Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Pesquisadores desenvolvem combustível a partir de energia solar (sem usar painel solar)

por Larissa Fereguetti | 07/08/2019

Todo mundo sabe (ou deveria saber) que já está passando da hora dos combustíveis não renováveis deixarem de ser uma das fontes de energia mais usadas no mundo. Espera-se que um dos substitutos seja um combustível proveniente de energia solar, mas que não usa painéis solares.

Quem apresentou a pesquisa foi um estudo publicado recentemente. Nele, os pesquisadores da Uppsala University, na Suécia, descrevem como desenvolveram um combustível neutro em carbono a partir de energia solar, dióxido de carbono e água. Para isso, eles saram microrganismos modificados capazes de produzir álcool butanol por meio dos “ingredientes” citados.

energia solar combustível
Imagem: .baklol.com

Os microrganismos utilizados são as cianobactérias. A técnica de modificação genética desses seres avança conforme o progresso da tecnologia e eles são cada vez mais usados para produzir uma variedade de substâncias.

As cianobactérias microscópicas são um dos organismos fotossintéticos mais eficientes que existem na Terra. O que os pesquisadores fizeram foi alterar geneticamente para otimizar a capacidade de capturar a energia solar e o dióxido de carbono do ar, programando-a para produzir o combustível renovável.

Os pesquisadores mostraram que não só é possível produzir butanol por meio das cianobactérias, da luz solar, de água e do dióxido de carbono como também provaram que a produção em larga escala é viável. Na prática, o butanol pode ser usado tanto como combustível para veículos como para a fabricação de borracha para os pneus.

energia solar combustível
Imagem: singularityhub.com

Nos dois casos de aplicação do butanol, é feita a substituição de um produto proveniente de recursos não renováveis por um outro neutro em carbono e criado a partir de elementos simples e disponíveis em grande quantidade. Ainda, as empresas podem incorporar a produção do butanol ao seu processo produtivo e, consequentemente, reduzir as emissões de gases do efeito estufa.

De modo geral, o estudo abre uma grande porta para mostrar que combustíveis neutros em carbono provenientes da energia solar são viáveis. A pesquisa realizada na Uppsala University é parte do projeto EU Photofuel. O artigo completo pode ser encontrado no site da revista Energy & Environmental Science.

Referências: TechXplore.

Comentários

Engenharia 360

Larissa Fereguetti

Doutoranda, mestre e engenheira. Fascinada por tecnologia, curiosidades sem sentido e cultura (in)útil. Viciada em livros, filmes, séries e chocolate. Acredita que o conhecimento é precioso e que o bom humor é uma ferramenta indispensável para a sobrevivência.