e engenharia. Ávida consumidora de informação; viciada em produzir conteúdo; amante das letras, das artes e da ciência.

Comentários