Engenharia 360

Um debate sobre como o sexismo acontece na área da construção civil [e o que pode mudar]

Engenharia 360
por Simone Tagliani
| 05/10/2020 | Atualizado em 03/02/2023 3 min
Imagem de prostooleh em Freepik

Um debate sobre como o sexismo acontece na área da construção civil [e o que pode mudar]

por Simone Tagliani | 05/10/2020 | Atualizado em 03/02/2023
Imagem de prostooleh em Freepik

Mulheres na engenharia é realidade! Contudo, elas ainda sobrem preconceito. O sexismo é algo que deve ser mudado em nossa sociedade, já!

Engenharia 360

Mulheres na engenharia é realidade! Contudo, elas ainda sobrem preconceito. O sexismo é algo que deve ser mudado em nossa sociedade, já!

O 360 Engenharia propõe, neste post, o debate de um dos assuntos mais delicados da atualidade: o sexismo. Infelizmente, em plena terceira década do século XXI, o tema 'mulheres na engenharia' ainda é um tabu. Mas a nova situação mundial indica que não há mais tempo para discussões como esta. Afinal, há espaço no mercado de trabalho para todos! E, por justiça, devem ser oferecidas mais oportunidades para as mulheres na área da construção civil!

Canteiro de obras também é lugar de mulher

Não deveria ser ainda necessário dizer isto, mas, sim, canteiro de obras também é lugar de mulher! Aliás, mulheres na engenharia são meticulosas, boas observadoras, determinadas, batalhadoras e, em grande parte, perfeccionistas. Enfim, uma empresa só teria a ganhar com a sua participação em seu quadro de funcionários! E, se por motivos físicos algumas tarefas não lhe parecem adequadas, outras vão se mostrar totalmente perfeitas!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Homens e mulheres precisam, igualmente, entender que qualquer pessoa tem as suas qualidades e que é preciso saber como explorá-las da melhor forma! Não importa o sexo, se uma pessoa possui certas habilidades e experiências em um determinado assunto - se pode contribuir positivamente para a sociedade -, assim sendo, ela deve atuar em tal área profissional. E algumas mulheres, por exemplo, vão se identificar com engenharia e arquitetura! Nada errado, não é mesmo?!

mulheres engenheiras
Imagem de
wirestock em Freepik

O problema é que as mulheres na engenharia ainda enfrentam muitas barreiras neste caminhar profissional! O principal deles é o sexismo, ou seja, a discriminação fundamentada no sexo! E esse triste pensamento parte não só de homens como de algumas mulheres também - que pensam que a construção civil não combina com o “mundo feminino”. Pois este é um discurso atrasado e que deve começar a mudar, partindo das escolas até os programas de conscientização de mercado!

Por mais mulheres na engenharia e arquitetura

Há muitas décadas, as mulheres vêm lutando por mais espaço em diversas áreas profissionais. E por seu próprio esforço, elas acabaram, nas últimas décadas, alcançando níveis mais altos de escolarização. Agora, é possível ver muito mais mulheres ocupando classes em cursos superiores, incluindo mulheres na engenharia e arquitetura. Sendo assim, hoje é totalmente normal encontrar mulheres trabalhando em cargos de projeto, gerenciamento de obras e muito mais!Claro que há outros caminhos para as mulheres seguirem além deste! Alguns programas do governo – como o PROMULC – busca oferecer cursos de qualificação para mulheres que queiram trabalhar com construção civil. Dentre eles, de pintura de parede, e assentamento de piso, assentamento de tijolos. Nestes casos, elas aprendem a se incluírem no mercado, consolidando sua participação no setor, e aumentando o seu reconhecimento!

mulheres engenheiras
Imagem de
partystock em Freepik

A presença definitiva das mulheres na engenharia

Abrir esta discussão em nosso site pode dar às pessoas a oportunidade de pensar nas mudanças necessárias que o mundo precisa passar neste momento!

Algumas disparidades devem desaparecer, já! Uma luta que ainda precisa ser vencida pelas mulheres na engenharia é a igualdade salarial! Além disso, é preciso definir melhor, no campo da construção civil, as garantias de saúde e segurança para mulheres - e homens também. Um passo importante foi dado por diversas normas regulamentadoras. Mas é preciso mais!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Com o avanço das tecnologias, muita coisa provavelmente deve ir mudando neste cenário com o passar do tempo. Procedimentos complexos poderão ser realizados com facilidade! Então, a falta de força física ou qualquer outra desculpa utilizada para afastar as mulheres na engenharia não se sustentará mais! Enfim, o campo da indústria da construção civil finalmente poderá estar favorável a elas!

E, convenhamos, se mulheres são habilidosas e podem oferecer mais apuro técnico e atenção aos detalhes, elas merecem ser valorizadas nos processos seletivos das empresas! A engenharia e arquitetura podem ser um motor de transformação de suas vidas, ajudando a dar mais emprego àquelas de baixa renda. Também abrindo espaço para pontos de vista diferentes; garantindo mais empoderamento a este gênero; e ensinando igualdade e respeito a todos!

Mulheres na engenharia representam mais mão de obra para o crescimento do país!

O que você pensa sobre esse assunto? Comente!

Mais notícias:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO


Fonte: Sienge.

Imagens: Todos os Créditos reservados aos respectivos proprietários (sem direitos autorais pretendidos). Caso eventualmente você se considere titular de direitos sobre algumas das imagens em questão, por favor entre em contato com [email protected] para que possa ser atribuído o respectivo crédito ou providenciada a sua remoção, conforme o caso.

Comentários

Engenharia 360

Simone Tagliani

Graduada nos cursos de Arquitetura & Urbanismo e Letras Português; técnica em Publicidade; pós-graduada em Artes Visuais, Jornalismo Digital, Marketing Digital, Gestão de Projetos, Transformação Digital e Negócios; e proprietária da empresa Visual Ideias.

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo