Engenharia 360

'Portão do Inferno' pode ser 'apagado' depois de quase 50 anos [Entenda!]

Engenharia 360
por Redação 360
| 13/01/2022 2 min

'Portão do Inferno' pode ser 'apagado' depois de quase 50 anos [Entenda!]

por Redação 360 | 13/01/2022

Uma das maiores atrações do Turcomenistão é a sua ‘Portão do Inferno’. Trata-se de uma grande cratera, com 70 metros de diâmetro e 20 metros de profundidade, localizada em área de deserto na vila de Derweze, a leste do Mar Cáspio e 260 quilômetros ao norte da capital Achkhabad. Ela ‘cospe’ fogo desde os anos 70, quando o governo da União Soviética tentou explorar o solo na busca de petróleo e gás natural. Mas, na ocasião, houve um erro de cálculo, o chão sob a plataforma cedeu e abriu o buraco. A decisão tomada em seguida foi ainda pior. Temendo que a cratera emitisse gases venenosos, os cientistas tomaram a decisão de queimar. Porém, as chamas jamais acabaram.

Turcomenistão
Imagem reproduzida de R7

Nova decisão do governo local com relação ao ‘Portão do Inferno’

O polêmico presidente do Turcomenistão, Gurbanguly Berdymukhamedov, quer dar fim ao incêndio da cratera de Derweze. Alguns poderiam pensar que isso é por conta de uma crença espiritual, pensando em outros discursos já realizados por este gestor. Mas, não. De acordo com ele, seria importante acabar com tal queima do ‘Portão do Inferno’ por que, a mesma, poderia estar causando efeitos negativos sobre o meio ambiente e a saúde dos habitantes locais. Gurbanguly alega que apagar o fogo pode reduzir o ganho com potenciais exportações de gás que poderiam estar sendo explorados para obtenção de lucros significativos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Turcomenistão
Imagem reproduzida de UOL
Turcomenistão
Imagem reproduzida de Trends BR
Turcomenistão
Imagem reproduzida de ik-ptz.ru

Escreva nos comentários qual a sua opinião sobre o caso! Será que a queima do ‘Portão do Inferno’ pode mesmo ser causa de efeito estufa e de problemas de saúde? Ou mesmo que o fogo está mesmo comprometendo potenciais exportações de gás do país? E como dar fim ao incêndio?

Veja Também: Cratera gigante assusta zona rural do México [veja quais as hipóteses para o seu surgimento]


Fontes: Revista Monet, G1.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Comentários

Engenharia 360

Redação 360

Engenharia para todos.