Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Tecnologia inovadora: os aviões que decolam quase na vertical

por Luciana Reis | 10/09/2015
Copiado!

A utilização de novas tecnologias e conceitos, associada à capacidade inovadora da engenharia aeronáutica permitem novidades que têm chamado a atenção recentemente. Muito se tem falado dos aviões que decolam quase na vertical.
“Quase na vertical” pode ser exagero, mas sim, o que se tem visto são aeronaves que decolam em ângulos mais acentuados que o normal. Entre os exemplos, temos o caso de uma startup americana que anunciou o desenvolvimento de um avião que decola praticamente como um helicóptero.
E em junho deste ano, a Boeing também divulgou uma aeronave com desempenho semelhante no Paris Air Show.

Imagem: Reprodução/Youtube-blog-da-engenharia

Imagem: Reprodução/Youtube



No primeiro caso, a startup americana XTI Aircraft trabalha no desenvolvimento de um avião particular, o TriFan 600, com capacidade para cinco pessoas mais o piloto. A tecnologia que permite a decolagem diferenciada, quase na vertical, é possível pela existência de três dutos. Dois deles atuam no impulso da aeronave, primeiramente para cima, e depois, para frente.  A terceira hélice fica coberta por uma porta deslizante, garantindo a aerodinâmica do avião.
O TriFan 600 pode atingir velocidade superior aos 600km/h. E o tempo de decolagem também surpreende: em aproximados 90 segundos, a aeronave atinge mais de 9 mil metros de altitude. Estes são alguns dos números que permitem uma economia do tempo de viagem quando comparado a similares utilizados no transporte particular atualmente, como helicópteros.
Imagem: Divulgação XTI Aircrafte-blog-da-engenharia

Imagem: Divulgação XTI Aircraft


Ainda não há previsão para o início da fabricação da aeronave, que deverá custar até 12 milhões de dólares. Para o andamento do projeto, estão previstos investimentos por meio de recursos captados através da empresa de crowdfunding, a Start Engine.
Imagem: Divulgação XTI Aircrafte-blog-da-engenharia

Imagem: Divulgação XTI Aircraft

+ Boeing e Airbus

A Boeing apresentou as funcionalidades do Dremliner 787-9 em demonstração no Paris Air Show. As manobras pouco usuais, nesta que foi a 51ª edição do maior salão aéreo do mundo, impressionaram. O avião tem capacidade para 280 pessoas. Mas não se preocupem, as manobras foram feitas sem passageiros dentro, o que facilitou o movimento da aeronave, assim como a utilização de suas duas grandes turbinas GEnx-1B da General Electric . O valor da aeronave é de 250 milhões de dólares. Demonstração semelhante também já havia sido feita pela Airbus, com seu A380, na edição de 2013 do Paris Air Show. As manobras também foram apenas para testes, e com pilotos experientes em manobras aéreas.
Preocupação com possíveis vertigens e curiosidade para saber como é a decolagem das duas aeronaves? Confira as imagens nos vídeos de divulgação das empresas:
[youtube https://youtu.be/pxvwGppH4zg]
[youtube https://youtu.be/A5tyDMMo-Ic]
[youtube https://youtu.be/mMD7arpD0eM]
Referências: Exame, G1, BBC
 

Copiado!

Comentários