Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

CANAIS ESPECIAIS


Conheça o Airo, o veículo futurista que vira sala e 'come' poluição

por Redação 360 | 28/09/2021

Durante o último Salão de Xangai, o mundo conheceu a nova criação do designer britânico Thomas Heatherwick, o mesmo inventor da versão atualizada do icônico ônibus Routemaster de Londres, o Heatherwick. Este veículo não apenas tem uma aparência diferenciada, mas promete um funcionamento que poderia ajudar o meio ambiente. Mas, será? É que os críticos não estão tão convencidos disso! Leia o texto a seguir e descubra o por quê!

tecnologia e inovação
Imagem reproduzida de Diário da Amazônia

Vamos conhecer o Airo, a última ideia de Heatherwick! A intenção é que seja produzido um milhão desse protótipo até 2023. O curioso é que projetos de veículos nem o é forte de Thomas, que passou a vida se dedicando a desenvolver projetos arquitetônicos, como a sede do Google na Califórnia e em Londres.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Quando fomos abordados pela IM Motors na China, dissemos que não éramos designers de automóveis, e eles falaram: ‘É por isso que queremos vocês’.”

– Thomas Heatherwick, em reportagem de G1.

tecnologia e inovação
Imagem reproduzida de Futuro próximo – FuturoProssimo
tecnologia e inovação
Imagem reproduzida de greenMe

Objetivo da invenção

A proposta da IM Motors era desenvolver um modelo de automóvel com design radical. Mas o conceito por trás era, primeiro, resolver a crise espacial evidenciada pela pandemia do Covid-19. Segundo, contribuir para resolver a questão da poluição. E é neste ponto do discurso que os especialistas se apegaram mais! Afinal, será que esse design pode ser mesmo uma resposta para amenizar o impacto sobre o meio ambiente?

Características de design

“Os fabricantes de automóveis estão se atropelando para fazer carros elétricos, mas um carro elétrico novo não deve ser apenas outro com um visual diferente.”

– Heatherwick, em reportagem de Época Negócios.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Bem, apesar de Heatherwick dizer isso, o design do Airo saiu, sim, caprichado. O automóvel tem teto de vidro; cadeiras ajustáveis; volante escondido no painel; e exterior texturizado. E, por fim, o melhor detalhe de todos, uma grade frontal equipada com um filtro de ar.

Antes de falar mais sobre esta grade, vamos voltar na história do aproveitamento de espaço. O interior do Airo, com esse ajuste de cadeiras e mais poderia fazer com que o próprio veículo virasse uma espécie de sala. O próprio Heatherwick disse, em entrevistas, “A covid levantou a questão da crise de espaço. Muitos de nós vivemos em apartamentos e casas e precisamos de mais espaço, de um escritório ou espaço para estudo.”.

tecnologia e inovação
Imagem reproduzida de Balconista SA
tecnologia e inovação
Imagem reproduzida de Futuro próximo – FuturoProssimo
tecnologia e inovação
Imagem reproduzida de Futuro próximo – FuturoProssimo

Polêmica

A reação dos especialistas da indústria automotiva quanto às explicações da IM Motors para a grade frontal ou estratégias para otimização de espaço do Airo não foi das melhores. Entenda:

“Não consigo ver como este carro pode dar uma contribuição significativa para resolver os vários problemas associados à posse e uso de automóveis.”,

“A contribuição desse carro para a limpeza do ar de nossos poluídos centros urbanos seria tão pequena que seria impossível medir.”,

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

“Isso fica logo evidente se você comparar o volume de ar que provavelmente passará pelo sistema de filtragem do carro com o volume total de ar.”

– Peter Wells, em reportagem de BBC.

Veja Também: Será que os carros do futuro poderão detectar motoristas embriagados?


Fontes: Época Negócios.

Comentários

Engenharia 360

Redação 360

Engenharia para todos.