Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Como a cadeira gamer pode melhorar a qualidade de vida na engenharia?

por Eduardo Mikail | 20/11/2018
Copiado!

Em uma busca na internet, não é difícil encontrar alguma reportagem sobre o aumento dos problemas físicos acarretados pelo aumento do uso da tecnologia. Dentre eles, um dos principais é a dor nas costas. Afinal, muita gente passa horas sentado na frente do computador ou estudando com uma postura inadequada. É aí que entra a ergonomia e o fato de que, felizmente, as pessoas resolveram usar a tecnologia para aumentar o conforto ao lidar com a própria tecnologia. Uma das maravilhas que surgiu nesse contexto foi a conhecida como cadeira gamer. Apesar do nome específico, as cadeiras gamers podem melhorar (e muito) a qualidade de vida de um engenheiro/estudante de engenharia. Para comprovar, tivemos a nada difícil e superconfortável experiência de testar uma delas.

Imagem: tuavida.com

+ Como a cadeira gamer pode melhorar a qualidade de vida de um engenheiro/estudante de engenharia?

Como engenheiro(a), é provável que você passe horas sentado trabalhando, seja no computador ou analisando documentos. Como estudante de engenharia, certamente você passa muitas horas sentado estudando (ou, pelo menos, deveria, não e mesmo?). Consequentemente, depois de horas na mesma posição, é possível que você levante com o corpo dolorido. Bom, aqui vai uma dica bem óbvia que vai mudar sua vida: não é preciso ser gamer para ter uma cadeira gamer.

As cadeiras gamers levam esse nome porque, normalmente, essas pessoas passam muitas horas (ou dias) na frente do computador (essa situação não é muito diferente de um estudante de engenharia no final do semestre…). Então, seja para jogar, trabalhar ou estudar, o conforto é essencial e pode poupar incômodos futuros devido a problemas de coluna.


Leia também: Cadeira de rodas inovadora permite que usuários levantem e se locomovam


+ Review: cadeira gamer Ecadeiras

Nós recebemos uma cadeira gamer do Ecadeiras para testar. O modelo foi a Daytona Preta. Por ser discreta e ter um design moderno, essa cadeira encaixa em vários ambientes, seja qual for a decoração do escritório, do quarto ou do local onde ela ficará. Se você preferir, há outras cores e modelos. Ela é forrada com material resistente e faz com que você permaneça sentado em uma posição confortável.

Imagem: Reprodução

É possível ajustar a altura do assento, inclinar o encosto em até 180 graus (e ficar praticamente deitado) e ajustar a altura dos apoios de braço. Ela é giratória e, ainda, as rodinhas facilitam a locomoção e também evitam arranhões no piso.

Se você acha ruim estudar ou trabalhar, certamente uma cadeira gamer vai tornar sua rotina mais confortável. Da mesma forma que você investe em um colchão para ter uma noite de sono melhor, investir em uma cadeira pode tornar seu trabalho/estudo mais agradável e menos fatigante. Basicamente, é um investimento a longo prazo, visto que a melhora da postura pode fazer com que você evite problemas futuros.

Imagem: Reprodução

+ Dicas:

Além de uma cadeira ergonômica, aqui vão algumas boas práticas para você que passa muito tempo sentado:

– Alongue-se periodicamente;

– Levante em intervalos de tempo regulares e caminhe;

– Mantenha os pés apoiados no chão;

– Cuidado com o pescoço: regule a altura do monitor, se for preciso;

– Pratique atividades físicas e cuide da saúde.

Agora, que você já está com todas as dicas anotadas, é só colocar em prática e ver o quanto a sua qualidade de vida melhora.

Imagem: douradosnews.com.br

Copiado!
Engenharia 360

Eduardo Mikail

Engenheiro Civil, empresário e empreendedor digital. É fundador do Engenharia 360 e sócio-fundador da Bronks content., produtora de conteúdo e projetos digitais. Formado em Engenharia Civil e Administração com especialização em Marketing pela ESPM, já trabalhou em uma das maiores construtoras do país e hoje está à frente da Mikail Arquitetura e Engenharia. Interessado por tecnologia, iGadgets e nas horas vagas curte viagens, música e fotografia. Segue lá no Instagram @eduardomikail

Comentários