Engenharia 360

Conheça o Mecanismo de Antikythera, o primeiro computador analógico do mundo

Engenharia 360
por Larissa Fereguetti
| 09/08/2017 | Atualizado em 27/09/2023 3 min

Conheça o Mecanismo de Antikythera, o primeiro computador analógico do mundo

por Larissa Fereguetti | 09/08/2017 | Atualizado em 27/09/2023
Engenharia 360

Nota: Você pode não acreditar, mas a Antikythera é uma engenhoca que já foi muito usada para observar a Lua.; vamos explicar mais sobre isso no texto a seguir. Antes, queremos destacar que na data de atualização desse texto, final de setembro de 2023, temos a última Superlua do ano, com a lua cheia próxima da Terra.

Este fenômeno, não científico, mas fascinante para observadores experientes, resulta em uma luminosidade 30% maior e uma aparência 14% maior em relação às luas cheias normais.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A saber, o momento de maior proximidade da lua com a Terra é chamado de perigeu e causa a Superlua durante uma lua cheia. Para observá-la, é preciso encontrar um local escuro e silencioso, livre de luzes urbanas, e usar binóculos ou telescópio para detalhes da superfície lunar.


O mecanismo (ou máquina) de Antikythera possui mais de 2000 anos e é o primeiro computador analógico do mundo. Feito de bronze, o objeto foi encontrado em Antikythera, uma ilha grega que originou seu nome, em 1902 (embora haja quem afirme que a data não é exata, podendo ser entre 1900 e 1902).

Mecanismo de Antikythera
Imagem: bbc.com

Veja Também:

Dispositivo pode ser considerado o "computador" mais antigo do mundo

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Estrutura do Mecanismo de Antikythera

Levou muitos anos para entender algumas funções do mecanismo. A máquina possui várias engrenagens e, em algumas delas, os cientistas encontraram dois números de dentes que fazem sentido para a astronomia: 235 (número de meses nos 19 anos solares - ciclo metônico) e 223 (ciclo de periodicidade dos eclipses - ciclo de Saros).

De frente, o mecanismo de Antikythera representa a forma como os gregos viam o mundo: a Terra no centro, com cinco planetas ao redor (os cinco vistos a olho nu: Mercúrio, Vênus, Júpiter, Marte e Saturno). A Lua, com órbita elíptica, viaja mais rápido quando está mais perto da Terra e, para simular isso, a máquina possui uma pinça em uma das engrenagens menores para controlar a velocidade de rotação.

Mecanismo de Antikythera
Imagem: thehistoryblog.com

Veja Também:

Geoengenharia: será que 'bloquear o Sol' ajudaria a reduzir temperaturas globais?

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Funcionalidades do Mecanismo de Antikythera

Inicialmente, determinou-se que a engenhoca era usada pelos gregos para traçar o movimento do Sol, da Lua e dos planetas, prever eclipses e sinalizar os jogos olímpicos. Além disso, permitia realizar contas de adição, subtração, multiplicação e divisão.

Porém, alguns pesquisadores acreditam que o mecanismo de Antikythera é um tipo de guia de filosofia da galáxia, não algo para fazer cálculos. Tal descoberta surgiu depois que os textos inscritos em partes do objeto começaram a ser desvendados.

Mecanismo de Antikythera
Imagem: thehistoryblog.com

Acredita-se que o mecanismo de Antikythera pertenceu a Arquimedes, um engenheiro, matemático, físico, astrônomo e inventor grego, mas não é possível garantir, visto que alguns outros gregos também são cogitados na lista de inventores. Nós, engenheiros/futuros engenheiros, sabemos o quanto as descobertas de Arquimedes são importantes para a engenharia.

Mecanismo de Antikythera
Imagem: antikythera-mechanism1900.blogspot.com.br

Independentemente do inventor, o mecanismo de Antikythera é uma ferramenta brilhante que poderia ter revolucionado a ciência de sua época, mas que se perdeu no caminho e ficou soterrada por muito tempo. Os pesquisadores trabalham até hoje para desvendar seu verdadeiro significado e a tecnologia por trás do seu funcionamento.

Veja Também:


Fontes: Telegraph; MentalFloss; BBC, The New York Times.

Imagens: Todos os Créditos reservados aos respectivos proprietários (sem direitos autorais pretendidos). Caso eventualmente você se considere titular de direitos sobre algumas das imagens em questão, por favor entre em contato com [email protected] para que possa ser atribuído o respectivo crédito ou providenciada a sua remoção, conforme o caso.

Comentários

Engenharia 360

Larissa Fereguetti

Cientista e Engenheira de Saúde Pública, com mestrado, também doutorado em Modelagem Matemática e Computacional; com conhecimento em Sistemas Complexos, Redes e Epidemiologia; fascinada por tecnologia.

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo