Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Conheça a armadura russa capaz de suportar balas calibre .50

por Clara Ribeiro | 02/04/2021

Conheça o potencial desse novo equipamento russo!

Para muitos pesquisadores e especialistas em estratégias militares, as futuras guerras não serão terrestres, mas acontecerão por meio da inteligência artificial e de armas bioquímicas. 

Todavia, algumas nações seguem desenvolvendo equipamentos para os confrontos em terra. É o caso da Rússia, que realizou testes e anunciou a criação de uma armadura de combate munida com alta tecnologia Sotnik

A empresa estatal russa Rostec é a responsável pela quarta geração de sua armadura de combate Sotnik, também chamada de “Centurion”. 

O instrumento inclui equipamento de proteção pessoal e munição com alta tecnologia, oferecendo defesa com armadura leve, ampliando consideravelmente o poder bélico dos soldados. 

Nova armadura russa de combate 

A nova armadura russa tornou-se uma espécie de ícone entre os dispositivos de guerra. Afinal, já soma conquistas da indústria de defesa do país por conta de mecanismos robóticos e sistemas integrados de troca de informações. 

De acordo com o engenheiro da empresa Rostec, Bekkhan Ozdoev, atualmente é preciso delimitar exigências táticas e técnicas para posteriormente arcar com o desenvolvimento de um equipamento desse calibre. 

Segundo o profissional, a armadura russa de guerra Sotnik será produzida em fibra de polietileno leve e com revestimento especial criado para aguentar tiros de um calibre .50 M2 Browning. 

Ou seja, a armadura russa não atrapalha os movimentos, permitindo que os soldados carreguem peso extra necessário para realização de missões especiais.

A saber, mesmo que a armadura russa Sotnik pareça sair de um filme de ficção científica, os militares russos acreditam que essas novas tecnologias desenvolvidas são super promissoras e traz benefícios reais.

Para se ter uma ideia do potencial da armadura russa, o calibre .50 é muito maior quando comparado a balas usadas em revólveres e pistola convencionais. 

Ou seja, uma bala calibre .50 podem ser cerca de quatro vezes maior que as balas ACP de .45 usadas em uma pistola Glock, uma das armas mais populares do planeta. 

Armadura russa

Sotnik x Ratnik

Segundo a própria Rostec, a armadura Sotnik surge para superar o macacão Ratnik, que já possui alguns recursos que podem fazer a diferença; como por exemplo:

  • Visão térmica 
  • Filtragem de água 
  • Aquecedores autônomos 
  • Kit médico 
  • Máscara de gás 
  • Comunicações integradas 

Toda essa investida russa demonstra a posição do país como um fabricante protagonista em armaduras de batalha avançadas atualmente, ultrapassando até mesmo os Estados Unidos

É isso mesmo. Ainda que os americanos mostrem avanços na montagem de exoesqueletos robóticos visando melhorar as capacidades físicas dos soldados, a Rússia está à frente. 

Para a maioria dos especialistas os americanos estão atrás dos russos no desenvolvimentos de novas armaduras militares para conflitos futuros. 

Por fim, mesmo sendo surpreendente toda a tecnologia envolvida na produção da armadura russa Sotnik, imaginar seu uso em combates ainda mais cruéis torna-se algo um tanto assustador.

Qual sua opinião sobre isso? Gostou de conhecer a nova armadura russa? Deixe seu comentário e compartilhe com seus amigos!

Engenharia 360

Clara Ribeiro

Jornalista especializada em arquitetura e engenharia. Ávida consumidora de informação; viciada em produzir conteúdo; amante das letras, das artes e da ciência.

Comentários