Engenharia 360

Como engenheiros realizam melhorias em processos produtivos

Engenharia 360
por Mauricio da Silva
| 16/01/2023 5 min

Como engenheiros realizam melhorias em processos produtivos

por Mauricio da Silva | 16/01/2023
Engenharia 360

A gestão de processos é um conjunto de estudos e aplicações que tem como objetivo buscar o aperfeiçoamento constante da estrutura organizacional de uma empresa ou instituição. Então, os gestores se propõem a identificar, desenvolver, documentar, monitorar e controlar os processos da companhia. E nós, como engenheiros, podemos ajudar, seja como gerentes, colaboradores, ou qualquer função de apoio.

O que são processos produtivos?

Processos produtivos
Imagem reproduzida de Novida

Basicamente, são as atividades das empresas realizadas em uma sequência de etapas na cadeia produtiva, com o intuito de gerar valor para a mercadoria, e a produtividade e giro de capital interno de uma empresa ou estabelecimento.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Como os engenheiros atuam nesses processos?

Engenheiro
Imagem reproduzida de Belsys Engenharia

Para essa área de atuação, temos o Engenheiro de Processos, que realiza o desenvolvimento, organização e melhoria de processo, do início até o lançamento e certificação. Avaliação de processos, realização de controle e interpretação de dados. Criar, executar, testar e atualizar sistemas e processos.

Como se tornar um Engenheiro de Processos?

Primeiramente, a pessoa deve ser bacharel em Engenharia de Produção, mas outros tipos de engenheiros, como mecânicos e civis, também podem atuar. Logo, se espera que a pessoa tenha atuado no setor de processos, com isso, tendo experiência para assumir as funções de liderança e conhecimento dos softwares que auxiliam o setor. Caso tenha interesse em saber mais sobre essa profissão, leia nosso artigo de 2020 sobre o assunto.

Quais Ferramentas eles usam?

Lean Manufacturing e a Seis Sigma são dois exemplos, já que elas permitem que se realize análise, medição e um acompanhamento contínuo de processos produtivos.

Lean Manufacturing 

Lean
Imagem reproduzida de Revista Ferramental

Lean Manufacturing é o método de gestão que busca incrementar a eficiência e a produtividade reduzindo erros e situações que podem induzi-los na produção industrial, desenvolvido por Taiichi Ohno, conhecido engenheiro da Toyota Motor, e por esse motivo ficou conhecido como Sistema Toyota de Produção. A metodologia descreve 7 áreas que serão foco do processo de redução de desperdícios na cadeia de produção. São elas:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

  • Transporte, inventário, movimentação, espera, produção excessiva, processamento excessivo e defeitos.

Seis Sigma

Seis sigma
Imagem reproduzida de Canal do Ensino

Criar processos internos eficientes, econômicos, e que mantenham e/ou aprimorem a qualidade do serviço prestado por uma empresa, é de extrema importância para que ela sobreviva a volatilidade do mercado. O Seis Sigma (ou Six Sigma, em inglês) é uma ferramenta mundialmente presente e respeitada, sendo enormemente utilizada para identificar e incrementar os processos internos das empresas, gerando redução nos custos de operação, consequentemente maximizando os lucros.

O nome Sigma vem de uma letra do alfabeto grego, utilizada atualmente para representar uma medida de variação utilizada em estatística. Nas empresas, a Sigma se refere à frequência com que certo processo utiliza mais do que os recursos mínimos necessários para satisfazer o cliente, ou seja, ela determina uma taxa de desperdício/desvio por operação. Assim, o Seis Sigma é usado para calcular matematicamente o nível de desempenho dos processos da sua empresa e obter um diagnóstico.

O vídeo abaixo nos conta mais sobre essa metodologia:

Vídeo reproduzido do Canal “qualidadecontinua”

As ferramentas acima são enquadradas com Ferramentas da Qualidade, mas, o que são elas?

