Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Quais as atribuições de um Engenheiro de Produção?

por Kaíque Moura | 30/03/2020
Copiado!

Os processos produtivos são complexos, exigindo grande expertise e dedicação dos profissionais que atuam diariamente nas linhas de produção e gestão de processos. E esse profissional deve ter uma visão ampla do processo, entendendo desde gestão de pessoas até elementos mecânicos/elétricos. 

Basicamente quase tudo que consumimos hoje foi feito em fábricas. Seja o celular que você usa para as mais variadas atividades, seja o carro que você utiliza para se locomover, praticamente tudo ao nosso redor passou por um processo de transformação, onde uma quantidade de matéria prima foi empregada, transformada e por fim virou um produto final.

engenheiro usando notebook com capacete e celular na mesa, indústria ao fundo
Créditos: www.unicesumar.edu.br.

Os processos produtivos são complexos, exigindo grande expertise e dedicação dos profissionais que atuam diariamente nas linhas de produção e gestão de processos. E esse profissional deve ter uma visão ampla do processo, entendendo desde gestão de pessoas até elementos mecânicos/elétricos. 

E no mercado exige uma formação que atrela os conhecimentos da engenharia a práticas de gestão. Essa formação é a Engenharia de Produção, engenharia essa que possui grande versatilidade e gama de conhecimentos desde os cálculos até a psicologia nas organizações. Hoje vamos entender quais são as atribuições do engenheiro de produção no mercado de trabalho.

O que compete ao Engenheiro de Produção?

Segundo a ABEPRO (Assosiação Brasileira de Engenharia de Produção) “compete à Engenharia de Produção o projeto, a implantação, a operação, a melhoria e a manutenção de sistemas produtivos integrados de bens e serviços, envolvendo homens, materiais, tecnologia, informação e energia. Compete ainda especificar, prever e avaliar os resultados obtidos destes sistemas para a sociedade e o meio ambiente, recorrendo a conhecimentos especializados da matemática, física, ciências humanas e sociais, conjuntamente com os princípios e métodos de análise e projeto da engenharia.”

De acordo com o Guia de Carreira, o engenheiro de produção é responsável por garantir a eficiência dos processos produtivos, além de manter baixos os custos de produção de uma empresa ou indústria. Ou seja, a Engenharia de Produção se diferencia das demais engenharias no aspecto ciências humanas e sociais. Na própria grade curricular isso é facilmente notado, visto que o acadêmico de engenharia de produção cursa disciplinas relacionadas a gestão de pessoas, gestão de inovação, consultoria empresarial, etc.

Em quais áreas o engenheiro de produção pode atuar?

engenheiro de produção escrevendo em quadro
Créditos: https://www.voitto.com.br.

Segundo a Voitto, o engenheiro de produção pode atuar nas áreas listadas abaixo:

  • Logística – O engenheiro de produção compreende as técnicas que envolvem as atividades de movimentação, estoque, transporte e armazenamento de produtos, sempre com a preocupação de reduzir custos, garantir a disponibilidade dos produtos e o atendimento às necessidades dos clientes.  
  • Pesquisa Operacional – Nessa área o foco é na resolução de problemas e tomadas de decisão embasadas por modelos matemáticos processados computacionalmente.   
  • Engenharia da Qualidade – Aqui o principal foco é no planejamento e controle dos sistemas e da qualidade. Utiliza ferramentas da qualidade para o gerenciamento dos processos e tomadas de decisão.  
  • Engenharia do Produto – Participa de todas as etapas de processamento pelas quais o produto passa, desde o projeto até o seu lançamento, assim como o desenvolvimento de novos produtos.    
  • Engenharia Organizacional – Aqui, o foco é a gestão das organizações, utilizando planejamento estratégico e operacional, técnicas de produção e gestão empreendedora e uso de ferramentas de sistemas de informação.  
  • Engenharia Econômica – Aqui o engenheiro de produção realiza comparações, estimações e avaliações de resultados econômicos para a tomada de decisão de forma estratégica. Utiliza de ferramentas matemáticas para facilitar a análise.  
  • Engenharia do Trabalho – O foco é na interação entre máquina e ser humano, envolvendo o ambiente e sua organização. O engenheiro dessa área se preocupa na implementação dos sistemas de trabalho em conjunto com as necessidades e habilidades das pessoas, visando a melhor qualidade e produtividade.  
  • Engenharia da Sustentabilidade – Aqui o engenheiro de produção busca a utilização dos recursos naturais na empresa de forma consciente, além da destinação e tratamento corretos dos resíduos gerados, com responsabilidade social e gestão ambiental.  
  • Educação em Engenharia de Produção – Uma área as vezes pouco explorada pelos engenheiros é a Educação em Engenharia de Produção (graduação, pós-graduação, pesquisa e extensão) e suas áreas afins, que aborda a formação de pessoas, organização didática e metodologias de ensino/aprendizagem.

E quanto ganha um Engenheiro de Produção?

Segundo a Lei 4.950-A/66, de 1966, que diz respeito a remuneração dos profissionais diplomados em Engenharia, Química, Arquitetura, Agronomia e Veterinária, a tabela salarial do profissional do engenheiro de produção está vinculada ao valor do salário mínimo vigente e à jornada diária do profissional, independentemente do seu local de atuação.

  • Jornada de 6 horas: 6 salários mínimos
  • Jornada de 7 horas: 7,25 salários mínimos
  • Jornada de 8 horas: 8,5 salários mínimos

Segundo a Catho, no Brasil a média salarial do Engenheiro de Produção é de R$ R$ 4.212,05. 

Então a Engenharia de Produção é a melhor engenharia que existe?

Isso é muito subjetivo. No final das contas, você que pretende cursar engenharia, deve escolher aquela que mais te agrada. Aquela em que você se veja atuando no futuro, que proporcione à você a realização profissional que você busca. Mas uma coisa é certa: de alguma forma todas as engenharias são importantes nas nossas vidas.

homem com mala nas costas seguindo um caminho
Créditos: www.queroevoluir.com.br.

Referências: ABEPRO, Casa Civil, Catho, Guia de Carreira, Voitto.

Copiado!
Engenharia 360

Kaíque Moura

Graduando em Engenharia de Produção no Centro Universitário Santo Agostinho (UNIFSA) e Técnico em Mecânica pelo Instituto Federal do Piauí (IFPI).

Comentários