Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Orçamento da manutenção: quais são os custos principais?

por Kaíque Moura | 29/03/2017
Copiado!

Créditos: Economia - Cultura Mix

Créditos: Economia – Cultura Mix


Nas industrias, sabemos a importância de cada setor no atingimento de metas. Por meio delas, é possível enxergar a contribuição de cada um dos colaboradores no setor a qual eles pertencem. Na manutenção não é diferente. Nas fábricas, podemos notar que a manutenção mantém a eficiência da linha na medida do possível, dando suporte, conserto e disponibilidade às máquinas.
Créditos: www.opetroleo.com.br

Créditos: www.opetroleo.com.br


Sendo assim, é necessário ter um adequado e sincronizado gerenciamento dos recursos financeiros desse setor, incluindo os sobressalentes. Despesas com pessoas e contratos com terceiros, por exemplo, são pontos importantes a serem observados.
Podemos definir a identificação dos principais elementos de custos envolvidos no processo de Manutenção como sendo o grande objetivo da área. Ao elaborar seu orçamento para o ano seguinte, cabe aos gestores discutir juntamente com seus técnicos como pode ser reduzido os custos sem interferir negativamente na atuação da equipe e nas necessidades da área.

A questão que surge é: quais são os itens que compõe o orçamento da Manutenção? Abaixo separamos os itens essenciais que compõem o orçamento.

  • Custo de Materiais: são os custos necessários para manter máquinas e equipamentos em geral que fazem parte das linhas de produção, incluindo manutenção preventiva, lubrificação e inspeções. São aquelas despesas com rolamentos, parafusos, correntes, etc.
  • Custos de Mão-de-Obra: previsão de despesas com salários, férias, décimo terceiro salário e demais encargos sociais e previsão de possíveis políticas de reajustes ou aumento de quadro funcional.
  • Custos de Energia Elétrica: normalmente a área de Manutenção é quem faz a previsão de consumo de energia elétrica da empresa como um todo. Independente de como a empresa trata esse custo na composição final dos seus produtos, é importante não esquecer de prever os reajustes por conta das concessionárias.
  • Custos de Serviços Terceirizados: nesse item estão previstas as despesas com serviços de empresas terceirizadas. Podemos citar como exemplo os serviços feitos por contratos já estabelecidos como manutenção predial, serviços de termografia e serviços planejados ou programados durante o ano com assistência técnica entre outros.

Créditos: www.osconsult.com.br

Créditos: www.osconsult.com.br


Os custos elencados acima são basicamente os itens que compõe os custos de Manutenção. Claro que cada empresa pode tratar de forma diferente os nomes dos custos, separações ou não por centros de custos por área e/ou subdivisão por máquina e equipamento. O mais importante é que todos possam entender o que é gasto e com o que é gasto, visando sempre minimizar os custos citados acima.

Copiado!
Engenharia 360

Kaíque Moura

Graduando em Engenharia de Produção no Centro Universitário Santo Agostinho (UNIFSA) e Técnico em Mecânica pelo Instituto Federal do Piauí (IFPI).

Comentários