Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

NASA anuncia planos de colocar painéis solares na Lua

por Rafael Panteri | 30/03/2021

De acordo com artigo publicado no próprio site da agencia espacial, a NASA está contratando companhias para desenvolver painéis solares verticais para implantar na Lua

O projeto Artemis, da NASA, quer levar pessoas de volta à Lua. A dificuldade da missão está em torná-la sustentável e permitir que astronautas fiquem longos períodos no solo do satélite natural. A criação de habitações lunares, rovers e construções complexas necessitam de uma enorme quantidade de energia e para se tornarem viáveis a NASA entende que a geração deve ocorrer lá mesmo.

A agência selecionou cinco companhias para reunir recursos e desenvolver tecnologias de painéis solares. O projeto deve ser autônomo e vertical – o painel se adapta, subindo (até 9,7 metros) e descendo para aproveitar ao máximo a energia proveniente do Sol.

Entre as agências selecionadas estão, Lockheed Martin, ATK Space Systems, Honeybee Robotics, Space Systems Loral e Astrobotic Tecnology. Segundo o director de Tecnologia da NASA, Niki Werkheiser, os pesquisadores estão “entusiasmados com as propostas recebidas e ainda mais entusiasmados em ver os desings que resultam do esforço da base. Ter fontes de energia confiável na lua é a chave para quase tudo que fazemos na superfície”.

Imagem do solo lunar onde é possível perceber as formações rochosas - site da NASA
Imagem do solo lunar onde é possível perceber as formações rochosas – site da NASA

Os painéis desenvolvidos deverão apresentar resistência à poeira lunar e se fixar corretamente ao terreno. Além disso, para facilitar seu transporte, a NASA quer minimizar seu volume e sua massa.

As estruturas atuais de painéis solares são feitas para uso em microgravidade ou em superfícies horizontais. Essa nova posição vertical manterá a matriz sempre em posição de receber a luz do Sol – uma vez que no Polo Sul da Lua, o Sol não está alto o suficiente para painéis horizontais. Além disso, a abundância de formações rochosas em colinas e encostas podem projetar sombras sobra à superfície. Estruturas altas contornam esse problema.

Essa parceria entre empresas para explorar o espaço é o caminho para seu sucesso. Tecnologias cada vez mais complexas e inteligentes são necessárias e colônias fora da Terra estão a cada dia mais próximas de se tornarem realidade.

Fontes – NASA, Interesting Engineering

Leia também: Quanto custa produzir energia solar?

Ficou animado com essa notícia? Deixe nos comentários sua opinião!

Comentários

Engenharia 360

Rafael Panteri

Estudante de Engenharia Elétrica no Instituto Mauá de Tecnologia. Parte da graduação em Shibaura Institute of Technology - Japão.