Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Entenda como funciona o carregador sem fio | 360 Explica

por Rafael Panteri | 26/01/2022

Os carregadores sem fio estão ficando cada vez mais populares no segmento de celulares ‘premium’. Ainda há, no entanto, muita confusão quando se trata do funcionamento dessa tecnologia. Para entender um pouco mais do carregamento wireless, leia o texto a seguir.

br feature works both ways 93435501
Carregador sem fio – Foto: Samsung

Indução Eletromagnética

Apensar de parecer futurista, a tecnologia é antiga e base para geração de energia elétrica, ou a indução eletromagnética. Por volta de 1820, Hans Christian Oersted descobriu que existe uma relação entre fenômenos elétricos e magnéticos. Oersted observou que a passagem de corrente elétrica em um fio condutor podia alterar a direção de alinhamento de algumas bússolas próximas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Com o avanço dos estudos, foi comprovado que correntes elétricas são capazes de gerar campos magnéticos. E apenas em 1831, Michael Faraday observou a recíproca desse fenômeno – onde a variação no fluxo de campo magnético través de materiais condutores induz o surgimento de uma corrente elétrica.

Carregadores sem fio

Conhecendo esses fenômenos, o funcionamento dos carregadores sem fio se torna simples. A base desses dispositivos possui bobinas que geram campos magnéticos oscilantes quando submetidos à passagem de corrente elétrica. Esses campos magnéticos ficam mais fortes em regiões mais próximas do carregador.

carregamento sem fio belkin 700x393 1
Por dentro de um carregador sem fio – Foto: Reprodução/Belkin / Tecnoblog

Ao aproximar um celular que possua tecnologia compatível com o carregador, o campo magnético movimenta elétrons para o circuito interno do smartphone, gerando uma corrente elétrica que é transformada em contínua para alimentar a bateria.

A transmissão de energia por indução alcança de 60% a 70% de eficiência em relação ao carregamento feito via cabo. Mas o que poderia ser uma desvantagem se torna um dos aspectos interessantes do método. É que ele foi pensado para as baterias de íons de lítio usadas atualmente, que respondem melhor a um carregamento mais lento, com menores doses de energia.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Na prática, pode-se até carregar vários aparelhos de uma vez só com distâncias de até alguns metros aplicando-se o fenômeno da indução.

Novas tecnologias

No futuro talvez eliminemos os fios para a maioria dos dispositivos que utilizamos, juntando o carregamento sem fios e outras tecnologias como a Intel Wireless Display (transmissão de vídeo), roteadores sem fio de longas distâncias ou bluetooth.

Um ótimo exemplo disso é o controle de televisão, anunciado pela Samsung, que carrega a bateria com ondas do sinal Wi-Fi. A tecnologia envolvida no processo é um pouco diferente da Indução Magnética, mas uma ótima alternativa para acabar com pilhas e cabos espalhados pela casa.

03122733106163
Controle remoto para televisão com carregamento por ondas de Wi-Fi – Foto: Samsung

Veja Também: Pesquisadores desenvolvem dispositivo para recarregar vários equipamentos via Wireless


Fontes: CanalTech, TechTudo, Terra

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Comentários

Engenharia 360

Rafael Panteri

Estudante de Engenharia Elétrica no Instituto Mauá de Tecnologia. Parte da graduação em Shibaura Institute of Technology - Japão.