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

As ferramentas da qualidade
Imagem reproduzida de Portal Administração

São técnicas e ferramentas utilizadas pelos profissionais das áreas de engenharia da qualidade para a melhoria de projetos, produtos, sistemas e processos. Ao identificar possíveis problemas que possam ocorrer, são utilizadas, gerando ações preventivas, listagem de causa e efeitos e fornece uma forma de analisar a ineficácia e as dificuldades de um processo ou ambiente.

Diagrama de causa e efeito (Também conhecido como Diagrama de Ishikawa)

Diagrama de IshiKawa
Imagem reproduzida de SiteWare

Quando queremos representar claramente os potenciais problemas que afetam um processo por classificação e relação, usamos essa ferramenta. As causas principais podem ser classificadas atualmente em 6 fatores: método, mão de obra, material, máquina, medição e meio ambiente. Ele é elaborado durante o momento de análise e discussão realizada com a participação de uma equipe multifuncional, incluindo representantes dos diferentes processos envolvidos na situação atual.

Fluxograma

Fluxograma
Imagem reproduzida de Labone Consultoria

É uma das ferramentas mais conhecidas e tem como finalidade mostrar a sequência de atividades existentes para se conseguir um resultado final. Também nos permite conhecer em quais etapas existem gargalos ou, ainda, se a própria sequência do processo é de conhecimento de todos os participantes.

Diagrama de Pareto

Diagrama de Pareto
Imagem reproduzida de Ferramentas da Qualidade

Essa ferramenta é aplicada tipicamente para identificar os principais eventos ligados à causa ou característica de um evento. Ela é baseada no princípio de Pareto 80/20, partindo daí: 80% das falhas mais frequentes ocorridas em um processo estariam relacionadas a 20% das causas mais comuns.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Gráfico de dispersão

Gráfico de Dispersão
Imagem reproduzida de Blog Gestão

Com ela podemos observar a tendência de correlação entre duas variáveis e em que grau se encontram. Por exemplo: será que o aumento de professores em um curso de inglês aumentaria a satisfação dos seus alunos, na mesma proporção?

Gráfico de controle (ou carta de controle)

Carta de Controle
Imagem reproduzida de Portal ISO

Utilizada para analisar a variação de determinada característica de um processo. Além de ser uma das ferramentas da qualidade, também é amplamente aplicada, por exemplo, nos estudos do Controle Estatístico de Processo (CEP).

Histograma

Histograma
Imagem reproduzida de Lean Six Sigma Brasil

É uma ferramenta que contém conceitos estatísticos, quão “previsível” o comportamento de um processo pode ser, caso ele continue a operar dentro das mesmas condições (material, máquina, método de operação e medição, etc.).

  • Folha de Verificação
Folha de Verificação
Imagem reproduzida de SiteWare

Mais uma das diversas ferramentas da qualidade aplicada para estabelecer de forma padronizada a coleta de dados de determinado processo ao longo do tempo, ordenando, por exemplo, as informações de um conjunto de amostras de forma quantificada, com sua variação e tendências no período a ser analisado.

O vídeo abaixo nos mostra mais sobre as ferramentas:

Vídeo reproduzido do Canal qualidadecontinua

Veja Também: Vale a pena terceirizar os processos ou serviços? Será mesmo possível? Faculdade de Engenharia de Produção à distância

Então, gostou desse texto? Compartilhe a sua opinião na aba de comentários!


Imagens: Todos os Créditos reservados aos respectivos proprietários (sem direitos autorais pretendidos). Caso eventualmente você se considere titular de direitos sobre algumas das imagens em questão, por favor entre em contato com [email protected] para que possa ser atribuído o respectivo crédito ou providenciada a sua remoção, conforme o caso.

Engenharia 360

Mauricio da Silva

Técnico em Eletrotécnica formado e futuro Engenheiro Eletricista, fã de esportes, culinária e admirador da natureza.

Comentários

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo