Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Covid-19: Uma oportunidade para mudanças e pensar em energia renovável

por Beatriz Zanut Barros | 23/04/2020
Copiado!

Depois de cerca de um mês de confinamento devido à pandemia da Covid-19, paramos para repensar e reinventar diversos aspectos em nossas vidas. Há alguns anos os cientistas nos avisaram que o aparecimento de uma nova pandemia seria apenas uma questão de tempo. Assim como os cientistas nos avisam ao longo de vários anos os riscos atribuídos ao aquecimento global.

Cenário econômico atual:

Economicamente falando, empresas de energia renovável tiveram um desempenho econômico ligeiramente maior à suas concorrentes. De acordo com a empresa Rystad Energy, responsável por investigação energética, esta situação só deverá se agravar se o vírus continuar a afetar ainda mais o fluxo de caixa das empresas. Podendo conduzir até mesmo em uma paragem total do crescimento de energia renovável no mundo.

A nível mundial pode-se esperar um atraso considerável na execução destes projetos, assim como nos leilões de licitação.

Gráfico de crise econômica com imagem interpolada do covid-19
(Fonte: UOL)

Ainda não é claro como se comportará o nosso setor de energia renovável diante a crise devido à pandemia de covid-19, sabemos grande parte dos contratos em execução são protegidos. O que devemos ter noção é que o preço da energia irá cair devido à queda mundial da demanda. Há medida que os preços diminuem, poderá haver uma maior redução no mercado de energia renovável.

Os projetos Greenfield já estão a sofrer perturbações como um impacto direto da COVID-19 – os grandes fabricantes eólicos GE, Vestas e Siemens Gaemsa comunicaram todos o encerramento de fábricas. No setor solar, a escassez de componentes de instalação, incluindo inversores e módulos, está a fazer subir os preços até 15% em mercados como os EUA.

Na minha opinião, alguns destes projetos se recuperarão ao longo do tempo, devido a importância de não deixar o aquecimento global aumentar ainda mais. Porém, economicamente falando, esses projetos originais podem ser substituídos por novas empresas; com um custo benefício menor. Assim como muitos desses projetos serão inviabilizados, e irrecuperáveis.

Gráfico de crise econômica com imagem de pessoas olhando a crise de máscara
(Fonte: A crítica)

Oportunidades na crise:

A atual crise oferece uma oportunidade para os fornecedores de capital a longo prazo entrarem ou expandirem a sua presença no setor de energia renovável.

Mas o maior desafio e a oportunidade para todos nós é a quantidade sem precedentes de despesas de estímulo que foi anunciada a nível mundial. Foi anunciado um total de 7 bilhões de dólares (nos EUA) em termos de incentivos fiscais, despesas governamentais, dinheiro impresso pelos bancos centrais e muito mais.

O setor dos combustíveis fósseis beneficia anualmente de mais de 400 mil milhões de dólares de subsídios – e a Associação Internacional de Energia estima que 70% dos investimentos mundiais em energia são impulsionados pelos governos.

Este financiamento de estímulo oferece então uma oportunidade única para todos os participantes da indústria, incluindo os promotores, investidores e financiadores, de moldar esta despesa para acelerar a transição energética e a agenda de baixas emissões de carbono.

Fonte: SC.

Copiado!
Engenharia 360

Beatriz Zanut Barros

Engenheira de Energia formada em 2018 pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. Mestranda em Energia Renovável pela Universitat Politècnica de Catalunya em Barcelona. Acredito que o conhecimento é tudo que possuímos, e sou apaixonada pelas novas tecnologias que além de melhorar a qualidade de vida da população, não prejudicam o meio ambiente.

Comentários