Engenharia 360

Guerra na Ucrânia: como Elon Musk reestabeleceu a internet na zona de conflito?

Engenharia 360
por Redação 360
| 03/03/2022 | Atualizado em 18/01/2023 3 min

Guerra na Ucrânia: como Elon Musk reestabeleceu a internet na zona de conflito?

por Redação 360 | 03/03/2022 | Atualizado em 18/01/2023
Engenharia 360

Infelizmente, como já sabemos, a Ucrânia e a Rússia têm se enfrentado em solo ucraniano – sobretudo nas regiões sul e leste. E no meio desta confusão, a continuidade da conectividade começou a ficar impactada. Afinal, uma das estratégias de guerra é tentar cortar as comunicações vitais do oponente. Foi por causa disso que o Ministro da Transformação Digital da Ucrânia, Mykhailo Fedorov, twittou para Elon Musk pedindo que a sua empresa, SpaceX, ligue os seus satélites de banda larga da Starlink para complementar os serviços de Internet do país, interrompidos durante a invasão. Veja o que ele disse a seguir!

“Enquanto vocês estão tentando colonizar Marte, a Rússia está tentando ocupar a Ucrânia! Enquanto seus foguetes pousam com sucesso no espaço, mísseis russos atacarão civis ucranianos! Pedimos a vocês que forneçam à Ucrânia estações Starlink.” – Mykhailo Fedorov.

Elon Musk
Imagem reprodução de Folha – UOL

Sobre o projeto Starlink e seus planos para o futuro

Starlink é um projeto da empresa SpaceX, do bilionário Elon Musk. Seu objetivo é levar Internet de alta velocidade para pessoas de áreas mais remotas do mundo por meio de uma constelação de satélites que orbitam o planeta. Desde o início dos seus trabalhos, já foram lançados mais de 2 mil satélites ao espaço. Os primeiros terminais foram lançados em 2019, mas os planos são colocar 42 mil satélites na órbita da Terra. Só que a agência norte-americana, NASA, tem criticado isso à Comissão Federal de Comunicações dos EUA, alegando que mais objetos no espaço diminuiriam “a capacidade do nosso planeta de detectar e possivelmente redirecionar um impacto potencialmente catastrófico”.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Elon Musk - starlink
Imagem reprodução de G1
Elon Musk - starlink
Imagem reprodução de O Globo

Como funciona o sistema ativado para a Ucrânia

A SpaceX tem arremessado vários satélites Starlink para oferecer mais conectividade ao mundo todo. Então, parecia mesmo lógico que, desta vez, os serviços da empresa fossem destinados a ajudar as pessoas no território ucraniano. Por isso, Elon Musk decidiu ativar o serviço de internet via satélite do país. Como? Reorientando os próprios satélites para o país – e com a promessa de mais a caminho. E isso justamente aconteceu em resposta ao que disse o vice-primeiro-ministro da Ucrânia.

“O serviço Starlink agora está ativo na Ucrânia. Mais terminais a caminho.” – Elonk Musk.

A saber, os satélites Starlink são capazes de fornecer conexões de Internet de banda larga a partir do espaço sem a necessidade de cabos de fibra óptica na Terra, não sofrendo impacto no funcionamento mesmo com furacões, desastres naturais e mais. Então, nesse caso, para se conectar à Internet bastariam os usuários terem um kit Starlink, incluindo roteador. Por isso, na promessa de Elon Musk, está o envio de diversos terminais gratuitos para o país, já que, por hora, cabos de fibra óptica e torres de celular na região não devem funcionar. Definitivamente, pelo contexto, consertar rotas de fios de internet afetados é uma possibilidade impossível, por isso, essas regiões precisam de conexões seguras com uma infraestrutura mais simples.

Elon Musk - starlink
Imagem reprodução de Space.com

Fontes: Mundo Conectado, Exame, UOL, Blog Poder Aéreo.

Imagens: Todos os Créditos reservados aos respectivos proprietários (sem direitos autorais pretendidos). Caso eventualmente você se considere titular de direitos sobre algumas das imagens em questão, por favor entre em contato com [email protected] para que possa ser atribuído o respectivo crédito ou providenciada a sua remoção, conforme o caso.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Engenharia 360

Redação 360

Somos uma equipe de apaixonados por inovação, com “DNA” na Engenharia. Nosso objetivo é mostrar ao mundo a presença e beleza das engenharias em nossas vidas e toda transformação que podem promover na sociedade.

Comentários

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo