Engenharia 360

Conheça o Asfalto Absorvente Reduz Impacto Ambiental e Acaba com Alagamentos

Engenharia 360
por Redação 360
| 16/05/2024 5 min
Imagem de Globo reproduzida de Forum Sustentabilidade

Conheça o Asfalto Absorvente Reduz Impacto Ambiental e Acaba com Alagamentos

por Redação 360 | 16/05/2024
Imagem de Globo reproduzida de Forum Sustentabilidade
Engenharia 360

Sem dúvidas, não teve brasileiro que não se chocou com o que aconteceu no Rio Grande do Sul em maio de 2024. Sem contar que, nos últimos anos, vimos tragédias semelhantes (em maiores ou menores escalas) em estados como Bahia, São Paulo, Santa Catarina e Rio de Janeiro. Nestes momentos, nos perguntamos sobre o que a engenharia pode fazer para minimizar ou mitigar estas situações. Então, nós, do Engenharia 360, resgatamos a história do asfalto absorvente.

Lá no começo da década de 2010, foi divulgada uma notícia nas redes sobre um tipo de asfalto, desenvolvido por um pesquisador brasileiro e que poderia ser a resposta para revolucionar a pavimentação, vias e rodovias pelo país. O que aconteceu com esta tecnologia do asfalto absorvente? Afinal, por que ela não foi adotada? Não sabemos. Porém, sempre é tempo de recomeçar. Então, que tal pegarmos este exemplo e repensarmos nossas obras de infraestrutura? Se aceitar o desafio, continue lendo este texto!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

A problemática das vias e rodovias brasileiras

Vamos a uma reflexão! A maioria das ruas das metrópoles brasileiras são asfaltadas. Notou que, depois que eles cobriram os calçamentos de pedra, ocorreram mais alagamentos? Bem, isto já era de se esperar, pois acabamos com a área permeáveis dessas ruas; então, a água não é absorvida pelo solo e fica depositada nas áreas mais baixas, buscando correr em direção às inclinações até encontrar bueiros ou outras calhas de escoamento fluvial (desde que não estejam entupidas de lixo, como sempre acontece).

Agora, se o asfalto aplicado fosse permeável, se fosse um asfalto absorvente, absorvendo a água da chuva e armazenando-a nas camadas inferiores do pavimento, seria o cenário ideal! Ruas e estradas sem poças e alagamentos. Foi exatamente isto o que pensou o professor José Rodolpho Martins, do Departamento de Hidráulica da Universidade de São Paulo (USP). Ele acreditava que responder a esta necessidade era uma oportunidade de revolucionar a Engenharia Civil.

Asfalto Absorvente
Imagem de Globo reproduzida de Forum Sustentabilidade

Veja Também: Concreto Permeável: Uma Abordagem Sustentável para Reduzir Inundações

A inovação brasileira proposta pela USP

O asfalto absorvente brasileiro, chamado de Camada Porosa de Asfalto (CPA), foi desenvolvido no Laboratório de Tecnologia de Pavimentação da USP em parceria com a Engenharia de Transportes. Trata-se de uma mistura de pedras, cal e asfalto convencional, que permite a passagem da água sem comprometer a resistência do pavimento.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Teste de eficiência do asfalto absorvente

Em teste realizado lado a lado com o asfalto convencional, a diferença ficou clara. Um caminhão-pipa despejou 3 mil litros de água em 10 minutos sobre as superfícies. Enquanto o asfalto tradicional formava poças, o novo asfalto absorvia a água rapidamente (infiltração de até 25%), deixando apenas uma fina camada úmida na superfície (2 a 3 horas para o escoamento para o sistema de drenagem), sem rastros de alagamento. Desde então, os pesquisadores acreditaram que este material poderia não apenas ser uma solução viável, mas também altamente eficiente.

pavimentação permeável
Imagem reproduzida de Universidade Federal do Espírito Santo

Desafios de implantação

Na verdade, a implementação em larga escala do asfalto absorvente ainda não aconteceu, principalmente por conta da comparação de custos (25% mais), embora devêssemos considerar que o mais barato está colocando em risco as nossas vidas e impactando mais a natureza. Agora, vendo o que acontece pelo Brasil, até que seria positivo que os governantes apostassem nesse tipo de tecnologia de engenharia - será que é uma visão utópica nossa? Lembrando que o valor deve diminuir a partir do aumento da produção.

