Engenharia 360

Horário de Verão: entenda porque o governo brasileiro encerrou e estuda retomá-lo

Engenharia 360
por Redação 360
| 08/09/2022 4 min

Horário de Verão: entenda porque o governo brasileiro encerrou e estuda retomá-lo

por Redação 360 | 08/09/2022
Engenharia 360

Mais uma vez, os brasileiros estão discutindo sobre o horário de verão. Mas saiba que esta prática não é apenas nossa. Diversos países também adotam o sistema pensando no aproveitamento da luz solar e, ao mesmo tempo, na redução do consumo de energia elétrica. Isso, por sua vez, mexe demais com os hábitos e rotinas das pessoas. Alguns gostam e outros não, o que sempre gera intensos debates – sobretudo entre os estudiosos e a população. Então, será que há mesmo benefícios no horário de verão? Veja no texto a seguir!

Horário do Brasil
Imagem reproduzida de O Globo

Quando surgiu o horário de verão?

Estados Unidos

Não se sabe ao certo quando o horário de verão foi estipulado pela primeira vez. Alguns acreditam que o primeiro governante que mencionou a adoção do mesmo foi Benjamim Franklin, nos Estados Unidos, em 1874. Ele percebeu que, em algumas localidades do país, o sol nascia antes do despertar das pessoas. Então, elas poderiam acordar mais cedo e aproveitar melhor o luz do sol para realizar as suas atividades. Isso, naquela época, faria reduzir o consumo de velas, depois de energia elétrica dos equipamentos ligados quando a iluminação noturna era acionada.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Horário do Brasil
Imagem reproduzida de El Hombre

Europa

Na Europa, em países como Alemanha e França, o horário de verão foi adotado pela primeira vez durante o período da Primeira Guerra Mundial. Com o fim da guerra, muitos países deixaram de adotar o horário de verão. Mas, durante a década de 70, o horário de verão foi adotado novamente, como resposta à crise energética vivida naquele período.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Horário do Brasil
Imagem reproduzida de BuzzFeed

Brasil

Já aqui, no Brasil, o horário de verão foi instituído em 1931, durante o governo de Getúlio Vergas, por meio do Decreto nº. 20.466. A ideia era que as pessoas reduzissem o uso de lâmpadas, chuveiros e outros aparelhos elétricos no período do dia. Mas isso foi logo revogado, em 1933; retomado só de 1949 a 1953, de 1963 a 1968, e de 1985 até 2019. Nem todos os estados adoraram a regra nesses anos. A explicação era de que o horário de verão é mais eficiente nas regiões mais distantes da linha do Equador, ou seja, Sudeste, Centro-Oeste e Sul, visto que há uma maior diferença de luminosidade do dia entre as estações de verão e inverno.

Horário do Brasil
Imagem reproduzida de Acervo O GLOBO

Por que o horário de verão foi extinto no governo atual?

Sabemos que, hoje em dia, nossa rotina pessoal e profissional está diferente. Por exemplo, usamos aparelhos mais econômicos, como as lâmpadas de LED. E, pensando bem, equipamentos como ar-condicionado são ligados hoje em plena luz do dia. Novos modelos de trabalho fazem as pessoas ligarem computadores e mais em horários aleatórios, sem uma regra. Então, redução do consumo de energia praticamente deixou de existir.

Em 2019, o governo avaliou qual medida serviria para a economia de energia naquele momento. Houve uma avaliação técnica do ponto de vista do setor elétrico. Só que, de lá para cá, houve a pandemia e mais. Outra vez, a economia do país ficou bastante abalada, como em muitos momentos da história. Acabou que se teve uma mudança no perfil de geração e de consumo de energia. E pode ser que, agora, de novo, o horário de verão faça sentido para a geração de economia.

Horário do Brasil
Imagem reproduzida de Conservadorismo do Brasil

Como o governo avalia a volta do horário de verão no Brasil?

Então, a volta do horário de verão no Brasil em 2022 é uma possibilidade, sim! Essa discussão começou entre o Palácio do Planalto, o Ministério de Minas e Energia e o Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS). Ambas as entidades vêm realizando estudos, pesquisas e avaliações técnicas das medidas possíveis, de acordo com o contexto energético vigente. Porém, o foco é a segurança energética e a modicidade tarifária ao consumidor brasileiro.

O retorno do horário de verão agora pode acontecer, pois, nos últimos anos, houve um aumento significativo na geração de energia solar. A explicação dos técnicos é de que, com isso, a correlação entre carga e consumo também teria se alterado. Diante desse cenário, ter essa mudança representaria um aumento no uso desse tipo de energia em um horário maior de consumo, o que reduziria a pressão por outras fontes, que impacta nossos reservatórios e hidrelétricas.

Horário do Brasil
Imagem reproduzida de Meio Norte

A saber, em caso de retorno, o horário de verão seria implementado para os seguintes estados: Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e o Distrito Federal.


Fontes: O Globo, Globo, UOL, Wikipédia.

Engenharia 360

Redação 360

Somos uma equipe de apaixonados por inovação, com “DNA” na Engenharia. Nosso objetivo é mostrar ao mundo a presença e beleza das engenharias em nossas vidas e toda transformação que podem promover na sociedade.

Comentários

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo