Engenharia 360

É lei! Jovens brasileiros de 15 a 29 anos podem viajar de graça pelo país

Imagem padrão usuário
por Gabriel Petillo
| 17/08/2017 | Atualizado em 01/05/2022 2 min

É lei! Jovens brasileiros de 15 a 29 anos podem viajar de graça pelo país

por Gabriel Petillo | 17/08/2017 | Atualizado em 01/05/2022

Essa é uma lei que muitas pessoas não conhecem, mas que pode ser muito importante, especialmente para os jovens do país. Ela garante que, em cada viagem interestadual de ônibus, duas vagas gratuitas sejam reservadas para jovens entre 15 e 29 anos e, se esgotadas, outras duas vagas deverão ser oferecidas com 50% de desconto. Você sabia disso? Pois é, muita gente não sabe!


Veja Também: 130 coisas incríveis e gratuitas para profissionais e estudantes


jovens brasileiros de 15 29 anos podem viajar de graca pelo pais blog da engenharia
Foto: Reprodução.

Como garantir esse direito de viajar de graça pelo país?

O jovem precisa apenas apresentar a Identidade Jovem, também conhecido como ID Jovem, documento virtual emitido pela internet, dentro do prazo de validade, junto a um documento oficial de identificação com foto.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Segundo o próprio site do ID Jovem:

Para ter direito ao benefício, é necessário que a renda família seja de até dois salários mínimos, e possua inscrição no Cadastro Único do Governo Federal atualizado. O cadastro da ID Jovem é feito por meio de aplicativo de celular, através do número de seu NIS.

Para conseguir o direito, o jovem precisa possuir o ID Jovem – e não é necessário imprimir; basta apresentar a imagem do cartão na tela do celular no momento da aquisição do bilhete. A viagem deve ser entre estados e a gratuidade não é válida para viagens intermunicipais em um mesmo estado.

Vale ressaltar que, embora não seja necessário pagar a passagem, talvez seja preciso pagar algumas taxas e tarifas, como pedágios, taxa de embarque e outros serviços.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

O Governo Federal garante que mais de 18 milhões de jovens sejam beneficiados. O documento vale também para meia entrada a eventos culturais e esportivos, semelhante a já conhecida Carteira de Identificação Estudantil.


Veja Também: 27 Soluções criativas que todo mundo deveria conhecer


Se o direito não for garantido, o usuário pode procurar pela ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), que tem postos de atendimento em muitas rodoviárias. O benefício integra o Direito à Cultura e o Direito ao Território e à Mobilidade, do Estatuto da Juventude (Lei nº 12.852/2013).

Com toda certeza, esse benefício vai ajudar muito durante a faculdade, fase em que os estudantes (e jovens) costumam ficar com pouco dinheiro, somado ao custo elevado para se manter.


Fontes: Conectando Universitários

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Comentários