Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

China anuncia o trem magnético mais rápido do mundo (que pode chegar a 600km/h)

por Bernardo Lopes Frizero | 04/04/2017
Copiado!

Enquanto o Brasil e outros países ainda atravessam um período de recessão com pouco desenvolvimento tecnológico, a China continua crescendo a passos largos. Desta vez, foi anunciado o desenvolvimento do que pode se tornar “simplesmente” o trem mais rápido do planeta!
A  estatal chinesa CRRC, referencia mundial em material ferroviário, apresentou o trem de alta velocidade mais rápido do mundo no evento Middle East Rail 2017, em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. O trem, denominado de EMU, já em seus primeiros testes conseguiu obter picos de velocidade de operação máxima de 420 km/h. Porém engana-se quem pensa que para por aí. Segundo engenheiros do projeto, a intenção é que se consiga alcançar a velocidade máxima de impressionantes 600 km/h, se tornando o trem mais rápido já construído pelo homem.

Crédito: Divulgação


Comparado a um trem bala de última geração, a velocidade de operação contínua do novo comboio aumentou 50 km por hora. Cada comboio do trem irá possuir cerca de 200 m de comprimento, além de quatro repartições destinadas aos motores e quatro reboques. Os comboios têm ainda 3,3 m de largura e 4 m de altura, suportando uma carga por eixo de 17 toneladas. Cada vagão do trem pode acomodar 556 passageiros, com 10 na classe executiva, 28 na primeira classe e 518 na segunda classe.

+Crescimento do mercado ferroviário

Desde a sua edição inaugural em 2007, o Middle East Rail cresceu para se tornar o evento ferroviário mais influente na região, acolhendo mais de 400 expositores e 200 palestrantes na conferência. Esse crescimento é explicado pela expansão da malha ferroviária ao redor do planeta, mas principalmente pelo interesse dos mercados emergentes, como Oriente Médio e a própria China.
Portando mais de 20 mil quilômetros de malha ferroviária, o território chines assumiu o posto em 2016 de líder mundial em redes de transporte de alta velocidade.
Fonte: Trade Arabia

Copiado!

Comentários