Engenharia 360

Assustador! Locais revelados pela seca ao redor do mundo

Engenharia 360
por Simone Tagliani
| 27/08/2022 | Atualizado em 01/09/2022 4 min

Assustador! Locais revelados pela seca ao redor do mundo

por Simone Tagliani | 27/08/2022 | Atualizado em 01/09/2022
Engenharia 360

Que momento assustador estamos vivendo, não é mesmo? No início dos anos 2000, minha mãe comprou uma edição de revista científica que tinha uma matéria publicada que contava que, até o ano 2050, o ser humano não encontraria mais água potável para beber se as coisas continuassem do mesmo jeito. Lembro de ter, pela primeira vez, pensando no significado de ‘água potável’ – a água que não podemos simplesmente pegar dos rios, mares, geleiras ou mesmo da chuva – uma água tratada e própria para consumo de humanos e animais.

Óbvio que, naquele tempo, nós todos ainda não estávamos despertos para a gravidade da situação. Porém, com o tempo, a natureza passou a dar pistas do que estava acontecendo. De repente, ficou impossível negar que tratamos mal a Terra, que não damos o devido valor ou respeito e que estamos consumindo mais do que podíamos dos seus recursos. E quanto mais o aquecimento global se acentua e o desmatamento aumenta, os rios flutuantes são afetados e, consequentemente, os ciclos de chuvas.

O Brasil, como a África e Oceania, tem passado por um de seus piores períodos de seca nestes dois últimos anos. E agora, recentemente, ouvimos falar de como a seca está assolando a Europa, Ásia e América do Norte. Ou seja, estamos todos no mesmo barco!

No Hemisfério Norte, o nível das águas de rios e lagos caiu tanto que revelou tesouros históricos já esquecidos pelo homem. As imagens que você verá a seguir são realmente incríveis, mas revelam o perigo máximo desse tempo em que estamos vivendo. Confira!

Stonehenge espanhol

Arqueólogos da Espanha encontraram, por conta da baixa do reservatório de Valdecanas, na província central de Cáceres, um círculo de pedras pré-históricas. Trata-se do Dólmen de Guadalperal. O mesmo foi descoberto por Hugo Obermaier, em 1926. Mas desde 1963, esta área estava inundada em decorrência de um projeto rural posto em prática pela ditadura de Francisco Franco.

escassez de água
Imagem reproduzida de Olhar Digital
escassez de água
Imagem reproduzida de O Estado Online

Pedras da fome

No Rio Reno, na Alemanha, houve o reaparecimento das “pedras da fome”, perto de Frankfurt. Povos do passado criaram esse monumento para marcar momentos de muita dificuldade em secas antigas. Inclusive, em certo local está escrito “se você ler isto, chore”, indicando as dificuldades a serem enfrentadas.

escassez de água
Imagem reproduzida de G1
escassez de água
Imagem reproduzida de DOL

Navios de guerra

Na Sérvia, o rio Danúbio baixou tanto que atingiu uma marca que não se via há quase um século. Por conta disso, restos de 20 navios usados por alemães durante a Segunda Guerra, afundados na região portuária de Prahova, ficaram expostos.

escassez de água
Imagem reproduzida de Jovem Pan
escassez de água
Imagem reproduzida de UOL

Bomba da Guerra

Infelizmente, outra herança da Segunda Guerra também ressurgiu na seca deste ano. Foi uma bomba de 450 kg que estava submersa nas águas do rio Pó, na Itália.

escassez de água
Imagem reproduzida de G1
escassez de água
Imagem reproduzida de O Globo

Praia de pedras

Também na Itália, na zona do lago Garda, o fundo rochoso virou uma nova praia, um leito de rochas que surgiu devido à falta de chuvas e ao constante uso de água para irrigar campos agrícolas durante o verão.

escassez de água
Imagem reproduzida de G1
escassez de água
Imagem reproduzida de Aventuras na História

Estátua budista

No rio Yangtze – o mais longo do mundo -, na China, por conta da seca, três estátuas budistas em uma ilha antes submersa emergiram depois de 600 anos por conta da seca e das ondas de calor.

escassez de água
Imagem reproduzida de Terra

Pegadas de dinossauros

Para finalizar, nos Estados Unidos a seca atingiu também os rios do Parque Estadual do Vale dos Dinossauros, no estado do Texas. O nível baixo permite as pessoas verem pegadas ali deixadas a milhões de anos por dinossauros.

escassez de água
Imagem reproduzida de Diário do Nordeste
escassez de água
Imagem reproduzida de UOL
escassez de água
Imagem reproduzida de Olhar Digital

Fontes: G1, Extra – Globo.

Engenharia 360

Simone Tagliani

Graduada em Arquitetura & Urbanismo e Letras; técnica em Publicidade; pós-graduada em Artes Visuais e Jornalismo Digital; estudante de Marketing; e proprietária da empresa Visual Ideias.

Comentários

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo