Engenharia 360

Saiba como funciona o Controle PID na indústria [sobretudo para extrusão de plástico]

Engenharia 360
por Redação 360
| 01/07/2022 4 min

Saiba como funciona o Controle PID na indústria [sobretudo para extrusão de plástico]

por Redação 360 | 01/07/2022
Engenharia 360

O Controle PID é essencial em diversas atividades industriais. Ele serve especialmente como método para redução de erros – como oscilações fora de controle -, garantindo mais precisão e estabelecimento de processos, incluindo de movimentos rápidos. E, para isso, são usadas ações de integral e derivada – funções que explicamos recentemente aqui, no Engenharia 360, veja aqui.

Aliás, são exemplos de Controle PID o controle de variáveis como fluxo, pressão e temperatura, grandes desafios para a indústria, por exemplo que lida com fornos, estufas, tanques, câmaras, secadoras, caldeiras, embaladoras, entre outros, para trabalhos relacionados a alimentos, ar condicionados, extrusoras de plástico, e mais. Saiba mais no texto a seguir!

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Controle PID
Imagem reproduzida de EMATEC LTDA

Como é feito o controle de temperatura?

Como você bem sabe ou pelo menos deve imaginar, todas as fábricas seguem processos em série padronizados. Qualquer alteração pode comprometer não apenas a qualidade daquilo que é fabricado – já que algumas matérias-primas e insumos dependem disso para permanecerem sempre aptas à produtividade -, mas até a segurança dos funcionários, colocando as máquinas em condições apropriadas para o trabalho, prevendo quebras, acidentes e mais. Só que, para isso, é preciso fazer o monitoramento constante de cada etapa, sempre realizando as devidas adequações quando necessário.

O controle de temperatura, no caso, é feito por meio de um equipamento que é capaz de, por meio de medições e reguladores, manter objetos ou ambientes devidamente quentes ou frios, de acordo com o desejado, desde que com aprovação técnica. Justamente por contar com sensores, pode fazer isso automaticamente, o que torna tudo mais prático.

Controle PID
Imagem reproduzida de Embarcados

Os sensores comparam a temperatura atual com a esperada, justamente após a medição. Se é constatada a diferença, são emitidos alertas. Se o equipamento é ligado a um sistema computadorizado, que pode ser pré-programado para realizar sozinho os devidos ajustes. Com a automação, pode também fazer o desligamento de aparelhos de refrigeração ou aquecedores, por exemplo.

Dá para fazer controle de tensão de corrente, de válvulas e mais, até que seja alcançada a temperatura específica desejada. Com o equipamento, o controlador consegue adequar a potência dos dispositivos – e tem ainda modelos que fazem as compensações de forma automática. Quer saber para quando isso é perfeito? Ao ter mudanças climáticas bruscas.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Controle PID
Imagem reproduzida de Brastronic

Veja Também: Será mesmo que vigas de plástico superam vigas de concreto e de aço? Descubra!

Quais tipos de controladores de temperaturas que existem?

Existem versões, modelos e formatos diferentes de controladores de temperaturas, com variados recursos e características, do básico ao incrementado. Os mais comercializados no nosso mercado é o Single Loop e o Multi-loop, sendo que este último pode controlar a temperatura de duas ou mais zonas e ser integrado a outros equipamentos.

Como funciona PID de extrusão de plástico?

Controle PID de extrusão de plástico tem a ver com medir a pressão e a temperatura em extrusão de plásticos, visando a eficiência de determinados processos, segurança e qualidade de produtos acabados, detectando problemas em potencial e auxiliando os operadores a obterem um processamento suave.

Na primeira fase, são feitas medições de geometria de roscas, avaliando a mistura do polímero no processo. Na fase dois, faz-se a medição que permite a detecção de qualquer entupimento de filtro, que poderia causar aumento de pressão, perda de carga na matriz e instabilidades dimensionais. O próximo momento, vê-se a pressão na entrada da bomba, que deve ser controlada para que sempre seja preenchida de polímero; aliás, nesse ponto, o controlador PID altera velocidade extrusora para garantir o setpoint na entrada, e a pressão na saída é medida para garantir que o bombeamento do material pode ser fluido. E, no final, são executadas funções de alarme e controle para processo de extrusão, com medição de indicadores em tempo real, como justamente o índice de fluidez e viscosidade.

Controle PID
Imagem reproduzida de Stringfixer
Controle PID
Imagem reproduzida de WEG

Veja Também: Plástico pode ser transformado em gás hidrogênio e nanotubos de carbono, segundo pesquisa


Fontes: Blog Katalec, Digitrol, West-CS.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Comentários

Engenharia 360

Redação 360

Engenharia para todos.

Assine nossa newsletter
e receba
uma curadoria exclusiva de conteúdos: