Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Avião com asa treliçada reduz o consumo pela metade

por Bernardo Lopes Frizero | 19/09/2016
Copiado!

Crédito: Interesting Engineering

Crédito: Interesting Engineering


Os resultados do desenvolvimento de um projeto da NASA juntamente com a Boeing podem significar que no futuro viajar de avião seja bem mais barato e polua menos o meio ambiente do que nos dias de hoje.
As primeiras informações divulgadas pela parceria entre as duas empresas mostram que foi alcançada uma economia de cerca de 50% no consumo de combustível do avião, número bastante expressivo e também interessante para o consumidor. O custo operacional médio de um voo indica que quase um terço do valor da passagem está atrelado aos enormes gastos com combustível.
 

+Como funciona?

Apesar da redução do consumo de combustível e consequentemente de dióxido de carbônico ser bem considerável, o conceito por traz disso na verdade é  bastante simples, sendo apresentado para um estudante dos primeiros períodos Engenharia Civil ou Mecânica nos primeiros períodos.
O conceito apresenta em cada uma de suas asas um eixo de sustentação em forma de triângulo, ou em termos técnicos, em formato de treliças diagonais. Por mais impressionante que possa parecer, apenas esse conceito e alguma noção levemente aprofundada em aerodinâmica foram capazes deste feito tão significativo.
Para se ter uma noção da importância da sustentação das asas, é só fazer um rápido cálculo tomando um Boeing 747 como exemplo: seu peso total é de cerca de 180 mil quilos, enquanto cada asa pesa aproximadamente 43 mil quilos, ou seja, somadas, as asas possuem metade do peso total da aeronave. Então já é possível perceber que qualquer  melhora na eficiência do controle desse peso irá gerar uma economia enorme em termos energéticos.
Apesar dos resultados animadores apresentados, ainda é necessário uma série de análises para verificar se o conceito é viável e seguro. Para isso, são precisos inúmeros testes e um tempo significativo até que haja um parecer mais concreto. Se o conceito vir a ser produzido, a indústria da aviação deve sofrer uma enorme reformulação ao longo dos anos e quem mais vai ganhar com isso somos nós consumidores!
Fonte: Interesting Engineering
 

Copiado!

Comentários