Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Comum x Aditivada x Premium: saiba qual a diferença entre os tipos de gasolina!

por Pedro Souza | 06/10/2020
Copiado!

Antes de abastecer, é preciso conhecer os tipos de combustíveis e também o seu carro .

As pessoas acreditam que abastecer com algum tipo de gasolina diferente pode ser mais econômico. Você também tem essa dúvida? Então, confere nesse artigo se essa crença é realmente verdadeira ou se é um mito.

Gasolina Comum

É mais simples encontrada nos postos e não possui nenhum tipo de aditivo que protege ou lubrifica o motor. Por isso, ela pode deixar resíduos de combustão que ficam depositados sobre as válvulas de admissão do motor, comprometendo a mistura de ar e combustível ao longo do tempo.

Geralmente é a mais barata encontrada nos postos, justamente por não ter nenhum tipo de aditivo na sua composição. Seu nome técnico é gasolina Tipo C. Possui 27% de álcool anidro em sua composição, e um fator de octanagem de 92 RON (Resolução ANP N° 807/2020) que anteriormente era 87 RON.

Veja também esse artigo explicando tudo que mudou na nova gasolina brasileira.

Gasolina Aditivada

Mesma composição da gasolina comum, porém possui aditivos e dispersantes que lubrificam e protegem os componentes do motor. Esses aditivos funcionam como detergentes que ajudam na limpeza do sistema de alimentação de combustível, como bicos injetores, válvulas de admissão e velas. Dessa forma, aumentará a vida útil dos componentes do seu motor.

Outra função da gasolina aditivada é uma ação lubrificante entre as paredes do cilindro e a superfície dos anéis do pistão, reduzindo o atrito durante sua movimentação, extraindo o máximo de eficiência do motor.

Gasolina Premium

A gasolina premium possui uma octanagem maior que as demais que, segundo a Resolução ANP N° 807/2020, deve ser de 97 RON. Também possui aditivos e dispersantes que auxiliam na conservação do motor.

Além disso, ela tem alta resistência a oxidação, ou seja, é possível armazená-la por muito mais tempo do que a gasolina comum sem que ela perca suas propriedades. Também possui o teor de enxofre mais baixo que as demais, proporcionando uma geração de resíduos extremamente pequena.

Abastecendo o carro
Fonte: Pixabay

Qual gasolina é a mais indicada?

Muitas pessoas acreditam que a aditivada é mais econômica do que a gasolina comum, proporcionando uma redução no consumo de combustível. Porém, não é comprovado que tenha uma melhora significativa do consumo, pois as duas tem a mesma composição e a única diferença são os aditivos.

O que a gasolina aditivada promove é uma lubrificação dos componentes do motor, fazendo que eles se movimentem mais livremente e, dessa forma, ele terá o máximo de eficiência.

Os carros que usaram gasolina comum durante um tempo e começaram usar a aditivada podem notar uma pequena redução no consumo de combustível devido à redução do atrito. Porém, a gasolina aditivada só está voltando seu motor para as características originais, ou seja, sem sujeira acumulada.

Seu principal objetivo é a conservação dos componentes do motor, e não a redução do consumo. Sendo assim, em relação ao consumo do combustível, não terá uma economia significativa. A maior economia que a gasolina aditivada irá proporcionar é em relação a preservação dos componentes e peças do seu motor.

Segundo a ANP (Agência Nacional do Petróleo), em grandes cidades, que o trânsito é mais lento, o carro fica mais tempo parado devido aos engarrafamentos, e é mais indicada a gasolina aditivada. Já em rodovias, onde as velocidades são mais altas, é aceitável o uso da gasolina comum.

Já para entender sobre a premium é necessário saber que a octanagem é o fator que representa a resistência do combustível à compressão, sem que ocorra a autoignição.

E como ela possui um alto fator de octanagem, ela só terá efeito em carros que possuem alta compressão, como no caso dos carros esportivos de luxo. Nos demais veículos não terá nenhum efeito positivo. Ela apenas estará fazendo a função de uma aditivada por um preço bem maior.

Carros esportivos, podem usar gasolina comum?

Existe um ponto de atenção no caso dos carros esportivos: neles não se deve usar outro tipo de combustível a não ser a premium. Como seu motor possui um alto fator de compressão, ele irá comprimir o combustível comum e aditivado muito mais do que eles conseguem suportar sem entrar em autoignição.

Dessa forma, o combustível entrará em combustão antes do momento ideal, momento no qual o pistão estará no ponto mais alto da câmara de combustão. Assim, forçará muito seu motor (conjunto pistão e biela) contra seu movimento “natural”, o que trará problemas graves com o tempo.

Por isso, é importante conhecer o seu carro antes de abastecer com qualquer um dos tipos de gasolina, para garantir a conservação do motor e redução dos gastos com combustível.

Leia também:

E agora, já sabe qual gasolina vai pedir nos postos? Deixa nos comentários!

Copiado!
Engenharia 360

Pedro Souza

Engenheiro Mecânico, fascinado pelo conhecimento e pela construção de um mundo melhor. Acredito que devemos contribuir positivamente para o mundo tornando-o sempre um lugar melhor para se viver e não apenas sobreviver. Entusiasta ao empreendedorismo, apaixonado por solução de problemas e encontrar pontos de melhoria em processos das empresas.

Comentários