A saber, embora a troca total do asfalto urbano seja um desafio, o CPA pode ser aplicado em áreas específicas, como ruas internas de condomínios, estacionamentos de shopping centers e áreas com histórico frequente de alagamentos.

Veja Também: Pavimentos permeáveis: entenda como a tecnologia pode ajudar a evitar as inundações urbanas

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

As principais vantagens do asfalto absorvente

O CPA ou asfalto absorvente oferece diversas vantagens, como:

  • Redução de alagamentos e erosão do solo;
  • Melhoria na qualidade da água;
  • Diminuição do efeito "ilha de calor" nas cidades;
  • Maior durabilidade do pavimento.

Outras opções de pavimentos permeáveis

Existem outras opções de pavimentos permeáveis contra enchentes. São exemplos:

Pavimento de massas porosas

Existe o concreto poroso, por exemplo, que reflete mais luz solar, colabora para o resfriamento das cidades, reduz ilhas de calor, permite a passagem da água para o solo, evita alagamentos e contaminação da água, atua como filtro e reduz gastos com iluminação pública. Veja outro exemplo no vídeo a seguir:

Pavers ou intertravados porosos

Permitem a passagem da água para o solo, evitam alagamentos, absorvem água da chuva, reduzem o risco de contaminação da água, filtram poluentes, e diminuem as "ilhas de calor".

pavimentação permeável
Imagem reproduzida de site do Governo do Estado do Paraná
pavimentação permeável
Imagem reproduzida de Cidade Engenharia

Blocos de concreto permeável

Contribuem para reduzir alagamentos, aumentam a permeabilidade do solo, absorvem água das chuvas, atenuar picos de inundação, e são mais eficazes que pavimentos convencionais.

pavimentação permeável
Imagem reproduzida de site do Governo do Estado do Paraná

Pisos drenantes

Permitem a infiltração da água no solo, reduzem o escoamento superficial, colaboram para a redução das enchentes, amenizam a temperatura urbana, combatem as ilhas de calor, e dispensam manutenção frequente.

pavimentação permeável
Imagem divulgação Molbra via AEC Web

Observações: Essas opções variam em termos de construção, capacidade de drenagem, resistência e custo, mas todas têm em comum a capacidade de reduzir enchentes e contribuir para a sustentabilidade ambiental.

Considerações finais

O uso desses materiais em obras de engenharia já era para ser obrigatório. Mesmo assim, seria positivo se pelo menos a substituição gradual do asfalto impermeável para soluções como o CPA estivesse encaminhada em obras de recapeamento. Essa medida, aliada a outras, como áreas verdes e permeáveis, poderia estar salvando nossas cidades, combatendo as enchentes. Falamos tanto no Brasil em olhar para o futuro… Temos é que olhar para o presente e investir ao máximo na inovação!

Veja Também:


Fontes: Forum Sustentabilidade, Bom Dia Brasil - Globo.

Imagens: Todos os Créditos reservados aos respectivos proprietários (sem direitos autorais pretendidos). Caso eventualmente você se considere titular de direitos sobre algumas das imagens em questão, por favor entre em contato com contato@engenharia360.com para que possa ser atribuído o respectivo crédito ou providenciada a sua remoção, conforme o caso.

Comentários

Engenharia 360

Eduardo Mikail

Somos uma equipe de apaixonados por inovação, liderada pelo engenheiro Eduardo Mikail, e com “DNA” na Engenharia. Nosso objetivo é mostrar ao mundo a presença e beleza das engenharias em nossas vidas e toda transformação que podem promover na sociedade.

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo