Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Engenheira cria potes retornáveis para restaurantes de delivery

por Redação 360 | 11/05/2021

"Re.pote" é o nome da proposta do uso de potes retornáveis. A iniciativa visa atingir sobretudo os estabelecimentos que vendem comida por delivery.

Re.pote” é o nome da proposta do uso de potes retornáveis que queremos te apresentar hoje!

Tal iniciativa visa atingir sobretudo os estabelecimentos que vendem comida por delivery. Assim, é possível reduzir drasticamente o uso de embalagens plásticas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A ideia é que os clientes recebam seus pedidos no tupperware, e depois de utilizados eles possam devolvê-lo em pontos de coleta. Afinal, o Brasil é atualmente o quarto país que mais produz lixo plástico do mundo. Somente 1,28% do lixo plástico produzido por ano é reciclado, de um total de 11,3 milhões de toneladas.

reciclagem
Imagem extraída de RitaE

A jovem engenheira de produção Júlia Berlingeri pôs a ideia em prática por meio do apoio da Poli Júnior, a empresa júnior de Engenharia da USP – Universidade de São Paulo. Ela comenta: “A proposta do Re.pote é ser um recipiente que transforme a forma de realizar o delivery ao reduzir os resíduos gerados pelos serviços de entregas de alimentos de uma maneira inteligente, prática e sustentável”.

reciclagem
Imagem extraída de re.pote em Instagram

Potes retornáveis são feitos de material reciclado

Além de promover a redução do lixo plástico, os próprios potes retornáveis são feitos de material reciclado. A ideia é que eles também fossem resistentes a temperatura e pressão. Lívia Leite de Almeida, diretora de gestão de pessoas, conta um pouco sobre o processo de pesquisa de materiais para a fabricação dos potes:

“A camada externa seria feita de polipropileno reciclado, material barato que atende a todas os requisitos desejados, além de ser facilmente encontrado no mercado. Já a parte interna – que estaria em contato com os alimentos – contaria com uma fina camada de polipropileno virgem, que apesar de não ser reciclado, não faz com que o produto perca sua marca ecológica.”

– Lívia Leite de Alemeida, em reportagem de Razões para Começar.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

reciclagem
Imagem extraía de Razões para acreditar

Outra vantagem dessas opções de matéria-prima é que elas são comuns no Brasil, reduzindo o custo de produção. Além disso, a princípio, parece que os restaurantes receberam bem a ideia: “As respostas do estudo me surpreenderam e serviram de motivação porque pude enxergar que 70% dos estabelecimentos entrevistados estavam muito interessados no produto e dispostos a pagar um valor maior por ele”, disse Júlia Berlingeri

Júlia enfatiza: “Vamos disponibilizar nossos re.potes para que os restaurantes ofereçam como opcional na entrega, no lugar das embalagens de isopor ou plástico descartável. Quem comprar pode ficar com eles e usar em casa ou devolver pra gente, recebendo parte do valor de volta. O importante é não virar lixo!”.

Então, o que achou da iniciativa para comidas delivery da Re.pote? Acha que pode ser bem aceita no restante do país? Escreva nos comentários!


Fonte: Razões para acreditar.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Comentários

Engenharia 360

Redação 360

Engenharia para todos.