Engenharia 360

Dia histórico: Brasília é a primeira capital brasileira com sinal 5G

Engenharia 360
por Daiane J. Silva
| 06/07/2022 3 min

Dia histórico: Brasília é a primeira capital brasileira com sinal 5G

por Daiane J. Silva | 06/07/2022
Engenharia 360
O dia de hoje inicia um marco nas telecomunicações e em como trataremos nossa conexão com a Internet daqui por diante. Oficialmente, a partir de hoje, 6 de julho de 2022, teremos o primeiro sinal de 5G na cidade de Brasília, Distrito Federal. Ao ler isto, você deve estar pensando que já possui conexão 5G há algum tempo, porém, estamos falando do 5G Standalone (5G Puro), visto que, até então, a frequência utilizada era a mesma do 4G.
Brasília
Imagem reproduzida de TELETIME News

No Brasil, em especial, a implementação da quinta geração ou 5G foi mais complexa. Em parte, pela burocracia e demora no leilão de frequências, e porque a frequência utilizada pelas antenas para o 5G é de 3,5 gigahertz (banda C), a mesma utilizada por TVRO (Television Receive Only) – a famosa TV parabólica.

Desta forma, para acelerar a implementação da tecnologia no país, foi feito um compartilhamento com a tecnologia de quarta geração (LTE). Porém, agora, os sinais começarão a chegar para os usuários com frequência própria, abrindo caminho para todo o potencial tecnológico que vem com o 5G.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

sinal 5G
Imagem reproduzida de Diário do Poder

A saber, a tecnologia irá permitir melhor implementação de, por exemplo:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

  • Internet das Coisas (IoT),
  • Metaverso,
  • Direção autônoma,
  • Altas taxas de download,
  • Drones com longo alcance,
  • Realidade Virtual,
  • e diversas aplicações que nem sequer foram pensadas.

Mas por que Brasília? Bem, a cidade foi escolhida como a pioneira devido a sua facilidade de implementação, já que o 5G exige mais antenas em menor distância. Inclusive, o Gaispi (Grupo de Acompanhamento da Implantação das Soluções para os Problemas de Interferência), que coordenada a “limpeza” da faixa de 3,5GHz para o 5G, informou que a cidade possui hoje uma cobertura de 80% de antenas espalhadas pela capital. Além disso, é necessária a realocação (Refarming) da frequência das TVs parabólicas para o 5G, de modo a garantir que não haja interferência no sinal de TV por parte das operadoras.

sinal 5G - Brasília
Imagem reproduzida de Globo | Infográfico de G1 elaborado em 02/11/2021

No início da semana, diversos testes foram feitos pela Gaispi, os quais mostraram que não havia nenhum empecilho para as ativações do sinal na cidade. Mas nem tudo é tão simples quanto parece! Após a liberação da faixa de frequência do 5G, será necessário ainda pagar à Anatel por estação rádio base uma quantia de R$1.340.

Além de Brasília, outras capitais brasileiras estão na fila de implementação do sinal, entre elas São Paulo, Belo Horizonte, Porto Alegre e João Pessoa. Espera-se que até 29 de setembro deste ano todas as capitais estejam com a frequência do 5G implementada.

Veja Também: Telecomunicações: entenda a importância dos avanços na tecnologia de chamada de voz em 5G


Fontes: G1.

Engenharia 360

Daiane J. Silva

Engenheira eletrônica e de telecomunicação formada pela Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais, Feminista, Geek. Fala sobre tecnologia, acessibilidade, empoderamento, educação, negócios e diversidade.

Comentários

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo