Engenharia 360

Saiba mais sobre o design da Pira Olímpica dos Jogos de Tóquio 2021

Engenharia 360
por Redação 360
| 04/08/2021 | Atualizado em 17/01/2023 3 min
Imagem reproduzida de Folha PE

Saiba mais sobre o design da Pira Olímpica dos Jogos de Tóquio 2021

por Redação 360 | 04/08/2021 | Atualizado em 17/01/2023
Imagem reproduzida de Folha PE

O acendimento da Pira Olímpica é um momento muito bonito da abertura dos Jogos Olímpicos. Conheça detalhes da estrutura utilizada em Tóquio 2021!

Engenharia 360

O acendimento da Pira Olímpica é um momento muito bonito da abertura dos Jogos Olímpicos. Conheça detalhes da estrutura utilizada em Tóquio 2021!

A Pira Olímpica dos Jogos Olímpicos de Tóquio, no Japão, tem um design minimalista. Ela é assinada pelo estúdio japonês Nendo, criada pelo designer japonês Oki Sato. Para chegar ao formato desejado, foram feitos muitos rascunhos para representar a inclusão e a igualdade de gênero, com o lema “Todos se reúnem sob o sol, todos são iguais e todos recebem energia”.  Enfim, fez-se uma esfera composta por hemisférios superior e inferior, cada um com cinco painéis representando os anéis olímpicos.

A foto mostra a pira olímpica fechada dos jogos de Tokyo 2020. O design que remete ao sol é assinado pelo estúdio Nendo.
Vista superior da pira fechada - Imagem reproduzida de CASACOR
Estúdio Nendo assina a pira olímpica (Foto: Reprodução/Instagram @nendo_official)
Vista lateral da pira fechada - Imagem reproduzida de Casa Vogue

O acendimento da Pira Olímpica

A tocha olímpica chegou ao Estádio Olímpico de Tóquio, onde ocorreu a cerimônia de abertura dos jogos, conduzida por um revezamento de ex-atletas e foi entregue a atleta japonesa Naomi Osaka. A estrela do tênis levou a tocha até o “calderão” que se abriu lindamente como uma flor, e, então, a chama foi acesa. A saber, a pira olímpica ficará acesa até o encerramento dos Jogos Olímpicos, que será neste próximo domingo, dia 8 de agosto.

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO

Saiba quem é Naomi Osaka, estrela do tênis com direito a série e boneca  Barbie - Brasil 247
Tenista Naomi Osaka acende a pira olímpica de Tóquio-2020 - Folha PE
Imagem reproduzida de Folha PE

A chama da Pira Olímpica

A chama da Pira Olímpica é alimentada com hidrogênio. A queima do hidrogênio é incolor e transparente, deixando a chama invisível. Para a chama adquirir a característica cor amarelo brilhante foi usado carbonato de sódio. Vários estudos foram realizados para chegar à quantidade exata de solução e o melhor ângulo para instalação da válvula utilizada para pulverizá-la, criando uma chama com a aparência do fogo feito com lenha. 

Aliás, o hidrogênio utilizado na Pira foi produzido em uma instalação da Prefeitura de Fukushima. E placas solares foram usadas para produzir a eletricidade necessária para a eletrólise da água no processo de produção de hidrogênio.

Jogos Olímpicos de Tóquio oficialmente abertos; veja como foi a cerimônia -  Folha PE
Imagem reproduzida de Folha PE
A foto mostra o detalhe do fogo da pira olímpica dos jogos de Tokyo 2020. O design que remete ao sol é assinado pelo estúdio Nendo.
Hiroshi Iwasaki/nendo.jp/CASACOR 

O funcionamento da Pira Olímpica

Pesando cerca de 40 kg por folha, o painel externo da Pira Olímpica foi feito com placas de alumínio de 10 mm de espessura, moldadas, polidas e pintadas com tintas resistentes ao calor. A peça finalizada artesanalmente, pesa mais de 2 toneladas e tem um diâmetro aproximado de 3,5 m. E sua parte interna foi revestida por painéis de espelhos poligonais e feita à prova d’água, à prova de fogo e resistente ao calor; o material proporciona um espetáculo incrível através dos reflexos difusos da iluminação das cerimônias e da luz do fogo. 

A foto mostra o detalhe do fogo da pira olímpica dos jogos de Tokyo 2020. O design que remete ao sol é assinado pelo estúdio Nendo.
Ikki Yamaguchi/nendo.jp/CASACOR

Foram realizados vários testes de resistência ao calor e ao vento, ajustando o aparelho de forma a evitar vibrações e possíveis “acidentes”. O resultado pôde ser visto no dia da abertura das Olimpíadas, quando o “caldeirão” se abriu como uma flor e os painéis passaram uns pelos outros suavemente a uma distância de somente 3 mm. 

PUBLICIDADE

CONTINUE LENDO ABAIXO


Fontes: Casa Vogue, Diálogo Chino, Casa Cor, Exame, R7.

Imagens: Todos os Créditos reservados aos respectivos proprietários (sem direitos autorais pretendidos). Caso eventualmente você se considere titular de direitos sobre algumas das imagens em questão, por favor entre em contato com [email protected] para que possa ser atribuído o respectivo crédito ou providenciada a sua remoção, conforme o caso.

Comentários

Engenharia 360

Eduardo Mikail

Somos uma equipe de apaixonados por inovação, liderada pelo engenheiro Eduardo Mikail, e com “DNA” na Engenharia. Nosso objetivo é mostrar ao mundo a presença e beleza das engenharias em nossas vidas e toda transformação que podem promover na sociedade.

LEIA O PRÓXIMO ARTIGO

Continue lendo