Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Como funciona o processo decisório de uma organização?

por Kaíque Moura | 17/02/2017 | Atualizado em 27/12/2021

Nas organizações, é possível observar que constantemente ocorrem mudanças: mudança no quadro de funcionários, mudança no ambiente de trabalho, nas máquinas, entre outras. Por trás de todas as decisões, existe um estudo e uma minuciosa análise sobre os possíveis efeitos, benéficos ou maléficos. No caso de uma montadora, por exemplo, antes de lançar um novo modelo de veículo ou retirar um modelo já existente no mercado, é feito todo o planejamento e análise necessários para não gerar prejuízo. Eis o processo decisório!

As organizações vivem em contante mudança.
As organizações vivem em contante mudança.

Veja Também: 5 aplicativos que vão te ajudar na organização de tempo e tarefas | Lista 360

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Sendo assim, as questões que surgem são: como funciona o processo decisório? Quem são as pessoas que tomam a frente nas decisões mais importantes? Quem as executa? Para isso, é necessário conhecer os níveis hierárquicos de decisão.

Níveis hierárquicos de decisão.
Níveis hierárquicos de decisão.

A figura acima mostra os níveis hierárquicos de decisão da maioria das fábricas. Cada um desses níveis tem atribuições e responsabilidades a serem seguidas. Vamos entender cada um deles!

Tipos de níveis de processo decisório

Estratégico

É o nível referente a todas as decisões tomadas pela alta cúpula da organização (presidente, diretores ou executivos), em que procuram relacionar-se com os objetivos de longo prazo, tomando decisões referentes ao direcionamento da empresa. Abaixo temos alguns exemplos de decisões tomadas ao nível estratégico:

  • Ampliação da empresa;
  • Exportação;
  • Novo produto.

Tático

É o nível que acata as decisões do planejamento estratégico, buscando relacionar-se com os objetivos de curto prazo. Se encaixam aqui os responsáveis por decisões mais internas, organizando o planejamento e controle das decisões administrativas e operacionais, procurando obter sempre realizar tudo com eficiência. Podemos citar alguns exemplos desse nível:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

  • Planos de produção, quais os métodos e tecnologias utilizados;
  • Financeiros, que trabalham a captação e aplicação do dinheiro da empresa;
  • E de recursos humanos, que buscam gerenciar todo o pessoal envolvido na produção.

Operacional

É relacionado a quem, de fato, realiza as atividades operacionais. É um nível que envolve as pessoas que executam as atividades rotineiras da fábrica. Nesse nível, podemos destacar alguns exemplos:

  • Atividades de manutenção no equipamento;
  • Designação e distribuição de atividades operacionais do equipamento;
  • Elaboração de procedimentos internos do setor a serem cumpridos.
atitudes positivas para o sucesso profissional 1

Como podemos observar, cada nível hierárquico possui o seu grau de importância. É importante que cada nível tome decisões relacionadas a suas competências, sem interferir nos outros níveis, para que todos na organização, desde o operador até o CEO, possam trabalhar da maneira correta na busca do atingimento de metas, almejando o crescimento da organização.


Fontes: Nerus.

Comentários

Engenharia 360

Kaíque Moura

Graduando em Engenharia de Produção no Centro Universitário Santo Agostinho (UNIFSA) e Técnico em Mecânica pelo Instituto Federal do Piauí (IFPI).