Engenharia 360

O Despertar da Arqueologia: Lugares Revelados devido à Seca Global

Engenharia 360
por Simone Tagliani
| 27/08/2022 | Atualizado em 24/10/2023 5 min
Imagem de Soraia Joffely, via Amazonas Atual

O Despertar da Arqueologia: Lugares Revelados devido à Seca Global

por Simone Tagliani | 27/08/2022 | Atualizado em 24/10/2023
Imagem de Soraia Joffely, via Amazonas Atual
Engenharia 360

Nota: Em outubro de 2023, gravuras antigas foram encontradas em pedras próximas ao Encontro das Águas, em Manaus. Elas revelam sinais de seca histórica e fazem parte do patrimônio arqueológico da região. A ação humana e construções próximas ameaçam sua preservação. Arqueólogos trabalham para proteger e entender a história pré-colonial local, incluindo bacias de polimento e materiais cerâmicos. E ações educativas estão sendo realizadas para conscientizar sobre a importância da preservação.

Arqueologia
Imagem de Soraia Joffely, via Amazonas Atual

Veja Também: Descubra Arica: A Cidade Mais Seca do Mundo e Seu Estilo de Vida

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO


Que momento desafiador estamos vivendo, não é mesmo? No início dos anos 2000, minha mãe comprou uma edição de uma revista científica que trazia uma matéria preocupante. De acordo com o artigo, se as coisas continuassem no mesmo ritmo, até o ano de 2050, os seres humanos não encontrariam mais água potável para beber. Na época, fiquei pensando sobre o significado de "água potável" - aquela que não podemos simplesmente pegar dos rios, mares, geleiras ou mesmo da chuva. Trata-se de água tratada e segura para consumo humano e animal.

Naquele tempo, éramos menos conscientes da gravidade da situação. No entanto, com o passar do tempo, a natureza começou a nos dar sinais claros do que estava acontecendo. Tornou-se impossível negar que estamos tratando mal o nosso planeta, não valorizando-o nem respeitando-o, e que estamos consumindo mais recursos do que ele pode oferecer. Com o agravamento do aquecimento global e o aumento do desmatamento, os cursos d'água são afetados e, consequentemente, os ciclos de chuvas.

O Brasil, assim como a África e a Oceania, tem enfrentado um dos piores períodos de seca nos últimos dois anos. Recentemente, temos ouvido falar também da seca assolando a Europa, a Ásia e a América do Norte. Estamos todos enfrentando os mesmos desafios!

No Hemisfério Norte, o nível das águas de rios e lagos diminuiu tanto no começo de 2022 que revelou tesouros históricos há muito esquecidos pelo homem. As imagens a seguir são realmente impressionantes, mas também mostram o perigo máximo deste período em que estamos vivendo. Veja só!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Stonehenge espanhol

Arqueólogos na Espanha descobriram, devido à baixa do reservatório de Valdecanas, na província central de Cáceres, um círculo de pedras pré-históricas chamado Dólmen de Guadalperal. Esse monumento foi descoberto por Hugo Obermaier em 1926, mas desde 1963 estava submerso devido a um projeto agrícola implementado durante a ditadura de Francisco Franco.

escassez de água
Imagem reproduzida de Olhar Digital
escassez de água
Imagem reproduzida de O Estado Online
escassez de água
Imagem reproduzida de Mega Curioso

Pedras da fome

No Rio Reno, na Alemanha, as "pedras da fome" reapareceram perto de Frankfurt. Essas pedras foram criadas por povos do passado para marcar momentos de grande dificuldade durante secas antigas. Em uma delas, está escrito "se você está lendo isso, chore", indicando as dificuldades enfrentadas.

escassez de água
Imagem reproduzida de G1
escassez de água
Imagem reproduzida de DOL

Veja Também:

6 estruturas antigas que continuam sem explicação até hoje

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Navios de guerra

Na Sérvia, o rio Danúbio baixou tanto que atingiu um nível que não era visto há quase um século. Como resultado, os restos de 20 navios utilizados pelos alemães durante a Segunda Guerra Mundial, que estavam afundados na região portuária de Prahova, ficaram expostos.

escassez de água
Imagem reproduzida de Jovem Pan
escassez de água
Imagem reproduzida de UOL

Bomba da Guerra

Infelizmente, outra herança da Segunda Guerra Mundial também emergiu durante a seca deste ano. Trata-se de uma bomba de 450 kg que estava submersa nas águas do rio Pó, na Itália.

escassez de água
Imagem reproduzida de G1
escassez de água
Imagem reproduzida de O Globo

Veja Também: Engenharia e Arqueologia: explorando o mistério da construção mais antiga da humanidade

Praia de pedras

Na zona do lago Garda, na Itália, o fundo rochoso se transformou em uma nova praia, um leito de rochas que surgiu devido à escassez de chuvas e ao uso excessivo de água para irrigação de campos agrícolas durante o verão.

escassez de água
Imagem reproduzida de G1
escassez de água
Imagem reproduzida de Aventuras na História

Estátua budista

No rio Yangtze, o mais longo do mundo, na China, três estátuas budistas em uma ilha que antes estava submersa emergiram depois de 600 anos devido à seca e às ondas de calor.

escassez de água
Imagem reproduzida de Terra

Pegadas de dinossauros

Para finalizar, nos Estados Unidos, a seca também afetou os rios do Parque Estadual do Vale dos Dinossauros, no estado do Texas. O baixo nível da água permite que as pessoas vejam pegadas deixadas ali por dinossauros há milhões de anos.

escassez de água
Imagem reproduzida de Diário do Nordeste
escassez de água
Imagem reproduzida de UOL
escassez de água
Imagem reproduzida de Olhar Digital

Veja Também:


Fontes: G1, Extra - Globo.

Imagens: Todos os Créditos reservados aos respectivos proprietários (sem direitos autorais pretendidos). Caso eventualmente você se considere titular de direitos sobre algumas das imagens em questão, por favor entre em contato com [email protected] para que possa ser atribuído o respectivo crédito ou providenciada a sua remoção, conforme o caso.

Comentários

Engenharia 360

Simone Tagliani

Graduada nos cursos de Arquitetura & Urbanismo e Letras Português; técnica em Publicidade; pós-graduada em Artes Visuais, Jornalismo Digital, Marketing Digital, Gestão de Projetos, Transformação Digital e Negócios; e proprietária da empresa Visual Ideias.

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo