Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Desvendando o truque do cálculo de porcentagens que está bombando na internet

por Larissa Fereguetti | 28/03/2019
Copiado!

Contas básicas de matemática não deveriam ser um problema para engenheiros/futuros engenheiros, certo? Mas, na verdade, a gente sabe que sempre bate aquela dúvida e, mesmo que você resolva uma derivada parcial de cabeça, calcular o desconto em uma loja pode ser difícil, ainda mais sob pressão. É por isso que nós vamos mostrar e entender o que está por trás do truque do cálculo de porcentagens que está fazendo o maior sucesso na internet.

truque do cálculo de porcentagens
Imagem: sciencing.com

Recentemente, mostramos aqui no Engenharia 360 um truque para calcular porcentagens rapidamente. No entanto, outro truque está fazendo sucesso.

Tudo começou quando o truque foi compartilhado por um redator no Reino Unido. Então, todo mundo começou a questionar o motivo pelo qual a matemágica do truque não foi ensinada quando éramos pequenos. Na verdade, você vai descobrir que você aprendeu sim, na escola. O que muda é só a forma como você vê a matemática (que, convenhamos, é linda para nós que somos de exatas!).

+ Entenda o truque do cálculo de porcentagens

Primeiro que, para o truque funcionar, é preciso que você tenha pelo menos um valor mais “fácil” de calcular. Exemplo: ele não funciona bem se você tentar calcular 37% de 948. Mas, ele funciona muito bem quando você tenta calcular 12% de 25.

Em vez de fazer a regra de três básica, multiplicando 12 por 25 e dividindo por 100, você deve pegar 25% de 12. O que a gente sabe que é, simplesmente, dividir por 4 (é exatamente por isso que o 25 é um valor “fácil”). O resultado dessa conta é igual a 3. Pode pegar a calculadora (ou fazer de cabeça, já que você é um engenheiro – ou quase um) e conferir: 12% de 25 também é 3.

truque do cálculo de porcentagens
Imagem: quickanddirtytips.com

Não adianta fazer cara de surpresa porque você conhece muito bem a origem desse truque. Lembra que A*B = B*A? E que a “ordem dos fatores não altera o produto”? Isso prova que a matemática não é difícil, difícil é a forma que a enxergamos. Ok, talvez a matemática avançada, aquela que rende 10 páginas de conta seja difícil, mas a matemática básica, que aprendemos até o ensino médio, não é.

Claro que um professor pode ensinar esse truque em sala de aula. Porém, antes disso, ele precisa mostrar que a ordem dos fatores não altera o produto. É como se ele mostrasse que a aplicação de algo que parece complicado é, na verdade, simples.

Referências: IFLScience; Galileu.

Copiado!
Engenharia 360

Larissa Fereguetti

Doutoranda, mestre e engenheira. Fascinada por tecnologia, curiosidades sem sentido e cultura (in)útil. Viciada em livros, filmes, séries e chocolate. Acredita que o conhecimento é precioso e que o bom humor é uma ferramenta indispensável para a sobrevivência.

Comentários