Engenharia 360

Ação social de engenheiro gera energia na África

Engenharia 360
por Larissa Fereguetti
| 18/03/2014 | Atualizado em 18/08/2022 2 min

Ação social de engenheiro gera energia na África

por Larissa Fereguetti | 18/03/2014 | Atualizado em 18/08/2022
Engenharia 360
Pequenas ações podem produzir grandes resultados. Provavelmente você entra em pânico quando fica sem energia elétrica por apenas uma hora, mas muitas pessoas sobrevivem sem ela. As condições, para nós, que estamos acostumados ao conforto dos interruptores e das tomadas, são completamente fora de cogitação. Diante desse problema que atinge uma grande área do continente africano, o engenheiro Ben Markham criou a ONG Empower Playgrounds, em parceria com a Brigham Young University.

A ONG distribui brinquedos que produzem e armazenam energia. Algumas escolas de Gana, na África, receberam os brinquedos, cuja eletricidade é utilizada para iluminar a escola e carregar as lanternas de LED usadas pelas crianças para a volta para casa e para leitura durante os apagões, constantes em áreas que possuem fornecimento de energia elétrica.

gira-gira-gera2-energia

Segundo estimativas, cada criança entre 8 e 12 anos é capaz de gerar 150 watts por hora. O custo de cada sistema é cerca de dez mil dólares, sendo capaz de fornecer energia para duzentas crianças por, pelo menos, cinco anos.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Como engenheiro, Bem Markham, ex-vice-presidente da ExxonMobil, uma petrolífera multinacional, após passar um tempo realizando trabalhos voluntários em Gana, mostrou que nosso conhecimento pode ser utilizado não só para o aperfeiçoamento de tecnologias de ponta, mas também em pequenas ações sociais que terão grandes impactos e vão melhorar a qualidade de vida de muitos.

Nos dois vídeos abaixo você confere um pouco mais sobre o projeto e a recepção do mesmo pelos africanos:

Veja Também:

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Engenharia 360

Larissa Fereguetti

Engenheira, com mestrado e doutorado. Fascinada por tecnologia, curiosidades sem sentido e cultura (in)útil. Viciada em livros, filmes, séries e chocolate. Acredita que o conhecimento é precioso e que o bom humor é uma ferramenta indispensável para a sobrevivência.

Comentários

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo