Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

7 motivos para você investir em uma calculadora mais potente

por Engenharia 360 | 31/03/2017
Copiado!

Durante a faculdade de engenharia e, depois, ao exercer a profissão, não basta ter uma calculadora. É preciso uma BOA calculadora. Como esse é um dos assuntos mais buscados aqui no blog, preparamos uma lista com 7 motivos para você investir em um modelo mais potente.

Fonte: Shutterstock.

1. Garantia

Esse é um ponto que a gente sempre comenta e é importante reforçar: a calculadora vai te acompanhar durante anos e anos da sua vida. Não adianta comprar um modelo qualquer ou o mais barato. Pesquise sobre a durabilidade do aparelho e sua garantia. Há opções no mercado com até 3 anos de garantia.

2. Bateria

Adianta ter uma calculadora que vai te deixar na mão? Não, né? Por isso, outro ponto importante é a bateria. Um bom exemplo é a CASIO fx-991 LA X, que possui dois sistemas de energia: a bateria de lítio LR-44 e também alimentação solar.

3. Módulos de cálculo

Verifique as opções de módulos de cálculos e o quanto ela entrega o que você precisa para o dia a dia. Um modelo mais básico acaba sendo bem limitado nesse sentido. Ainda usando como exemplo a CASIO fx-991 LA X, ela contém funções de cálculo compatíveis com até mesmo as operações matemáticas mais avançadas, incluindo planilhas, cálculos de matriz 4×4, cálculo de equações simultâneas com quatro equações quárticas e desconhecidas, e cálculos avançados de distribuição estatística. Saiba mais aqui.

Fonte: Shutterstock.

4. Velocidade

Ninguém tem paciência com um computador lento. O mesmo vale para a calculadora. Por isso, verifique também o processador, para que você faça cálculos rápidos e tenha um desempenho sem problemas na aula ou nas provas. De novo, a linha Casio Classwiz é um bom exemplo, com processador 4x mais veloz que seu antecessor e outros modelos do mercado.

5. Menu e idioma 

A maioria das calculadoras é em inglês e exige uma leitura aprofundada do manual (ou até mesmo cursos!) para aprender a manusear e entender como funciona… Por isso, modelos que possuem menu com ícones e em português podem ser um grande diferencial, não só por ser mais fácil de usar, como também por não exigir o domínio de um segundo idioma para conseguir fazer um bom uso.

6. Resolução e visor

Do que é feito o visor? Ele oferece uma boa resolução? Essas duas perguntas são bem importantes. Tenha em mente que uma maior resolução aumenta a quantidade de informações que podem ser exibidas e melhora a facilidade de utilização. Exemplo: a CASIO fx-991 LA possui um visor de 192 × 63 pontos e tela LCD que permitem a apresentação de textos, números e ícones gráficos de maneira mais clara, nítida e confortável.


Veja outras matérias sobre a Casio e aproveite para seguir a marca no Facebook.


7. Acabamento

Lembre-se: você não vai usar a calculadora somente na faculdade e sim em toda a sua vida. Além das configurações técnicas, ela precisa ser resistente para acompanhar você em todos os seus afazeres acadêmicos e profissionais. Avalie o seu design e acabamento, desde a textura da superfície, as teclas até a sua estrutura e tampa protetora.

[+BÔNUS]

Você deve ter reparado que citamos a CASIO fx-991 LA em vários exemplos. Caso tenha se interessado, o vídeo a seguir (em inglês) traz uma apresentação mais detalhada do modelo:

Copiado!
Engenharia 360
Artigo Patrocinado

Matérias Relacionadas

Comentários