Engenharia 360

ESCOLHA A ENGENHARIA
DO SEU INTERESSE

Digite sua Busca

Saiba o que fazer com o carro durante e depois de uma enchente

por Fabio Doom | 18/02/2016
Copiado!

Num dia de mormaço e calor insuportável, é quase certa a vinda de uma grande tempestade no fim da tarde. O problema, porém, está longe de ser a chuva, e sim os alagamentos que afetam cada vez mais as cidades brasileiras.
A cada ano, vimos pela TV diversos locais sofrendo com as enchentes, desde as metrópoles até as áreas interioranas. O estrago é grande e sempre afeta motoristas que insistem em passar com o veículo no meio do alagamento ou que acabam ficando ilhados com a subida repentina da água. E você, sabe o que fazer com o carro durante e depois de uma enchente?
O Blog da Engenharia separou algumas dicas para que se isso aconteça, você saiba o que fazer!

carro-apos-a-enchente-blog-da-engenharia

Foto: Reprodução


Primeiramente, faça sempre seguro do automóvel. Depois disso, vale a dica mais preciosa: não saia com o carro na rua durante uma chuva forte. Mas se você já está nessa situação e não tem como voltar atrás, é preciso ficar atento. Dirija em  baixa velocidade, com o farol baixo e ligue o limpador de pára-brisa.
Na borda de uma poça, observe os outros veículos e veja se a água está até a metade das rodas. Caso sim, tente voltar ou pare num local seguro, longe dos bueiros.
Se mesmo assim for necessário seguir, pegue bastante distância do carro da frente, escolha a parte central da pista, coloque na primeira marcha e acelere constantemente, controlando a velocidade com a embreagem. Nunca mude de marcha no meio da água, já que, com o refluxo de gases, ela entra no escapamento e o motor apaga.
 
carro-na-enchente-blog-da-engenharia

Foto: Reprodução


Se o carro não resistiu e parou, não tente dar a partida. Isso pode acontecer porque a água invadiu a câmara de combustão e travou o motor, logo, se você ligar o veículo, as bielas podem empenar e dar perda total. O melhor a fazer é descer e tentar empurrá-lo até uma parte seca ou rasa, mas cuidado: essa recomendação vale apenas para pequenos alagamentos. Se é impossível fazer isso, abandone o veículo imediatamente e peça ajuda.
Após o susto, é necessária a avaliação de um mecânico particular ou da seguradora. Quando o filtro de ar e o óleo não foram afetados e não houve calço hidráulico, é possível até voltar a andar com o carro tranquilamente quando tudo estiver seco. Caso contrário, deve ser feita a troca de peças e a reparação do motor, ou seja, você deve gastar em torno de 3 mil reais para fazer essa recuperação.
carro-enchente-blog-da-engenharia

Foto: Reprodução


Quando a água sobe e atinge o carro todo, é preciso verificar o estado da funilaria e parte interna. A primeira coisa a fazer é retirar o lixo de dentro, remover tapetes e deixar o carro aberto no sol. Hoje em dia existem empresas especializadas em limpeza e secagem de automóveis depois de enchentes. O valor varia de 500 a 3 mil reais.
Já para um trabalho de recuperação completa de um modelo popular, os gastos podem chegar a 10 mil reais, dependendo, claro, do tamanho do veículo. Vale lembrar que a indenização do seguro só é liberada caso haja perda total, ou seja, quando os danos superam 70% do valor do carro.
Isso ocorre após uma grande avaliação, sobretudo para saber se você foi afetado pela água ou decidiu passar pelo alagamento por sua conta e risco. Por isso, vale lembrar mais uma vez: NUNCA tente enfrentar uma enchente, pois as consequências são graves e o prejuízo é enorme.
carro-alagamento-blog-da-engenharia

Situação de um carro depois da enchente (Foto: Reprodução/Pedro Silveira)


Referências: G1, Jornal Extra

Copiado!

Comentários